sábado, 9 de maio de 2009

GRÁVIDO

Olá pessoal, desculpa a ausência, mas, nada mais nada menos que 9 trabalhos para serem entregues até o dia 06 de junho. Pedreira...rsrs...mas hoje quero tirar o atraso.

Grávido foi feito para um homem...calma...não é nada disso que vocês estão pensando...
Em meu trabalho conheci uma colega que passou por uma grande provação na vida, perdeu seu dois filhos ainda muito novinhos devido a uma doença rara. Um com 11 meses e o outro com um ano e quatro meses.
Ao conversar com o esposo dela, ele me disse assim meio que brincando que não queria engravidar mais, que tinha medo da dor, da saudade e da paixão que tudo isso ocasionou dentro deles. E me falou isso com humor, mas de certa forma para segurar a lágrima e a emoção...para disfarçar o sentimento. Um dia eles me mostraram fotos, as roupas dos bebês e tudo que de certa forma os fazia sentir a presença dos filhos perdidos.
No segundo filho venderam quase tudo que tinham em busca da cura, mas em vão...
Venderam carro, ele abandonou o emprego para pegar o FGTS, venderam também uma outra casa que tinham...enfim...tentaram de tudo.
Hoje de vez em quando encontro com eles, a vida seguiu...ela quer engravidar, pois tem uma força enorme dentro da alma, ele ainda tem receios...bem...GRÁVIDO nasceu assim, numa conversa, enquanto eu trabalhava, eu ia escrevendo ao mesmo tempo...pois a emoção não saía de mim. E eu precisava escrever...

FELIZ DIA DAS MÃES PARA TODO MUNDO, AFINAL TODOS NÓS TEMOS UM POUCO DE MÃE DENTRO DA GENTE...


Domingo, 17 de Agosto de 2008

Omkari Panwar, a mãe mais velha do mundo, dá a luz a gêmeos aos 70 anos








GRÁVIDO

ENCONTREI NOS PORÕES DA ALMA
UM BAÚ REPLETO DE SENTIMENTOS
E DENTRO DELE UM RELICÁRIO
CONTENDO AS RETICÊNCIAS
DE MEUS VERSOS INACABADOS
NUM CANTINHO ESCONDIDO
UM APANHADO DE PALAVRAS
DESORDENADAS E SEM SENTIDO
QUE AGITAVAM MEU AFLITO CORAÇÃO
ENQUANTO QUE SUBMERSOS NA POEIRA
AINDA SOBREVIVIAM SUFOCADOS
MEUS PONTOS DE INTERROGAÇÃO

JÁ NO SÓTÃO DE MINHA ALMA
CONTOS E POEMAS ENGAVETADOS
IAM SENDO CARINHOSAMENTE AFAGADOS
PELAS MÃOS DA MINHA IMAGINAÇÃO
ENQUANTO RESTOS DE RIMAS IMPACIENTES
SUSPIRAVAM MEIO QUE PERDIDAS
A PROCURAR PELA PRÓPRIA ILUSÃO
JÁ QUE REFÉNS DAS MINHAS ENTRANHAS
FECUNDAVAM EM MIM SONHOS E DESEJOS
COMO SE POSSÍVEL AINDA FOSSE
ENGRAVIDAR-ME NOVAMENTE
DA SAUDADE E DA PAIXÃO








ESTA É UMA DAS MELHORES MÃES DO MUNDO, ASSIM COMO A DE VOCÊS TAMBÉM...RSRS

UM ABRAÇO NA ALMA...VALEUUUUU...FELIZ DIA DAS MÃES...

27 comentários:

  1. Oi Elcio, já publiquei o teu poema está na postagem do filme O Corvo tem a ver com a frase do filme, como pensei que tu iria ficar um tempo sem aparecer eu resolvi postar espero que tu não se importe.
    Sobre que acabei que ler também conheci um casal que perdeu sua única filha de 3 anos, mas estão pensando em mais tarde ter outro filho a vida segue e a gente tem que seguir com ela.
    Parabéns pela postagem ficou ótima as imagens e a tua foto.
    Em relação ao que tu falou sobre escrever eu até pensei nisso, mais preciso ter inspiração mais quem sabe eu posso tentar nada é impossível né?
    Sobre os gêneros de filmes de Terror e Suspense gosto muito, morria de medo quando era mais nova agora assisto numa boa.

    Abraços e ótimo sábado.


    Luciana

    ResponderExcluir
  2. Élcio
    Vir aqui é sempre ter que lidar com muitas emoções. Mãe, a minha, a sua, o seu carinho por ela, a história do seus amigos, a questão de perder filhos, superação, sonhos, dor, eu mãe, medos das perdas, o seu poema belíssimo, a sua sensibilidade e sua emoção.


