domingo, 15 de março de 2009

NA PELE DO LOBO





BLOGAGEM COLETIVA: BLOG TERTÚLIAS VIRTUAIS
http://tervirtual.blogspot.com/
TEMA: DESEJO

O MEU DESEJO É QUE EU JAMAIS POSSA DAR VAZÃO AS PALAVRAS EXPOSTAS NESTE MEU POEMA DOIDO DE PEDRA...RSRS
UM ABRAÇO NA ALMA DE TODOS...E UM DOMINGO PRÁ LÁ DE BOM E PROVEITOSO. SUCESSO PARA A BLOGAGEM COLETIVA...VALEUUUUUU! DEIXA EU ESTUDAR...TRABALHO...TRABALHO...TRABALHO...


NA PELE DO LOBO

HOJE ACORDEI SEM LUCIDEZ, VESTI SEM REMORSO A PELE
DO LOBO
SOU CRIA DA CORRUPÇÃO E DOS MAUS POLÍTICOS
SOU NETO DOS PORÕES DA DITADURA,
SOU FILHO DOS MAUS TRATOS E DAS FEBENS
REFÉM DAS DROGAS E DA DESESPERANÇA
PERDI O SILÊNCIO DOS MONGES TIBETANOS
PERDI A MANSIDÃO, A GENTILEZA E A SOLIDARIEDADE.
VAGUEI PELAS RUAS SEM MEDO E SEM DESTINO
E SEM RUMO VOMITEI A BÍLIS DA INCERTEZA
DESENTERREI EM MIM AS SOMBRAS
COBRI-ME COM O VÉU DA LOUCURA
TOMEI E SENTI O FEL COMO SE FOSSE DOCE
ARRANQUEI DAS ENTRANHAS O AMOR, NAUFRAGUEI MEUS INSTINTOS,
TORCI O NARIZ E REJEITEI QUALQUER FORMA DE CARINHO
LIBERTEI O GRITO ENTALADO E EXPLODI MEUS SONHOS
E NA CORAGEM DA FRAQUEZA VIREI MEU PRÓPRIO CARRASCO
ENCURRALEI MEUS MEDOS E OS DESPI SEM AVISO PRÉVIO
DEIXEI-OS ORFÃOS, SEM SEGURO, SEM FGTS E SEM PLANO
DE SAÚDE.
RASGUEI AS CERTEZAS, JOGUEI-AS NO VASO E DEI DESCARGA.
SOLTEI AS MINHAS AMARRAS, MINHAS GARRAS, MINHA FÚRIA.
CUSPI FAGULHAS FEITAS DE RAIVA E INTOLERÂNCIA
LARGUEI A PACIÊNCIA NAS FOSSAS QUE ENCONTREI PELO
CAMINHO
ARRANQUEI MEUS OLHARES DE PENA, TIVE ÓDIO E TAMBÉM A
CÓLERA.
SOQUEI RAIVOSO O QUE DE MIM ERA HUMILDADE E SORRI PRA
IGNORÂNCIA
ABRACEI O DEBOCHE, A MENTIRA, A INTOLERÂNCIA E A FALSIDADE.
BEIJEI OS ESPINHOS, DESPETALEI AS ROSAS, ARRANQUEI AS
FOLHAS.
REJEITEI ABRAÇOS, APERTOS DE MÃOS, OLHARES E AJUDA,
CAÍ NAS GRAÇAS DA DESGRAÇA, CAI NAS GRAÇAS DO SEM
GRAÇA.
FORJEI MINHAS MALDADES NO FOGO DA LUXÚRIA
E NAS LABAREDAS DO INCOMPREENSÍVEL
SENTI INVEJA, PODRIDÃO, MATEI E ROUBEI.
SOU CAPACHO DO MEU EGO, TRAÍ MEUS SENTIMENTOS.
AFOGUEI O MEU PERDÃO, MEU CORAÇÃO E A MINHA ALMA.
ASSASSINEI, IGNOREI E AGREDI SORRINDO COM ALEGRIA
TRIPUDIEI DIANTE A INOCÊNCIA, A SENSIBILIDADE E A ESPERANÇA,
AGORA SOU UM ABUTRE, NA ESPREITA POR OUTRAS VÍTIMAS,
E VIVO ARROTANDO PALAVRAS FÉTIDAS E IMPRÓPRIAS.
SOU ESPERA, SOU O RESTO DO RESTO, DO MEU PRÓPRIO
RESTO,
SOU A ESCASSEZ DOS BONS SENTIMENTOS...
SOU O QUE ENVERGONHA, SOU O CAOS DA SOCIEDADE,
SOU PÓLVORA, FOGO E TAMBÉM PAVIO...

