domingo, 19 de abril de 2009

E que tudo isso seja uma enorme mentira



E que tudo isso seja uma enorme mentira

Hoje não me cabe mais tanta estranheza
Nenhum delírio e tampouco qualquer surpresa
O proferir das palavras ainda é um mistério
No entanto, elas não me escondem segredos
É que se perderam dentro de um mesmo labirinto
E apesar de se encontrarem em cada esquina
Não conseguem adiar tanto desencontro
Algumas até se acomodaram nos poemas
E lá adormeceram adolescentes nos braços da poesia
Ao perceberem tanto carinho e ternura
Outras jamais abriram os olhos e ainda sonham
Contudo, não as quero assim, apenas ilusão
Prefiro ser então contraditório
Caso o não significado da palavra persista
Ao contornar-me tão indiferentemente sem sentido
Portanto, a contragosto...
Que eu me torne brisa e não mais ventania
Que eu me encontre na platéia e não no palco
Que eu me afogue em gotas e não mais no mar
Que eu seja acaso e não somente escolha
Que eu me faça espera ao invés de busca
Que eu me abasteça de razões e me despeça da emoção
Que eu seja silêncio e não mais palavra
Que eu seja então metade e não mais inteiro
Para que um dia, isso tudo seja uma enorme mentira
Para que eu continue vida, terra e água
Para que eu permaneça intenso, sol e chuva
Para que eu seja eu mesmo, erros e acertos
E jamais mais me adie

24 comentários:

  1. Que lindo Elcio...
    Na junção das palavras a beleza do existir...

    Voltarei sempre sim.
    Boa semana.

    ResponderExcluir
  2. Então o fogo se acenderá de todas as palavras e fará arder o amor em círio alto e formoso para que se aviste a fonte e o jardim aos pés da poesia. Ah, viver...

    Abraço.

    ResponderExcluir
  3. Difícil ser razão quando tudo que sentimos (e nos move)é emoção!

    Lindo texto!

    Abraço

    ResponderExcluir
  4. Adorei este poema!! Em crescendo e excelente...muitos beijos.

    ResponderExcluir
  5. Mas sabes, amigo. Para quem é Poeta e sensível como és, talvez em momentos sejamos um pouco menos mas, em algum instante nós nos estranharemos.

    Que te aqueça o coração e que ames, muito e mais e mais frutos de teu verseiro, ganhem as telas e os papéis ou inversamente desde que partilhes conosco.

    Muito carinho,

    mai

    ResponderExcluir
  6. Lindo!
    E mais essa frase:
    "Que eu me faça espera ao invés de busca"

    Beijos Tempestuosos!

    ResponderExcluir
  7. Poeta Elcio...
    que maravilha!
    Sabe que escreveste tudo que eu precisava ler?

    A fase não tem sido muito boa...mas não perco nunca a fé em dias melhores!

    Tenha uma semana repleta de dádivas.
    Deixo um beijo carinhoso

    ResponderExcluir
  8. Olá

    Cheguei aqui por via do Tossan, que me mostrou um poema lindo, feito por si.
    Você escreve magistralmente, quanta profunda e intensidade a sua escrita. Bem haja!

    Sendo a vida tão intensa, sendo nós erros e acertos e a palavra, sim a palavra, esse imenso universo onde tudo nos é permitido. A nossa palavra, a nossa ilusão, a nossa verdade, a nossa loucura!

    Gostei deveras de tudo isso aqui!

    Um abraço

    ResponderExcluir
  9. Elcio o importante mesmo é que a nossa emoção sobreviva e com pelo menos um pouco de poesia bela como a sua. Abraço

    ResponderExcluir
  10. VERSEIRO, lindo nome você deu ao seu espaço literario, foi muito feliz na escolha.
    E lendo sua poesia a gente sente a onde foi urdindo essa beleza da sua alma, meus cumprimentos, serei uma seguidora deste recanto lindo,
    Efigênia

    ResponderExcluir
  11. Élcio tive a sensação de já ter lido. Até porque achei que escrevi algo a partir do ter lido.

    "Que eu me torne brisa e não mais ventania"...

    Vou reler com calma, o estar viajando me dá a sensação de estar mais longe de todos vocês, a emoção não pode se emocionar, não escrevo a minha emoção a partir do que leio...

