segunda-feira, 13 de julho de 2009

DEFININDO O AMOR



Katie tinha cancro em estado terminal e passava horas por día recebendo medicação.
Apesar de sentir muita dor, de varios orgãos estarem a falhar e ter que recorrer a morfina, Katie levava à frente o casamento.
Seu vestido teve que ser ajustado varias vezes, pois Katie perdia peso todos os días devido à doença.
Katie morreu 5 días depois do casamento.
Ver uma mulher tão debilitada vestida de noiva e com um sorriso nos labios faz-nos pensar...a felicidade sempre está ao nosso alcance, dure quanto durar...

Olá pessoal...esta história mereceu a postagem...
Uma ótima semana pra todo mundo...



DEFININDO O AMOR


NÃO HÁ REGRAS FIXAS PARA O AMOR

NEM HÁ AMOR QUE NÃO SE RENDA

AMOR NÃO SE DEFINE E NEM TEM COR

NÃO SE ENCONTRA QUEM O VENDA

NEM SE DESINTEGRA AO SER DOR

E NEM DESISTE AO ABRIR DA FENDA

APENAS SEMEIA E COLHE SEM PUDOR

A FLOR DE TI QUE AINDA SE DESVENDA

NÃO HÁ EXPLICAÇÕES PARA O AMOR

NEM HÁ AMOR QUE SÓ SEJA LENDA

AMOR NÃO SE ENCONTRA SEM ARDOR

NEM ACEITA QUEM O REPREENDA

NÃO SE ENTREGA SÓ POR SER FUROR

NEM ACEITA SER SOMENTE PRENDA

BUSCA SEMPRE SER ENCANTADOR

AO TRADUZIR A ALMA SEM LEGENDA



NÃO HÁ DEFINIÇÕES PARA O AMOR

NEM SEQUER SINAIS QUE SE ENTENDA

AMOR NÃO SE IMPÕE, É SEDUTOR,

É SENSÍVEL E ALÉM DE TUDO OFERENDA

AMOR É DE TI SEU PRÓPRIO AUTOR

INSTIGANDO O SONHO QUE ACALENTA

ENTREGANDO AO OUTRO O SEU CALOR

E O LIVRE ARBÍTRIO QUE ATORMENTA

O AMOR É SEMPRE PURO E ACOLHEDOR

AMOR É FESTA TODO DIA E SEM AGENDA

É LIVRE COMO OS VERSOS DO ESCRITOR

É SONHO QUE NA ALMA NÃO SE AUSENTA

27 comentários:

  1. O pé de verso tá bonito demais.
    Definindo amor parece pedir música, não sr. compositor?

    Ouvia música ao ler seu poema.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. Elcio,
    fiquei tão emocionada com o texto e com sua poesia.
    Lindo dimas da conta.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Elcio,
    fiquei tão emocionada com o texto e com sua poesia.
    Lindo dimas da conta.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  4. ...amor de fato não se define.

    se sente, como este que
    senti aqui nestas palavras
    do poeta, plantador
    de encantos.

    bjjjjjjj

    ResponderExcluir
  5. Élcio falaste como um anjo que versa o amor e ainda que falando a língua dos homens, foram tão belas as tuas palavras que soaram-me como harpejos, acordes celestes de um poeta que fala a língua universal - o amor e este sim, é imortal.

    Beijos, Élcio.
    Fica bem.

    ResponderExcluir
  6. Ai........que post lindo!!!

    Parabéns, Elcio!

    ResponderExcluir
  7. Só o Amor é capaz de fazer nascer tão belas palavras de um coração!

    Lindo, Elcio!Que o seu coração permita sempre essa bela expressão!

    As imagens estão em perfeita comunhão com o que escreveu.

    Um beijo repleto do meu carinho

    ResponderExcluir
  8. Bonitas palavras moço.

    Enfim...

    ResponderExcluir
  9. Eu recebi esse e-mail a tempos atras com fotos que me fizeram parar, prender a respiração e chorar.
    Chorei por ela, mas chorei por mim, por as vezes ser tão futil e superflua diante de pequenos acontecimentos.
    É um egoismo inexplicavel que me fez ter vergonha.
    E
    O amor não se define!
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Esta história de amor é comovente e uma lição de vida também.
    Os teus versos são sublimes, Élcio.
    Um beijo com uma amizade e carinho enormes.

    ResponderExcluir
  11. 0 amor é cego e bom, só pra quem sente no peito. És um poeta mesmo!
    Muito lindo isso! Abraço

    ResponderExcluir
  12. As definições indefinidas do amor...

    Ele é capaz de nos enlouquecer ao definí-lo...

    Mas voce, com toda a sua poesia não o definiu... o dissecou...rs


    Mas mesmo assim, ele continua a zombar de nós, pobres mortais...rs


    Como diz o Dauri, há um som de música por aqui...