PARA NÃO FICAR MUITO PESADO, DEIXO ESTA DO VITOR HUGO, QUE É SHOW DE BOLA...

DESEJO
Victor Hugo

Desejo, primeiro, que você ame,
e que, amando, também seja amado.
E que se não for, seja breve em esquecere
esquecendo não guarde mágoa.
Desejo, pois, que não seja assim,
mas se for, saiba ser sem desesperar.
Desejo também que você tenha amigos
que, mesmo maus e inconsequentes,
sejam corajosos e fiéis,
e que pelo menos em um deles
você possa confiar sem duvidar.
E porque a vida é assim,
desejo ainda que você tenha inimigos,
nem muitos, nem poucos,
mas na medida exata para que,
algumas vezes,você se interpele a respeito
de suas próprias certezas.
E que, entre eles,
haja pelo menos um que seja justo,
para que você não se sinta demasiado seguro.
Desejo, depois, que você seja útil,
mas não insubstituível.
E que nos maus momentos,
quando não restar mais nada,
essa utilidade seja suficiente
para manter você de pé.
Desejo ainda que você seja tolerante,
não com os que erram pouco,
porque isso é fácil,
mas com os que erram muito
e irremediavelmente,
e que fazendo bom uso dessa tolerância,
você sirva de exemplo aos outros.
Desejo que você, sendo jovem,
não amadureça depressa demais,
e que, sendo maduro,
não insista em rejuvenescer,
e que, sendo velho,
não se dedique ao desespero.
Porque cada idade tem o seu prazer
e a sua dor e
é preciso deixar que eles
escorram por entre nós.
Desejo por sinal que você seja triste.
não o ano todo,
mas apenas um dia.
Mas que nesse dia descubra
que o riso diário é bom,
o riso habitual é insosso
e o riso constante é insano.
Desejo que você descubra,
com a máxima urgëncia,
acima e a despeito de tudo,
que existem oprimidos,
injustiçados e infelizes,
e que estão à sua volta.
Desejo ainda que você afague um gato,
alimente um cuco
e ouça o joão-de-barro
erguer triunfante o seu canto matinal,
porque, assim, você se sentirá bem por nada.
Desejo também que você plante uma semente,
por mais minúscula que seja,
e acompenhe o seu crescimento,
para que você saiba de quantas
muitas vidas é feita uma árvore.
Desejo, outro ssim,
que você tenha dinheiro,
porque é preciso ser prático.
E que pelo menos uma vez por ano
coloque um pouco delena sua frente
e diga "isso é meu",
só para que fique bem claro
quem é o dono de quem.
Desejo também que nenhum
de seus afetos morra,
por ele e por você,mas que se morrer,
você possa chorar sem se lamentar,
sofrer e sem se culpar.
Desejo por fim que você,
sendo um homem,
tenha uma boa mulher,
e que, sendo uma mulher,
tenha um bom homem
e que se amem hoje,
amanhã e no dia seguinte,
e quando estiverem exaustos e sorridentes,
ainda haja amor para recomeçar.
E se tudo isso acontecer,
não tenho mais a te desejar.

BONITO DEMAIS...VALEUUUUUU!