    (o tal jornalista que adoro ler conta histórias desse tipo que você contou aqui. Histórias de vida.)

    abraços na alma retribuidos, e sempre emocionados.

    ResponderExcluir
  3. Nossa, que história! Que lição esta do seu amigo! Fiquei com os olhos marejados, com uma vontade de abraçar esse casal e de admirar ainda mais pela força que eles têm, pelo amor evidente...
    Linda a sua homenagem! Lindo poema!
    Se você me permitir, gostaria de postar seu poema em meu blog...
    É um marco!
    Bjs e bom fim de semana!
    Ah, Feliz Dia das Mães às mulheres da sua vida!

    ResponderExcluir
  4. Receita

    Separe a útopia
    muito amor e paixão
    em dose desigual,
    coloque um pouco de real
    dentro de cada uma e misture,
    Não beba, deguste-a...
    E não desista nunca!
    tossan

    Elcio, belo exemplo, mesmo com o sofrimento a vida tem que ser vivida. Lindo poema dos porões da tua alma! Feliz dia das mães que é todos os dias. Beija a tua que eu beijo a minha. Anida bem que podemos. Abraço

    ResponderExcluir
  5. Querido Élcio. Triste realmente a história do casal que perdeu dois filhos, sendo que perder um só já é uma enorme infelicidade!
    Eu, nessa data de comemoração de mães, vivo sempre com o choro preso por um fio...Tenho um filhinho "excepcional" ou "especial" como dizem...E fico particularmente mexida quando há referência a mães e filhos...
    Você me parece uma pessoa sensível e humana, e eu gostei de ler "Grávido", porque é como imagino a interioridade de poetas e seres predestinados à paixão, como você.
    Sua mãe é linda!
    A minha mãe, também...com seus 89 aninhos!
    Deixo um abraço para sua mãe, que deve ser feliz e "sortuda" por ter gerado um filho como você! rs
    Deixo um super abraço também para você.
    Dora

    ResponderExcluir
  6. Lindo post! Cheio de palavras, imagens e sentimentos.

    Bjos

    ResponderExcluir
  7. Olá, Elcio
    Obrigada pela visita! Volte sempre.
    E um feliz dia das mães para sua mamãe também!
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  8. Querido Élcio, ouso dizer que vc também engravida e pari lindos versos como os do poema, e emociona. Qdo minha esposa nas três gravidez que teve, eu conjugava: nós estamos grávidos e senti tanto qto ela o aborto do que seria nosso segundo filho. Qto ao esquecimento, se eu lhe disser que uma vez na casa de um cunhado, após, juro, duas cervejas, esqueci minha esposa e só vim a lembrar qdo estava virando a primeira esquina com o carro, e depois rimos tanto. Um abraço caro Élcio.

    ResponderExcluir
  9. ...aqui é sempre gratificante
    passear.
    emoções sempre à postos.

    que linda sua mamy...

    beijos aos dois...

    ResponderExcluir
  10. Obrigada Elcio!
    Desejo para a sua mãe também um dia repleto de dádivas!

    Linda homenagem para as mães!

    Esses dias não foram os melhores para mim estou adoentada e ainda a base de remédios...

    Não estou vendo muita melhora!


    Um abraço carinhoso

    ResponderExcluir
  11. *
    grávido,
    de palavras
    e de sentimentos,
    de ti,
    . . . fiquei . . .
    ,
    profundo post,
    que nos deixas,
    ,
    saudações,
    ,
    *

    ResponderExcluir
  12. Hoje é dia mundial do amor incondicional!!!
    A vida é assim, uma lástima, nos prega peças que nenhum ser humano deveria passar. Mas como costumo oubir por aí, Deus não nos coloca nos ombros uma cruz que não conseguimos carregar.
    Me emocionei com a história de seus amigos. Muito.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Penso que nenhuns pais deveriam passar pela experiência de perder o seu filho.
    Se eles voltarem a ser pais que os anjos esteja com esse casal e com o rebento.
    bom dia das mães para todas elas
    beijos

    ResponderExcluir
  14. Oi Élcio, conheço um casal assim, e não tem como não se emocionar com tudo isso ao ler sua narração...O Poema é lindo, não poderia ser diferente , pois tudo que escreve dá pra sentir que vem do coração...;)

    Adorei a foto, parabéns , Meu Feliz Dia das Mães pra vc, pra sua Mãe , enfim como vc disse pra todos nós que temos um pouco de mãe dentro da gente...postei uma foto com a minha tbm, que é minha´ paixão eterna....;)

    Bjos pra ti, ótima semana


    P.S: Sobre Espelhos de Clarice (em resumo) quer dizer:

    Nos Espelhos enxergamos tudo aquilo que muitas vezes escondemos de nós mesmos reflexos de uma vida , Capice?rsrs...*

    ResponderExcluir
  15. que lindo elcio,linda sua mamãe!
    um bjo pra vcs dois!

