sexta-feira, 27 de março de 2009

Brincando de hoje



Olá pessoal, a correria está grande, mas ontem deu tudo certo na apresentação e defesa de um trabalho na facul, apesar dos imprevistos. Hoje respirando um pouco...rsrs...mas só hoje, semana que vem tem mais...deixa eu correr...
Um abração na alma de todos...e um ótimo fim se semana para todo mundo...valeuuu!!


Brincando de hoje

Ando esquecendo de dormir
Ao prolongar-me de olhos abertos
Aí então me transporto
Mergulho no mar e nos seus ruídos
E não vejo mais nada
Aos poucos durmo, no balanço das ondas
E acabo sonhando o que não me sabia
Porém, consciente de que ainda não sei
Dou vazão ao meu sorriso
E volto a ser criança
Sem querer saber do meu tempo
Sem querer saber do futuro
Porque criança não se sabe ontem
E muito menos amanhã
Apenas vive, correndo e brincando de hoje
Perpetuando ao máximo a derradeira infância

Já nós que nos indagamos a respeito da vida
Absorvemos o sentido que nos transborda
Tantas vezes silente e incontido
No leito dos nossos olhos
Sorte que as palavras que me nascem
Entre flores, pedras e rios
Secam os meus olhos d'agua
E fazem brotar de novo o riso contido
Que ainda ontem se escondia na minh'alma
Apesar disso, não quero me impor entendimentos
E nem me afogar nas interrogações
Passos precisos, olhos atentos nos passos da vida
Dobro a esquina e me preencho de ruas, avenidas e asfaltos
E é assim que sigo, brincando de hoje
Colhendo brisas, ventos, calmarias e tempestades
Se não fosse assim...que graça teria ela...a vida...

26 comentários:

  1. Bom dia, Élcio!
    Que bom seria se a vida fosse menos 'corrida' e tivéssemos de 'tempo' de contemplá-la com os olhos de uma criança: sem querer saber das cobranças do tempo que passa e levando a vida como numa brincadeira. Ser adulto cansa ...hunf!
    Te desejo um final de semana de criança!!!

    ResponderExcluir
  2. Verdade...a vida só tem graça qdo vivemos intensamente tanto as calmarias qto as tempestades e seguimos sem desanimar aproveitando todos os momentos...

    Bom fim de semana pra vc!

    ResponderExcluir
  3. gostei de passar aqui - boas energias
    obrigada pela visita aos universosquestionaveis
    bj

    ResponderExcluir
  4. Sol,pra vc hoje Elcio! quem tem sensibilidade tem!! não é?, os que não tem, aos poucos vão adquirindo, mas nem sempre são iguais aos quem nascem com ela, é a prova maior da genética....Hoje me sinto uma criança, assim como vc descreveu, sem saber do amanhã, vivo o hoje , presente nos meus sonhos e alegrias, hoje para mim tudo é festa, porque quero que meu coração ganhe uma carga nova de esperança, de alegria, estou fazendo vista grossa pra coisas que não são tão importantes, mas que as vezes fazemos importantes até demais, enfim meu lado criança está em festa, e feliz por ler vc nesta sexta feira de muito sol aqui....;)Obrigada por seu rico comentário em meu blog, como disse, sensibilidade é isso, não é preciso muitas palavras, pessoas com pensamentos bons e um coração assim como o seu sabem decifrar toda a continuidade de uma simples frase...bjos pra ti e um excelente final de semana.....;)

    ResponderExcluir
  5. "E é assim que sigo, brincando de hoje
    Colhendo brisas, ventos, calmarias e tempestades
    Se não fosse assim...que graça teria ela...a vida..."

    Então sigo contigo!

    Obrigada Elcio, por seu incentivo!

    Estou também numa fase complicada da faculdade...PROVAS!!!

    Um belíssimo final de semana para você e todos os seus familiares!

    Um abraço carinhoso

    ResponderExcluir
  6. Pois é Elcio, e sobrevivemos a segunda, terça....e já chegamos nessa sexta.

    Tento viver o presente, mas confesso estou sempre a sonhar o futuro, a programar, a querer...

    Seus poemas são fantásticamente fantásticos. Fico bobinha do lado de cá. rsrsr


    Fiquei curiosa para saber qual o tema do trabalho. Muito curiosa.
    beijo

    ResponderExcluir
  7. Seus poemas falam mais das coisas que sinto do que muitos livros que já li. Sempre tenho a sensação de "lugar comum" como se fosse minha casa. Sei lá. É muito humano e belo.

    Bjos, Elcio.

    ResponderExcluir
  8. Que bom que deu tudo cer na apresentação do trabalho. Vai meu amigo, vai lá...

    É sempre bom passar aqui, ler suas palavras, boas palavras.

