domingo, 24 de fevereiro de 2008

METAMORFOSE DAS LÁGRIMAS


METAMORFOSE DAS LÁGRIMAS



SE POR ACASO ENCONTRAR COM A TRISTEZA
E ESSA TRISTEZA REPENTINA LHE CHORAR
RECOLHA CADA LÁGRIMA E A TRANSFORME
DÊ A ELAS A INCUMBÊNCIA DE UMA LETRA
DEPOIS COM CALMA FAÇA DELAS LINDAS PALAVRAS
AÍ ENTÃO AS TRANSPORTE PARA A ALMA E O CORAÇÃO
PRA QUE LÁ POSSAM RECOLHER OS SENTIMENTOS
E ASSIM JÁ POSSUÍDAS PELA TUA ESSÊNCIA
POSSAM SE TRANSFORMAR EM FRASES CARREGADAS DE EMOÇÃO
PRA QUE A PARTIR DAÍ, DESTAS FRASES, POSSA FLUIR O AMOR
E DESTE AMOR POSSA NASCER A POESIA
E DESTA POESIA BROTAR O QUE ESTÁ EM TI
PRA QUE ASSIM VOCÊ DESABAFE NOS VERSOS A TUA TRISTEZA
DESMANCHANDO TODA A MÁGOA QUE AINDA EXISTE
DESFAZENDO TODO O PRANTO QUE AINDA INSISTE
EM SER DA ALMA AO MESMO TEMPO ALEGRE E TRISTE
AO SER DE NÓS UM TANTO AMARGO O DEDO EM RISTE
PRA QUE AGORA POSSA ENTENDER QUE NÃO TEM JEITO
OS CAMINHOS JÁ VIVIDOS QUE NÃO VOLTAM
PRA QUE AGORA SE REFAÇAM AO SURGIR EM PAISAGENS
NOVAS TRILHAS NUNCA ANTES PERCORRIDAS
NOVAS ESTRADAS EM QUE O SOL SEJA PARTILHA
EM ALGUM CANTO NAS MANHÃS DE NOSSAS ALMAS


7 comentários:

  1. Em algum canto de nossas almas o sol há de brilhar como nesses versos carregadinhos de vida, Élcio! Uma boa noite, amigo, e parabéns pelo lindo poema! :-)

    ResponderExcluir
  2. Lindo Texto!! Essa sensação que as lágrimas nos dá de limpeza da alma é algo singular. Por isso escrevo, para aliviar meus pensamentos e compartilhá-los com quem tem olhos de ver e ler, como vc! Agradeço sua visita!bjs

    ResponderExcluir
  3. Elcio!
    Está ficando lugar comum te elogiar! Belos, leio-os com a alma...
    Abraços!

    ResponderExcluir
  4. Nossa,
    esse eu pego prá mim, palavra por palavra.
    E por aqui chove
    chuva e lágrimas
    oxalá que das lágrimas
    chovam palavras

    Um abraço
    Jacinta

    ResponderExcluir
  5. Élcio, cómo va? Lindo, lindo todo lo que escribís....
    Pasá por mi blog, que hay un premio para tí.
    Un abrazo.

    ResponderExcluir
  6. "Desta poesia brotar o que está em ti." Que haja sempre, mais do que lágrimas, muitos contentamentos no coração de cada um e dele possamos tirar muitos poemas.
    Mas, nem sempre é assim, né?

    Abração.

    ResponderExcluir

Semeando