    Chegando em casa quero tempo para viajar nos blogs, e o seu é sempre uma viagem especial, com paradas em algumas estações, descer de mim, me encontrar e abraçar a minha própria emoção, que chega em mim vestida com as suas.

    beijo

    ResponderExcluir
  12. Élcio, nunca coloquei o que escrevi, porque roubei palavras suas. Sim, que bom que me lembrou o poema, porque fico inquieta e mesmo que tivesse em casa as vezes não encontro onde salvei.
    Agora reli.
    "Para que um dia, isso tudo seja uma enorme mentira
    Para que eu continue vida, terra e água
    Para que eu permaneça intenso, sol e chuva
    Para que eu seja eu mesmo, erros e acertos
    E jamais mais me adie"

    Lindo.
    Que todos os seres humanos pudessom ser assim, que ninguém se adie, não se esqueça, não se abandone.
    E você me passa essa busca do querer ser inteiro sempre.

    um bom feriado, da forma que seja bom para você.

    ResponderExcluir
  13. Elcio, este seu Verseiro é maravilhoso, inspirador. Vou acompanhá-lo para inspirar-me mais...

    Obrigada por sua visita, pela poesia linda. Minas não é o meu estado de nascimento, mas tem lá um pedaço de meu coração desde épocas remotas, como comentei no blog da Tatiana, Certas Canções me levam para séculos atrás em busca de algo que nem eu mesma sei... E sua poesia conseguiu me transportar para Minas com leveza.

    Seja sempre bem vindo, meu amigo!

    bjs
    Perséfone

    ResponderExcluir
  14. Primeiro deixa eu pensar no que escrever, é tão lindo, tão lindo que eu não consigo encontrar palavras para fazer um comentário a altura...(não estou sendo piegas, falo de coração), é que li, reli..suspirei...qta sensibilidade!Tomei uma parte deste poema pra mim...rs e nem pedi sua autorização heim!...rs que é esta:

    "O proferir das palavras ainda é um mistério
    No entanto, elas não me escondem segredos
    É que se perderam dentro de um mesmo labirinto
    E apesar de se encontrarem em cada esquina
    Não conseguem adiar tanto desencontro
    Algumas até se acomodaram nos poemas
    E lá adormeceram adolescentes nos braços da poesia"

    Se todas pessoas soubessem realmente o poder que tem uma só palavra, com certeza a usariam com mais propriedade...e tbm com esta sensibilidade toda que encontro aqui...;)

    Bjos pra ti e ótimo fim de feriado....

    ResponderExcluir
  15. Meu Deus! Como está frondoso o pé de versos. Vim colher alguns e eis que encontro uma obra prima!
    Fica com meu abraço fraterno, Elcio.

    ResponderExcluir
  16. Olá meu queriod amigo poeta.
    esse seu verseiro é tudo de bom em nossos dias.
    Um conjunto de palavras aonde traduzes a pureza de sua alma.
    Lindo e iluminado poema.
    Parabéns, meu amigo.
    Uma semana abençoada por Deus.
    muita paz,amor e luz.
    beijinhos doces, meu amigo.
    Regina coeli.

    ResponderExcluir
  17. "Que eu me abasteça de razões e me despeça da emoção..."
    Isso é tudo que estou precisando!
    Trancar a emoção em algum porão e jogar a chave fora!

    Élcio, elogiá-lo seria chover no molhado...rs
    Há momentos em que os adjetivos fogem...
    Vc é maravilhoso com as palavras!

    Obrigada por seu carinho, lá no meu cantinho...


    Beijops avassaladores!

    ResponderExcluir
  18. Depois de te ler aqui com certeza hoje estarei encantada o dia todo. Lindo demais.
    Beijos com carinho.
    Cleo

    ResponderExcluir
  19. É um belo poema-oração. Poetas são os seres mais humanos que posso imaginar. Poetas e crianças.

    E adorei a foto no outro post, Elcio. Nada melhor do que ter amigos por perto.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  20. Concluiu com chave de ouro, viu.rs
    Todo o poema é lindo mas "E jamais me adie" foi de uma sabedoria e beleza ímpar!!!!
    Um abraço

    ResponderExcluir
  21. Gostei das palavras e da poesia...AS pessoas cansadas de buscar preferem fechar os olhos e imaginar.O medo do sofrimento faz isso.Infelizmente.

    Tenho nova postagem...

    Beijinhos

    Maria

    ResponderExcluir
  22. Cada amigo que conquistamos,
    é uma flor no jardim da nossa vida, porque amizade se conquista aos poucos ao dia a dia regando-as.
    A palavra é pra lembrar a você que estou presente sempre e te desejo saúde. Mesmo distante.
    E mostrar pra você, que sua amizade é importante pra mim! Mesmo que seja virtual, distante e sempre com bons poemas e fotos. A como este que nos apresenta. Abraço

    ResponderExcluir

Semeando