    Tudo de bom.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  9. *Élcio, será por que corremos

    tanto; hein ?! (*Deus me

    livre !!! ).

    *Vim aqui te dar um "oi" e ler

    algum escrito teu !!!

    *Ótimo final de semana !!!

    *Fiques com Deus.

    *Beijosssssssssss.

    ResponderExcluir
  10. E ser poeta é poder ver peixes e o mar, estando em Minas...Ser poeta é dormir pouco prá conversar com a noite, as luas e as estrelas...

    Sonhar com um mundo melhor, de olhos abertos. É isto ser poeta...
    Ser Élcio é ser forte e amigo.
    É musicar belos poemas, enfrentar dissabores da vida e ainda ter forças prá 'brincar de hoje'

    Beijos em ti, amigo verseiro.

    Carinho,

    Mai

    ResponderExcluir
  11. Élcio, descobri o teu blog há pouco tempo...
    mas sério, considero-o muito bom, muito conteúdo!
    Convido para da sua visita no meu. Ainda sou uma criança nessa grande galáxia que é o mundo dos blogs, cada um do seu gênero...
    eis o endereço: ignacioalbuquerque.blogspot.com.
    Nas primeiras postagens do blog, ainda em 2008, tem alguns textos de minha autoria que gostaria que os avaliasse.
    Grato,abraços.

    ResponderExcluir
  12. "Apesar disso, não quero me impor entendimentos
    E nem me afogar nas interrogações..."

    Elcio, as palavras se transformam magia na ponta de sua caneta, ou no teclado do seu pc...rs
    É que ao ler vc, fico enfeitiçada... E volto, releio, e cada vez acho mais lindo!

    Bom final de semana!


    Beijos e carinhos!

    ResponderExcluir
  13. Seria ótimo se a vida fosse menos corrida, se tivéssemos mais tempo de disposição para admirar contemplar as suas belezas...

    Elcio, o Zeca que faz aniversário hoje é o do Janelas do Zeca (http://janelasdozeca1.blogspot.com/)

    Beijão!
    Tenha um ótimo final de semana!

    ResponderExcluir
  14. Meu amigo poeta, você fez eu viajar notempo com a tua poesia. Abraço

    Ao poeta a luz,
    a ternura, a beleza,
    a vida a ode,
    pura poesia...

    ResponderExcluir
  15. Este tempo que nao pára para que possamos com viver com mais calma ...

    Ótimo texto!

    Não se esqueça hoje da hora do planeta...

    Eu vou dar o meu voto. E você?

    Abraços,
    Fatima

    ResponderExcluir
  16. Elcio não te disse que passava por aqui, e pode ficar ciente de que não será a única vez...adorei não só esse mas todos os seus poemas...vá longe, vc é demais e tenho certeza que tem guardado nesse mundo um grande espaço pra ti.

    Ah não se esqueça de me mandar as fotos hein...grande beijo!

    ResponderExcluir
  17. Olá Èlcio,
    parabéns pela defesa dos projetos, esta fase é bem corrida mesmo.
    E parabéns pelo belo poema
    Abraços,
    Crisfonseca

    ResponderExcluir
  18. Então querido poeta seja um eterno brincante para que o ontem não lhe roube o hoje e não te antecipa o amanhã. Abçs.

    ResponderExcluir
  19. Vida intensa, sempre!!!
    Lindo post, Élcio, querido. Quanta sensibilidade...
    Estive um pouco ausente daqui, mas virei com mais frequencia, até porque adoro o seu blog!
    Bjs e excelente domingo!

    ResponderExcluir
  20. sensibilidade é o que não falta aqui. E sucesso prá ti no trabalho.
    Beijos com carinho
    Cleo

    ResponderExcluir
  21. __________________________________

    ...é isso!

    Viver todos os segundo atentamente, seja lá o que for...

    Um bonito poema!!!

    Beijos no coração...

    ________________________________

    ResponderExcluir
  22. Nos olhos das crianças reside a esperança, somos ingênuos. Quando crescemos, alguns se tornam sisudos, perdem o que de belo há na vida; outros, e aqui me enquandro e acho que você também, guardam um pouco dessa "ingenuidade", desse algo criança, que nos faz produzir poemas, sorrir andando nas ruas.
    Élcio, você é um poeta de primeira linha.
    vim aqui para dizer-lhe que no Galeria, resenhei Morte em Veneza e apresento as pinturas de Ivan Vassilev. Espero por você. Não precisa ler tudo, leia o meu poema e comente.
    Um abraço,
    Renata

    ResponderExcluir
  23. Uauuu,
    adormeci em teu verseiro,que delicia!
    \muita luz em teu universo

    beijos,

    ResponderExcluir

Semeando