28 comentários:

  1. Arrepiante este texto, amigo!!!
    Maravilhoso!
    Confesso a ti que, às vezes, penso da mesma maneira, em 1ª pessoa... Seres humanos, temos direitos...
    Abraço.
    Bom domingo!

    ResponderExcluir
  2. Caro Élcio!

    Estarrecedor esse desabafo em forma de poema,

    um desejo em forma de grito, de protesto,

    Só não me surpreendo porque tenho constatado sua versatilidade nas palavras,

    muito bom, amigo!


    lindo domingo!



    (e não estude tanto, viu?! apenas o suficiente)

    ResponderExcluir
  3. Que você realmente não dê vazão as suas palavras. Um primor de escrita.

    Relendo e analisando percebo que temos muitos desses sentimentos, mas ainda bem, que na maioria dos seres humanos são controláveis, não são todos de uma vez. Embora uma parcela chegue a esse nível. É lamentável, triste e assustador.

    Mas, por outro lado, ainda me deixando levar pelo encanto das suas palavras começo a verificar que mesmo diante da crueldade que poderia se tornar esse lobo, consigo extrair frases do texto, que em outro contexto são necessárias e ajudam muito para nos tornamos melhor.


    Sem lucidez
    Vomitar a bílis da incerteza
    Desenterrei em mim as sombras
    Encurralei meus medos e os despi
    Rasguei as certezas

    Aplausos!!!

    ResponderExcluir
  4. Se todos tivessem a oportunidade de vivenciar o que Victor Hugo deseja, nessa mata chamada vida, não teria tantos lobos, não teria os excluídos, os mal amados.

    E volta no texto de Victor Hugo a questão de questionar as certezas.

    Quantas certezas e verdades levamos vida afora, até atrapalhando a felicidade, o amor, o bem-estar, a paz?

    As vezes é preciso "rasgar as certezas", questionar o inquestionável, desmarcarar as nossas verdades, que nos enfiaram de goela abaixo, para vomitar as incertezas e as sombras e sermos nós, despido dos outros que nos compõe e sem medo de ser feliz.


    ( homem de Deus, falei demais rsrs)

    beijo

    ResponderExcluir
  5. Oi, Elcio, passando pra deixar um beijo. Parabéns pelo poema. Não se pode conhecer a si ignorando o mundo que compomos... Adorei os outros posts também..especialmente o "Solidariedade" :-) Beijocas, bom domingo!

    ResponderExcluir
  6. Elcio,

    muito boa sua participação nesta TERTÚLIA. Somos quatro agora a usar o poema do Victor!É muito bom , mesmo!
    Obrigado por ter participado, e SEGUIR o Varal

    Forte abraço

    ResponderExcluir
  7. Estarrecedor!
    Que loucos desejos!
    Mas o contraponto de Victor Hugo consegue amenizar a dureza do primeiro...


    Beijos, querido amigo!

    ResponderExcluir
  8. Muito bom, uma delícia de texto, expresso em desejos, os falados e os sentidos.

    Bom domingo pra ti.

    Chris

    ResponderExcluir
  9. Que magnifico... a forma como expressou ganha vida ao lermos...

    Fechou com a doçura do texto de Vitor Hugo...

    Uma postagem digna de aplausos.

    Parabéns Poeta Elcio...desejo uma semana rica em dádivas para o seu coração!

    Um abraço carinhoso

    ResponderExcluir
  10. Infelizmente nao posso dizer quee estes nao seja o desejo de muitos. Pior é que a vida de muitos sao assim.

    Texto de arrepiar...

    ResponderExcluir
  11. Doido de pedra???
    Porque???
    Pra mim faz todo sentido!!
    Um pouco revoltado talvez, mas maluco nunca!!!

    E Vitor Hugo é sem comentarios, né???

    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Elcio, só uma pequena observação sobre o que comentou em meu blog...
    Se voasse palavras para todo lado, eu lá estaria para catá-las, uma a uma...rs

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  13. *Élcio, gostei desta foto do *Lobo

    que se veste de cordeiro !!!

