terça-feira, 10 de fevereiro de 2009




Olá pessoal...esta semana comprei um livro da Lya Luft e gostei por demais dos poemas dela...comi o livro. O titulo é "Para não dizer adeus" e é da editora Record. Custou apenas R$ 28,90. Com certeza ela sabe o que muitos trazem na alma e no coração...e traduz isso de forma inigualável neste livro, virei fã...
Vale a pena adquirir, e olha, não ganho comissão ok! Rss...um abraço na alma de todos...valeuuuuu



Sina

quando eu era menina,
a verdade parecia estar nos livros:
ali moravam as respostas
e nasciam os nomes.

quanto mais procurei,
mais me perdi
na trilha das indagações:
as respostas não vinham,
a verdade era miragem,
a busca era melhor que a descoberta,
e nunca se chegava.

(Viver era mesmo sentir aquela fome.)

Lya Luft

25 comentários:

  1. Oi, Élcio

    Já li alguns livros dela, e li artigos, gosto muito. Também tenho a sensação que ela entende do que nos vai na alma.

    E a foto. Me dá logo vontade de morder o bumbum, apertar as coxas. Lembrei da minha filha, e agora de uma sobrinha com três anos que adoro apertar.

    abraços

    ResponderExcluir
  2. Oi Elcio adorei a postagem gosto desses tipos de poemas, frases, pensamentos enfim algo que te passe algo, mas que também tenha um sentido pois já li cada coisa que ninguém merece rsrsrs.


    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Elcio, esse filme Alguém Muito Especial é o tipo de filme da Sessão da Tarde tu deve ter visto, mas não deve te lembrar, todos pensam que a melhor amiga do protagonista é lésbica e na verdade ela é apaixonada por ele, mas ele gosta de uma garota popular da escola é mais ou menos isso.


    Abraços.

    ResponderExcluir
  4. ...belíssima indicação.

    Lia é tudo de bom...

    bjus, lindo!

    ResponderExcluir
  5. Tem gente que tem medo de dizer que lê a Lya Luft. Acho de uma generosidade sem tamanho, compartilhar com seus leitores coisas que você lê e fazem você sentir. E sobre o poema, também gostei.

    ResponderExcluir
  6. Bom dia amado amigo!
    Bela indicação e poema.
    Eu gosto muito do que a Lia escreve e realmente ela tem muita sensibilidade...valeu mesmo pela tua delicadeza ao indicar o livro sem nenhum compromisso financeiro(mostra bem o teu caráter)
    Lindo você! Bjs.

    ResponderExcluir
  7. Olá Elcio,
    que surpresa boa entrar aqui e ler as palavras da grande escritora Lya Luft...o primeiro livro que li dela foi Perdas e Ganhos.A leitura me ajudou muito na fase em que estava passando.
    Fico impressionada como certas coisas acontecem em nossa vida, como obra de Deus para que tenhamos força.
    Vou comprar esse livro que você citou... quem sabe não é mais um milagre de Deus em minha vida.
    Um dia maravilhoso para você, Poeta!

    ResponderExcluir
  8. Olá, bom dia!

    Me fez sorrir com seu comentário. Posso saber qual é a cidade que você trabalha? Gostaria de saber porque formo meu cenário para lhe colocar.

    Quando era menina acreditei no que me diziam como verdade. Fui crescendo e tive que me desfazer de algumas "verdades". Refazer "verdades", dimininuir as utopias, desmanchar crenças, diluir dores, me remontar e ainda aprender a viver mais leve....eita vidão!

    abraços mil.

    ResponderExcluir
  9. Elcio,
    Eu adoro essa mulher. Tem poema dela no meu blog hoje também.

    Beijo

    ResponderExcluir
  10. E escritores que gostam de um gênero ou se dedicam mais a um em específico, sofrem da dor boa de não viver sem escrever ou gostar de outro gênero.

    É o caso dela.

    Abraço, Elcio.
    Continuemos...

