sexta-feira, 8 de fevereiro de 2008

MESMO QUE FOSSE SIM O NÃO DA SUA RESPOSTA


MESMO QUE FOSSE SIM O NÃO DA SUA RESPOSTA


QUEM LHE PEDIU O SOL NO FRIO DAS INVERNADAS
E A TRISTE FLOR QUE SE ESCONDEU DA PRIMAVERA
QUEM LHE PEDIU O OCEANO SEM AS CALMARIAS
E A NUDEZ NÃO OBSCENA DAS ROSAS DESFOLHADAS

QUEM LHE PEDIU O INSTANTE MAIS CONSTANTE
E O VENTO FORTE QUE NOS LEVA INCONSEQÜENTE
QUEM LHE PEDIU O BRILHO DAS ESTRELAS ESQUECIDAS
E O INCERTO SOL QUE AINDA ARDE TÃO DISTANTE

QUEM LHE PEDIU A TEZ MAIS FINA E DE SUAVE ENCANTO
E A FOME MAIS VORAZ QUE DESTEMPERA E NOS CONSOME
QUEM LHE PEDIU O VIÇO DA RUBRA PELE COR DE JAMBO
E O PÁSSARO-PRETO ENCLAUSURADO A EXPELIR SEU TRISTE CANTO

QUEM LHE PEDIU QUE FOSSE SIM O NÃO DA SUA RESPOSTA
E A DOR QUE ASSIM CAUSARA SEM SABER O QUE SE SENTE
QUEM LHE PEDIU A INCOERÊNCIA EM SEUS ATOS TÃO SENSATOS
E A FORMA QUE POR CERTO NÃO COMPREENDES A PROPOSTA

QUEM LHE PEDIU O AMOR EM SINTONIA COM AS CORES
E O DESEJO DOCEMENTE DESPROVIDO DAS ARDÊNCIAS
QUEM LHE PEDIU A ALMA EM SINAL DE ENCANTAMENTO
E O BEIJO TÃO MAIS PURO REPRESADO EM SUAS DORES



5 comentários:

  1. Ah, como é boa a sombra dessa árvore - verseiro - de frutos tão bonitos.

    ResponderExcluir
  2. Hola Elcio!!! bueno, te contesté algunas cosas en mi blog, lo de Silvio Rodríguez, por ejemplo, así que pasa por allí así la lees).
    Ahora vine de visita por el tuyo, me han gustado muchísimo tus poemas!!!
    De verdad escribís muy lindo!!
    Muy bueno el video sobre el terrorismo..en verdad que es así!!
    Te mando un abrazo, y estoy encantada con tu visita.Bienvenido cada vez que quieras. Até logo!!

    ResponderExcluir
  3. Que belo poema, Elcio! Parabéns. Eu ando um pouco afastada das letras, mas pode colocar o link, com certeza; é um prazer, e colocarei o seu também. Obrigada
    :-) beijos.

    ResponderExcluir
  4. Elcio!
    Passar aqui em visita é dar ao tempo forma de sossego! Lindo poema.
    Abraços.

    ResponderExcluir

Semeando