quinta-feira, 30 de outubro de 2008

NO QUE AINDA POSSO ME OUVIR


No que ainda posso me ouvir

Bastaria um pingo de azul no intransponível
para que se transbordasse o inesperado
no entanto, há um talvez quase insolúvel
ainda mais forte que o próprio entendimento
e que por tão conscientemente indefinido
enlouqueça no equilíbrio embriagado
há portanto um sujeito indeterminado
e verdades não suficientemente tácitas
represadas num quem sabe de suposições insaciáveis
onde o que talvez permanecesse indecifrável
não mais que de repente se decifre inatingível
porém, intransigente, no que ainda posso me ouvir
quase é não ou coisa muito parecida
que ao acaso, supostamente embevecida
hesite diante a miragem descabida
não que isso não seja um tanto de mim
que não seja eu mesmo, também
um poema inacabado...

7 comentários:

  1. Bom dia Elcio!
    Um tanto enigmático tudo que li.

    Mas percebo que assim é a nossa alma...

    Agradeço as palavras deixadas no blog e sua atenção ao que escrevo.

    Um dia maravilhoso ao seu coração!

    ResponderExcluir
  2. Elcio, meu amigo...

    hoje serei clichê e direi da beleza bem composta de teu poema.

    Simplesmente belíssimo.

    Um abraço forte.
    Continuemos...

    ResponderExcluir
  3. Muito bonito o que vc escreve. Não sou muito bom para comentar mas sei do que gosto. Abraço

    ResponderExcluir
  4. Olá!

    Eu me lembro do Batman que tu comentou era um seriado e é esse ator mesmo acabei de pesquisar na Net.
    Sobre os filmes do Batman na minha opinião o Begins e O Cavaleiro Das Trevas foram os melhores que eu assisti talvez pelo elenco e por contar como surgiu o Batman, eu gostei muito da interpretação do Coringa do Jack Nicholson, mas a atuação do Michael Keaton como Batman foi péssima, acho que esse novo ator o Christian Bale foi bem melhor nos dois filmes e o Coringa do Cavaleiro das Trevas o ator Heath Ledger deu um show a parte no filme e é uma pena que um jovem tão talentoso tenha morrido tão cedo, por que ele futuramente seria um dos grandes atores da nova geração.
    Em relação a frase concordo contigo tem muito a ver com a vida de todos nós.

    Obrigada pela visita e pelo belo comentário!

    Abraços.

    Luciana

    ResponderExcluir
  5. por se ver assim como um poema inacabado é que vc foi aonde parece impossível para nos oferecer a possibilidade da poesia acabada, sem faltar nada, como se do nada colhesse o que não existe e transformasse no que existe de melhor à vida: a poesia. Isso é o que vc é neste post: a poesia. Cara sou obrigado a levantar e para de digitar para te aplaudir...

    ResponderExcluir
  6. O poema inacabado ficou acabado na beleza das palavras, nas frases. mesmo que nos force o entendimento e nos dê nós na vontade de razão, de sentido, ainda assim é bonito.

    Um abraço.

    ResponderExcluir

Semeando