domingo, 16 de março de 2008

VAZIEZ




Vaziez


A dor faz surgir universos,

tantos e estranhos,

inclusive os que agora me atravessam,

mundos não planetas,espadas de dois gumes,

luas frias e cortantes

afrontando a minha carne

- de que vale a minha vontade?

-como se eu fosse tão somente

o espaço da vaziez por onde giram.


Este poema é atravessado, aberto. Poderá ser refeito. Ou deletado.


DAURI BATISTI (blog essapalavra). Parabéns Dauri.

2 comentários:

Semeando