sexta-feira, 1 de agosto de 2008

FELICIDADE


Felicidade

Ontem conheci a Felicidade
O mais triste é que brinquei com ela
e nem assim ela me sorriu...
Esboçou uma reação...
Agradeceu com os olhos e meio sem jeito
se foi...
Mas, há uma explicação...

Felicidade de Lima
Idade: 79 anos
Pensão: R$ 375,00
Diagnóstico: Artrite, diabetes e outras...

Coragem e força "Dona Felicidade", um beijo em sua alma e no seu coração...

12 comentários:

  1. Eu aprendi a gostar com o meu vô, q gosta muito... estou numa fase q estou ouvindo bastante moda d viola... músicas q tem sentimento, histórias d exemplo d vida q geralmente são verdadeiras... alias, tem um programa do Rolando na cultura terça - feira, ás 10, 10 e meia, da noite, ñ sei bem o horário e tem da Ineziita Barroso no sábado 9 h da noite e no domingo as 9 da manhã... abraços... muita luz pra ti...

    ResponderExcluir
  2. sem tempo
    sem idade
    sem força
    ou com
    felicidade é viver

    Abraço forte, Élcio.
    Aparece...

    ResponderExcluir
  3. Muito boa a definição do Érico Veríssimo. Acho que se há um sentido, há felicidade.
    Beijos e bom final de semana!

    ResponderExcluir
  4. vir aqui é me sentir mais humano. querido amigo minha mãe com seus 71 anos vive a custa de 12 medicamentos, e mesmo com suas dores é uma pessoa feliz e carrega um sorriso de dá inveja, e o que mais me contenta é que meu filho carrega este mesmo sorriso. abçs e toda felicidade do mundo para D. Felicidade.

    ResponderExcluir
  5. ...é! Nessa idade, todas as pessoas deveriam, pelo menos, ter comodidade financeira...

    Dona Felicidade não tem lá muitos motivos para o riso...Mas, tem a vida!

    Beijos de luz e um domingo feliz!!!

    ResponderExcluir
  6. Grande Verissimo.
    Concordo com ele de olhos e boca fechada!!!
    Dizer mais o que?
    Agora é só pedir para a Dona Felicidade bater na minha porta mais vezes...

    Beijosss

    ResponderExcluir
  7. Bonito poema, singelo. Pena que a felicidade só esboçou uma reação à sua brincadeira.

    ResponderExcluir
  8. qto ao alongar no comentário, sinta-se a vontade, afinal a poesia depois de publicada não pertence mais ao autor mas sim aos que a lê. abçs e um começo de semana repleta de felicidade.

    ResponderExcluir
  9. A Dona Felicidade não tem tantos motivos,mesmo, para estar feliz. Mas, ela conseguiu se fazer "poema". Porque ela está viva e quem sabe não teve seus "grandes momentos" de felicidade?
    A vida é essa mesma. Com seus ciclos. A velhice é um deles. Mas, não DEVERIA ser com carência de dinheiro e saúde...Não deveria...Como acontece com Dona Felicidade.
    Belo post. Que inclui a frase significativa de Veríssimo!
    Gostei de conhecer seu blog.
    Deixo-lhe meu abraço.
    Dora Vilela

    ResponderExcluir
  10. Ai que triste :(
    Mas pelo menos você chegou a conhecer a Felicidade a tempo de esboçar uma reação.

    E com certeza ela deve ter ficado feliz em te conhecer.
    Uma pessoa que escreve essas palavras...
    Prefiro pensar que ela não conseguiu externar,mas sentiu.
    Tenho certeza!

    Ótima semana pra ti Pessoa. =)

    ResponderExcluir
  11. Pois é, do Eder vim aqui e encontrei verseiro dos bons, trazendo-nos Felicidade. Nunca é completa a Felicidade, mas é um apoio para quem dela necessita. Abraços!

    ResponderExcluir

Semeando