    ResponderExcluir
  11. A busca é realmente sempre melhor do que a descoberto, pois depois que descobrimos, que mais no resta a fazer? Uma nova busca e assim sucessivamente.
    Gosto dos poemas dela, aliás gosto de poemas em geral. Tenho tantos livros de peosia na minha Biblioteca que até me perco. Gosto muito da poesia portuguesa, também.
    A poesia é um mundo a se descobrir.
    Gosto do seu Blog.
    Um abraço,
    Renata

    ResponderExcluir
  12. Há pessoas que procuram aquilo a que se deu o nome de "verdade". O que é isso? Vamos supor o seguinte: estamos eu e vc sentados, conversando, e, de repente, passa um rato branco, mas só vc o vê. Vc me diz: passou um rato branco e eu lhe replico: não, não passou rato algum. A sua verdade é que passou um rato branca, a minha é a de que não passou. A "verdade" é um mero construto humano, um ideal regulador da ciência.
    Beijos,
    Renata

    ResponderExcluir
  13. Excelente poesia, incrível a foto, parabéns pela sua sensibilidade.

    ResponderExcluir
  14. Oi Elcio. Lia Luft é demais, muito gostoso ler, ela conhece o profundo da alma humana, com certeza. Já lestes Perdas e danos dela? vale à pena. depois me diga se gostou. eu adorei, o livro dela que mais gostei e que mais me tocou.
    Beijos carinhosos.
    Cleo

    ResponderExcluir
  15. Aqui está um belo livro pelo que dizes não sei se editado em Portugal mas o poema escolhido e a foto faz aqui um belo momento mto belo em teu blog, parabéns pela escolha.
    Um abraço,
    Nuno

    ResponderExcluir
  16. Lya Luft é uma das melhores a instigar nossa alma poética.
    Gosto muito dela!
    Bjs

    ResponderExcluir
  17. Nada é o que parece ou que imaginamos, só a vida com a sua continuação frazem certezas que nunca as são

    ResponderExcluir
  18. CONCERTEZA A FOME DO SABER NOS FAZ IR ALÉM !LINDA POSTAGEM !

    ResponderExcluir
  19. Élcio a frase que você fala é a que está no post de hoje?

    Se for, é minha sim, surgiu numa madrugada sem sono. rsrsr Pelo menos não lembro de ter lido. Nem de ter sentido nenhum cabelo com cheiro de relva. rsrs

    Obrigada pelas informações. E fiquei curiosa quanto ao conto. Se quiser enviar por e-mail vou adorar.

    abraços

    ResponderExcluir
  20. Olá Elcio, tudo bem com você?
    Claro que estou acompanhando cada comentário lá no blog da doce Tatiana...rsrs
    Eu sou ainda tão novata nesta coisa de poetar que fico toda cheia com cada elogio que recebo...rsrs
    Você viu quantos comentários teu poema recebeu lá no meu blog? Arrasou meu querido!
    Um grande beijo e vou dizer mais uma vez..."Adoro Você e o teu Verseiro".
    Beijão!

    ResponderExcluir
  21. Élcio:
    Se Você quiser o "selo das borboletas", o selo brisa leve, é só voltar ao meu Blog e pegar.
    Um abraço e boa noite,
    Renata

    ResponderExcluir
  22. Olá Elcio,
    Prestas um grande serviço ao divulgar o trabalho dessa grande dama das letras. Quem não conhecer sua obra e adquirir esse livro, certamente se interessará por outras publicações da Lya.

    Deixo meu abraço!

    ResponderExcluir
  23. Ei Tui! Conheço esse livro, já o li. Mto bom! Precisas conhecer um poeta e escritor português chamado José Luis Peixoto! Maravilhoso! Procure o livro "Nenhum Olhar". Abraço!

    ResponderExcluir
  24. Um livro é sempre uma porta aberta a um mundo infinito de paixões, sonho, criatividade, fantasia …

    Como o nosso mundo ficaria mais pobre e aborrecido sem eles! Vivam as palavras! Viva a literatura! Viva a poesia!

    Beijinho,
    Carla

    ResponderExcluir

Semeando