    *Boaaaaaaaaaaaaaaaaaa !!!

    *Ótima semana !!!

    *Beijosssssssssssss.

    ResponderExcluir
  14. Oi Élcio, ainda bem que é só um poema, forte, rasgando a carne e a alma desejando que mesmo cicatrizes sejam novamente abertas deixando expostas as sombras que carregamos.
    Mas o poema de Vitor Hugo traz a leveza.

    Adorei, parabéns.
    Beijos carinhosos e obrigada pela visita.
    Cleo

    ResponderExcluir
  15. _________________________________

    Realmente, um poema forte! Mas, desvestiu fielmente a pele de cordeiro... Muito bom!

    Beijos de luz e uma semana muito feliz, Élcio!!!

    _________________________________

    ResponderExcluir
  16. Ali você expressa seus desejos primitivos.

    Acho que todos já passaram por isso.

    Agora, realmente devemos desejar não realizá-los.

    Abraços

    ResponderExcluir
  17. caracas, amigo!! que maravilha de texto... amei de paixão... ou desejo...rrsrsrsrs
    bela participação desta blogagem coletiva!!!!

    abraços

    ResponderExcluir
  18. http://deliriosdasborboletas.blogspot.com/



    Coração que bate-bate...

    Antes deixes de bater!

    Só num relógio é que as horas

    Vão passando sem sofrer.

    [Mário Quintana]

    ResponderExcluir
  19. Elcio!!!
    Que força de texto?
    Da um perfeito exto pra teatro,ate imaginei a cena...
    sou diretora artistica, senti ate um comixão .
    Adorei acordar hoje ir irpra minhas visitas e ser agraciada por esse texto!!!
    Linda semana !!!
    Bjins entre sonhos e delírios

    ResponderExcluir
  20. Arrepiante su texto!!!
    Maravilhos sua postagem!!!

    Beijos
    tenha uma ótima semana

    ResponderExcluir
  21. Eu gostei do poema doido de pedra. Gosto de tudo que não é lúcido. Se bem que nunca li um poema lúcido. Falam sempre ao contrário ou são mais alegres que a gente consegue ser. É o primeiro poema seu que vejo o poeta dando gritos ao invés de acariciar.

    E você deixou uma pergunta no meu blog. Eu também tenho essa sensação. Os lugares crescem e eu fico menor. Ou os lugares continuam da mesma forma. É isso.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  22. Obrigada Poeta por suas palavras... o bom da poesia é que nelas podemos soltar a imaginação!

    Tenhas uma semana muito especial!

    Um abraço com o meu carinho

    ResponderExcluir
  23. Nos vastos arejados
    Campos do meu ser
    Corre a sombra de uma voz
    Pelos prados da mente…
    Entre montes de razões
    E rochedos do enlouquecer
    Suplica a conflituosa
    Tentação inconsciente…

    Grato pelo
    Belo comentário
    No meu blogue…
    Aproveito para desejar
    Uma agradável semana!

    Bem-haja!

    O eterno abraço…

    -MANZAS-

    ResponderExcluir
  24. Culpado sou eu, não disse nada, fiquei aqui sentado sem reagir, não bradei me escondi. Eu devo isso ao mundo, sou decendente da escória, culpado portanto.
    Esta foi a mais bonita e verdadeira blogagem da série coletiva que vi. Abraço amigo Elcio
    sou muito fã.

    ResponderExcluir
  25. Olá Elcio,

    Obrigada pela tua visita ao meu blog! Tenho andado “ausente” aqui do teu espaço (com muita pena minha) porque estou muito, muito ocupada com o trabalho (sou professora) e com um projecto de investigação que estou a fazer (na universidade). Prometo voltar daqui a dias para uma leitura ATENTA aos teus poemas! As férias da Páscoa estão à porta …

    Até lá deixo – te um grande abraço,
    Carla

    ResponderExcluir
  26. sentimentos que muitos de nós temos
    ficou muito bom
    Bj

    ResponderExcluir

Semeando