    ResponderExcluir
  16. Oie! Adorei "Grávido". Todos nós sempre estamos grávidos, não é? Alguns filhos nascem, outros perdemos... e por mais que a gente sofra, sempre engravidamos de novo de novos filhos-sonhos.
    Adorei a foto da cadela com os filhotes de tigre. Lindos!
    Ótima semana pra vc, cheia de partos felizes... rs.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  17. Élcio, que bela "cria" a sua...
    Se consegues vasculhar os porôes da alma e criar tão belo poema!
    Realmente é uma triste história... História de superação, porque deve ser alucinante a dor da perda de um filho, imagina dois!

    A tua sensibilidade é um encanto!
    Linda foto com a mamãe... Adorei!

    Obrigada, a mamãe aqui fica feliz com sua homenagem...


    Beijos na alma!

    ResponderExcluir
  18. Acredito Deus escolhe as pessoas mais fortes, as mais corajosas e lutadoras para cumprir o seu plano. É o caso dessa sua conhecida.

    Minha mae já está no céu mas evidente que parte dela vive em mim.

    Adorei a foto com a sua, carinhoso filho.

    ResponderExcluir
  19. Nossa, Elcio, que post mais lindo! Comoveu-me a história do casal, em seguida as fotos, depois o seu poema, lindíssimo, um tributo à sua mãe, que fecha o post numa foto muito simpática. Fiquei com os olhos rasos d´água.
    Sei que você não tem tempo para ler os meus posts no Galeria, assim como não tempo tempo para comentar os seus poemas day by day.
    Mas eu queria que vc apreciasse este post, não pelo filme que não é nenhuma maravilha, mas pelo meu poema, os meus selos personalizados, e as rosas que lhe ofereço. É só ir lá e pegar. Se não quiser ler o poema, que é curto, nem precisa. Mas pegue os selos e a sua rosa.
    Um beijo,
    Renata
    PS: Também tive um filho que perdi. Ele tinha apenas 3 anos de idade. Não sei como sobrevivi.

    ResponderExcluir
  20. Linda postagem.
    É sempre bom passar por aqui.
    Otima semana.

    ResponderExcluir
  21. Elcio!!
    Adoro começar a semana passando por aqui e me deixar envolver
    por seus escritos.
    Linda semana.
    Bjins entre sonhos e delírios

    ResponderExcluir
  22. Elcio,
    Adorei lhe ver com sua mãezinha!
    E quanto a história que contaste, eles são fortes e por isso foram escolhidos e ainda serão muito felizes com novos rebentos. Sei que nenhum substituirá os que já foram, mas vão completar a vida dos dois.
    Beijos Tempestuosos!

    ResponderExcluir
  23. Olá Amigo Poeta!
    Que a sua semana inicie com muitas vitórias e dádivas!
    Estou procurando pensar de forma mais positiva para ver se consigo assim fazer meu corpo reagir e minha saúde voltar ao normal...
    Boas aulas e trabalhos!

    Eu terei um congresso para participar na sexta e sabado... estou super animada...pois tem palestrantes maravilhosos.

    Um abraço carinhoso

    ResponderExcluir
  24. Elcio...esqueci de lhe agradecer por ter me alertado sobre o monte de páginas abrindo ao clicar para comentar...
    Só pode ser porque uso o Firefox...
    Vou verificar e se continuar por favor me avise ok?

    ResponderExcluir
  25. Nossa sem nem palavras com tantas coisas lindas q vi e li por aqui.Tanta doação e um amor tao grande q nao cabe dentro de um ser,nao fosse o coração de mãe nada disso seria possível(muito legal as imagens postadas!).Tua poesia diz bem como nos sentimos quando estamos produzindo a poesia(homens ou mulheres sentem-se GRAVIDOS...rs...Muitas vezes descrevi a poesia como num parto sem nem saber...Com vc nao foi diferente a emoção tem q estar contida pra gerar vida e depois ser expulsar a poesia de dentro em forma de luz...
    Assim esteve grávido das poesias...rs...
    Sua Mamãe é muito linda viu?!

    Beijinho

    Maria

    P.S Passe no Bem me quer e pegue as flores pra sua mãe!rs...

    ResponderExcluir
  26. Vim aqui através do blog da Marcia. Até porque tenho um link em meu blog.
    Muito linda a sua postagem.
    Parabéns.
    Sandra

    ResponderExcluir

Semeando