quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Um breve rascunho do humilde Teorema de Tuiribepi


Um breve rascunho do humilde Teorema de Tuiribepi
(Gostei muito desse titulo...rs)

Bati na porta
Tentando acordar o poema
Mas ele ainda dormia
Tentei abrir
Mas quando percebi
Já era tarde
É que eu não tinha a chave
E nem tão pouco a completude
Que por fim aglutinasse
Seus mais urgentes anseios
Entendedor de suas querências
Emudeci diante a certeza eloqüente
Da palavra por ele não proferida
Ainda assim, transfiro versos
E me abasteço de palavras
Ainda assim, me faço poema
Sem saber significar
Sem saber como provar
O meu humilde teorema
Sendo assim, só uma resposta me vem...
É que aqui, é assim...

17 comentários:

  1. O que importa é a conclusão, é aqui, é assim. Ponto. Do mais você arranja as palavras e põe aqui pra gente ler. Vamos gostar.


    Um abraço.

    Bons poemas.... e outros teoremas.

    ResponderExcluir
  2. Aqui eu nem bato na porta, vou entrando...O poeta me deu a liberdade. Pra que? Me abasteço da sua poesia, as vezes sem saber direito o que significa, mas volto pra casa feliz. Que bom que aqui, é assim... Abração

    ResponderExcluir
  3. Vento da paixão

    Vento da paixão
    leva daqui desilusão
    me traga amor!
    por favor vento
    me livre da dor
    de não poder mais amar
    beijar...caminhar de mãos dadas
    me tire da solidão

    Autor: (Sandra Love)

    Foi retirado pelo site:

    http://www.ziipi.com/result?pesquisa=poesia+de+amor

    ResponderExcluir
  4. E aqui é assim...sempre com bons poemas e teoremas.
    Meu lindo amigo, adoro demais vir aqui e adoro demais você!
    Um grande beijo e um dia perfeito pra você!

    ResponderExcluir
  5. Oi Elcio,

    gostei do seu teorema,

    preciso inventar um para mim tb,
    as vezes me faltam as palavras,


    beijos,

    ResponderExcluir
  6. ________________________________


    ...bem, alguns teoremas fogem mesmo à compreensão...


    Mas, os versos são bonitos!

    Beijos de luz e o meu carinho, Elcio...

    _________________________________

    ResponderExcluir
  7. De uma ígnea inspiração! Extremamente bem articulado e sensível!
    Que a inspiração continue a pairar neste belo recanto.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  8. Teorema é??
    Ai ai ai
    ERssa palavra me apavora....
    Mas seu poema seduz e reluz.... não posso fugir!!!!
    Tá...
    Vou tentar seu teorema

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Também gostei do título. E ontem conversei com um amigo sobre essa completude que os poetas buscam e venho aqui e aí está. Como você disse... assim.

    ResponderExcluir
  10. Vou criar um teorema para mim também!rsrs
    Obrigada Poeta...estar aqui é um convite a alcançar alguma paz no coração!

    Um belo final de semana para você e seus familiares!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  11. "Da palavra por ele não proferida
    Ainda assim, transfiro versos
    E me abasteço de palavras"

    Achei lindo!

    Aqui é sempre assim lindo, emocionante.

    Gosto demais.


    Elcio, ontem estive logo cedo por aqui, mas não deu para comentar. Dia corrido. Eu e a filha agradecemos o comentário carinhoso.

    abraços

    ResponderExcluir
  12. é assim sem saber p´rovar a gent só sente,eita poema lindo,to levando o teu selo e faço questão que pegues o meu feito para os que me seguem e blos como o teu que me fazem pensar!bjs!

    ResponderExcluir
  13. Se é assim está perfeito, nada mais é preciso.
    Elcio:
    Gostaria muito que lesse e comentasse a minha postagem no Galeria.
    Um abraço,
    Renata

    ResponderExcluir
  14. Oi Elcio, eu estou muito bem a cirurgia foi bem simples voltei pra casa no mesmo dia só não posso pegar peso e estou tomando medicamentos, o meu médico é excelente, semana que vem tenho revisão e acho que vão me liberar dos medicamentos, voltei com tudo amigo rsrsrsrs.
    O filme Efeito Borboleta é ótimo e quando deu a chamada do filme na televisão eu pensei que ele fosse chato e maçante, então quando eu, a Jurema e a minha sobrinha começamos a assistir ficamos impressionadas com o filme, esse eu recomendo mesmo.


    Abraços e um excelente fim de semana.

    ResponderExcluir
  15. Élcio

    és tão especialmente sensível que mesmo quando versas o 'abandono das palavras' ao poeta, o fazes com as mais belas palavras
    Consegues ordenar o poema de forma bela e completa, apesar da 'fuga' ou do vazio.

    Gostei muito.

    Carinho,
    sempre.
    Mai.

    ResponderExcluir
  16. Opa, obrigada pelo comentário lá no Fio. Se quiser participar da coletiva ativamente, deixe o link no post de chamada. Mas fique a vontade também para simplesmente conferir os textos dos partipantes no dia 17.

    abraço!

    ResponderExcluir

Semeando