sábado, 2 de fevereiro de 2008

EU, ÁGUA


EU, ÁGUA

QUERIA SER ÁGUA
PRA SER FONTE DE VIDA
QUERIA ESCOAR PELAS PEDRAS
SER O MURMURINHO DAS CASCATAS
QUERIA SER RESERVATÓRIO
PRA MATAR A SEDE DO MUNDO
QUERIA ESTAR NAS MÃOS DE QUEM TEM SEDE
E OFERECER-ME EM GOLES DE TERNURA
PRA DEPOIS ESCAPAR POR ENTRE OS DEDOS
E CAIR COMO GOTA NAS ENTRANHAS DA TERRA.



ELCIO RIBEIRO PINTO

4 comentários:

  1. Eu adoro fala de água tbm. Um elemento tão mágico que a natureza nos deu. Bastante sorte e sucesso pra vc!

    ResponderExcluir
  2. Tocante, Elcio...
    Um gesto nobre... típico de um verseiro de talento.

    Parabéns!

    Ah, e tem outra:

    Adicionei seu blog a minha lista de blogs favoritos ("confira também" no meu blog)... uma maneira de ajudar um colega de missão a cumprir seu propósito: levar a água a quem tem sede... Se não se importa, é claro...

    Não costumo bater a porta, mas sempre faço visitas aos meus amigos de trabalho... aguarde meus novos comentários, ok?

    Abraço, novamente parabéns pelo seu excelente trabalho!!!!

    ResponderExcluir
  3. Foi um prazer receber sua visita. Estou aqui a ler seus poemas também. Gostei muito do "Sonhar-me".
    fique livre quando a colocar um link do essapalavra. Fico lisonjeado, na verdade. Colocarei um link seu tb no meu.
    Abraço.

    ResponderExcluir

Semeando