sexta-feira, 5 de agosto de 2016

VANDER LEE


UMA PENA...UMA PERDA PARA A MÚSICA...E UMA PERDA AINDA  MAIOR PRA SUA FAMÍLIA...FOI...MAS DEIXOU SEU RECADO POR INTERMÉDIO DA BOA MÚSICA.
VAI DEIXAR SAUDADE...MAS SUA MÚSICA FICA DENTRO DA GENTE...

segunda-feira, 21 de março de 2016

sábado, 16 de janeiro de 2016



Haverá, ainda, no mundo coisas tão simples e tão puras como a água bebida na concha das mãos? (Mário Quintana)

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

FELIZ NATAL...FELIZ ANO NOVO A TODOS

Muita gente há décadas já saca a importância do corpo para o aprimoramento da inteligência emocional e, consequentemente, das relações humanas (algumas culturas orientais já sacaram isso há milênios). Filósofos, artistas, terapeutas, bioenergética, Yoga, pilates, alimentos orgânicos e muita coisa tá ganhando espaço no mundo ocidental para tratar os males da mente através de estímulos físicos. A alegria, ora, é um estímulo. Um estímulo que nasce no corpo através do movimento. Movimento que não precisa necessariamente ser visível. Não precisa ser passo nem dança. Movimento que pode variar de frequência e desaguar em criação de toda ordem: desde novas fórmulas para a física quântica à pinturas abstratas em cadarço de bota. Os que habitam o topo da pirâmide social já descobriram isso faz tempo e ganham mil euros por segundo na venda artificial de comprimidos, glutamato monossódico, armas, escada rolante e endorfina. Produzir alegria virou negócio lucrativo. A vida cada vez mais sedentária bomba o juízo de ansiedades e as sinapses começam a dar defeito. microempreendedores investem em novos aplicativos de iPhone e assim vamos tapando buraco criando atalhos para o prazer, para dar alegria. Alegria sem cimento. Arrisco-me nesses argumentos rasos para ampliar a discussão sobre a importância de um corpo presente, ativo. Mas no fundo vou de banda, dançando, cantando e buscando me reconhecer em outros seres que anseiam a escuta verdadeira. Generosidade, teimosia, bom humor e toda a loucura necessária para construir um novo padrão de normalidade. Acho que carrego isso...e mais algumacoisa que fica entre um e outro...FELIZ NATAL...FELIZ ANO NOVO...MUITA PAZ E ALEGRIA NO CORAÇÃO DE TODOS