quinta-feira, 22 de janeiro de 2009


Só sei que foi assim...

Rompeu o silêncio com suas supostas soluções imaginadas
e como avalanche, protagonizou-se
soterrando idéias, sentimentos e sensações
vomitou-me com palavras e eclodiu-se em simultâneas explosões
abrindo feridas e rasgando as gentilezas
então, já quase sem ar, meu pulmões sufocaram
os rins paralisaram diante a rudeza fria
e meu estômago se desfez em náuseas
deixando a alma triste e silenciosa
mesmo assim, arregacei as mangas da compreensão
e encouracei as paredes do meu coração
apesar das úlceras ainda expostas, implorarem por uma reação
pois contínua, a avalanche ainda vociferava palavras de ordem
rotulando sentimentos que nunca foram seus
até ultrapassar as fronteiras do impronunciável
como se soubesse de todos os meus invernos
e dos meus mais longínquos outonos
explicitando as suas impressões em repetidos vômitos
como se soubesse das coisas do mar, do azul e do brilho das estrelas
como se fosse íntima dos segredos do céu e da terra,
do sol e da lua, dos ventos e das brisas, das flores e dos espinhos
do certo e do errado, do bem e do mal e ainda das amoras
apesar disso, alma de silêncios e emoções incompreendidas
prestes a surtar devido a verborragia quase enlouquecida
verbalizei-me equilíbrio ao ponto de quase sublimar enraivecido
porém, reflexivo, precisava urgentemente mandar alguém para...
foi quando liguei para a minha pobre vítima
e educadamente pedi que pressionasse o telefone em seu ouvido
até que disparei...
Bem, esta parte achei melhor retirar...não vale a pena...é até engraçada...ahh
mas, já passou...valeu pessoal...boa sexta-feira para todo mundo

17 comentários:

  1. ...afffffffff
    coitado do interlocutor...

    my God!

    rss

    bjuss

    ResponderExcluir
  2. Gostei de te ler!! Já me ri...beijos para ti.

    ResponderExcluir
  3. "como se soubesse de todos os meus invernos
    e dos meus mais longínquos outonos"

    Muitas vezes precisamos colocar pra fora o que não conseguimos mais digerir...

    Em meus outonos e invernos..."internos"...preparo as sementes para voltar a florir!

    Poeta...um belo final de semana para você e todos os seus familiares.

    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Puxa Élcio!Não queria estar do outro lado!!!Lol
    Beijinhos e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  5. feliz de vc que consegue verbalizar seus sentimentos!
    Essa é uma arte que poucos dominam,
    com essa classe poética, urgente e sincera,


    beijo estelar*

    ResponderExcluir
  6. (Totalmente fora do contexto)
    Só hoje reparei em seu perfil que vc é de Barra do Piraí. Minha filha está de mudança para Volta redonda, vizinha!!!
    Quem sabe um dia não nos esbarramos para trocar versos e conversas fiadas???
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. A foto serviu direitinho...Diferente! Um desabafo e tanto. Gostei. Abraço

    ResponderExcluir
  8. olá amigo verseiro no meu blog tem versinhos em homenagem a este blog chama-se a um verseiro espero que goste é simples como eu ,bjs!

    ResponderExcluir
  9. Tem momentos que precisam ser colocados, falados, expressos...As vezes nos perdemos no tom,na vibração.

    Gostei quado fala da compreensão.

    Li seu comentário e tinha vindo lhe dizer que tem pessoas que nos parece amigo de longas datas. Foi assim com você desde o início.

    um lindo sábado. bjs

    ResponderExcluir
  10. (Olha a gente batendo papo via blog)
    rsrsr
    Minha filha está indo esse ano, ainda periodo de adaptação. Vai estudar no Macedo Soares. Eu ainda não conheço, o pai é que está resolvendo tudo, devo ir em fevereiro para conhecer e fazer uma visita.
    Todos falam muito bem do colégio, mas não sou muito fã da cidade.... vamos ver...
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Oi Elcio, obrigada pela visita no meu novo Blog e o filme Sem Vestígios é ótimo é bem como tu escreveu.
    Obrigada pelo apoio e seja sempre bem vindo nos meus 3 Blogs.

    Abraços e um excelente sábado.

    ResponderExcluir
  12. Uma espécie de chamado para o tempo-maior.

    Sempre bom voltar aqui, Elcio.
    Abraço forte.
    Continuemos...

    ResponderExcluir
  13. Gostei de sua escrita.
    Diferente e deliciosa.

    Convido a ler o meu ultimo post sobre
    MOMENTOS NA ÍNDIA:
    Para subir ao Forte Amber, há uma quantidade enorme de elefantes, até fazem fila, para os turistas se sentarem na cesta e partirem encosta acima.
    Como muito bem escreveu o meu amigo Mocho:
    ..." sem dúvida uma experiência que nunca se esquece, os elefantes sobem a montanha com os turistas que chegam aos magotes para serem recebidos ao som estridente e majestoso de cornetas e tambores como se de verdadeiros marajás se tratassem..."

    Bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  14. Olá Elcio, tudo bem contigo?

    Obrigada pela visita e a frase tem muito sentido na vida da gente.

    Abraços e um excelente fim de semana.

    ResponderExcluir
  15. Sempre bom externar o que pensamos.
    só assim continuamos inteiros.
    Um maravilhoso domingo.
    Beijos
    Cleo

    ResponderExcluir
  16. Bom dia Elcio!
    Hoje a minha passagem aqui é para lhe informar que indiquei VOCÊ como merecedor ao “Selo Prêmio
    Sobrevivente ao Romantismo.”
    Tenha um belo domingo!

    Um beijo carinhoso

    ResponderExcluir

Semeando