    Beijos e carinhos!

    ResponderExcluir
  13. o amor é cego mesmo demonstrando sem barreiras......

    abraçao amigo

    ResponderExcluir
  14. Ola Elcio,
    fiquei emocionada!
    Boas energias,bjs
    Mari

    ResponderExcluir
  15. Obrigada Elcio por participar do blog de forma tão bacana!

    Deixo uma mensagem que adoro:

    "Procurem um grande amor na vida e cultivem-no. Pois, sem amor, a vida se torna um rio sem nascente, um mar sem ondas, uma história sem aventura! Mas, nunca esqueçam, em primeiro lugar tenham um caso de amor consigo mesmos."
    Augusto Cury

    Um abraço carinhoso

    ResponderExcluir
  16. Oh, Fabuloso Amigo:
    Que "coisa" mais linda escreveu.
    Sim! O Amor é tudo o que tão bem descreve.
    É necessário "senti-lo", "sê-lo", estar constamente a repeti-lo, a estimulá-lo, a "sermos".
    Brihlante, Amigo.
    Admiro a sua sensibilidade mágica e genial.
    Parabéns sinceros. Adorei,
    Bem-Haja, pela sua amizade de ouro puro.
    Possui em si o dom de maravilhar e fascinar...

    Abraço bem forte de respeito e estima.
    Sempre a admirá-lo

    pena

    OBRIGADO, pela sua simpática amizade que prezo imenso.
    Bem-Haja, pelo seu valor extraordinário e gigante.

    ResponderExcluir
  17. Amigo, também achei esta estória maravilhosa.
    O amor vence qualquer dificuldade.
    E que belas palavras sucederam a notícia.
    Bjs e apareça.

    ResponderExcluir
  18. __________________________________


    Bonito demais, Elcio!

    Um poema com uma mensagem riquíssima...

    Comovente a história da noiva.


    Beijos de luz e o meu carinho!

    _________________________________

    ResponderExcluir
  19. Elcio
    Nesta vida a vaidade não é sinónimo de nada.
    As palavras simples chegam a toda a gente.
    E é bom ser ...assim...
    Espero ver-te no meu blog...sempre.

    um beijo/um amigo

    ResponderExcluir
  20. Olha eu de novo!
    Respondendo a pergunta sobre a Helena Elis: midi voice vc encontra aqui;
    www.charles50tao.com.br/pop_nacional_I.htm
    Bjs.

    ResponderExcluir
  21. Deixo aqui o link de um blog voltado para a saúde mental, gostaria do seu apoio em divulgá-lo pois lá será um local de informação, debates, artigos, etc.

    Conto com sua colaboração. http://transtornobipolar2009.blogspot.com/

    Porque a saúde mental, merece atenção!

    Abraços

    Silvana Pedrini

    ResponderExcluir
  22. Oi...olha eu aqui...rs
    Lindo, ..embora não aja definições para este sentimento que se desdobra em diversas maneiras, Amor de Pai, Amor de Mãe, Mulher, Amigo, Amante,....Amor raciuonal, Amor irracional(este com certeza existe, embora muitos não concordem, é aquele que te faz perder a razão...paixão? não...Amor...Amor na essência da palavra..., mas discordo contigo em uma frase meu amigo...Amor não é festa todo dia...as vezes ele te machuca, para que vc acorde e se dê conta que ele está ali...de alguma forma próximo à você.O Amor não é tão bonzinho...mas te dá de presente muitas coisas em sua vida que o faz verdadeiramente vivê-lo, mesmo que seja por breves instantes(como este da Katie), ela amou até o ultimo instante, mas quem ficou, com certeza o amor fez sentir a dor da saudade, da procura...

    O amor...
    Ah teríamos tantas coisas para dizer aqui...mas eu vou parar, senão como sempre meu comments vira um post, ou melhor já virou...rs

    Obrigada por ter escritos sempre tão inspiradores...

    Bjo!

    ResponderExcluir
  23. "O amor não se pode definir. E talvez que esta seja sua melhor definição" - Quem foi que disse isso mesmo? rs
    Pois então, menino! Eu tenho os dois livros, mas acredita que não li ainda? Mas vou ler, prometo. Que bom que gostou do blog novo. Agora dá pra comentar, já arrumei, viu? ehehehe
    Beijão e bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  24. “Sou jardim
    quintal.
    Sou sala
    sou fogão
    forno com pão.
    Sou mesa posta
    sou cama macia
    travesseiro de ervas.
    Sou roseira na janela
    Sou casa.
    Mas a luz só ilumina, amigo,
    quando chegas dentro dela.”

    A presença do amigo é sempre essencial... Por isso vim te visitar!!

    Beijo bem grande e uma linda sexta-feira!!

    ResponderExcluir
  25. Poxa Elcio...

    Que coisa mais linda....

    Vou ler mais algumas vezes, na esperança de decorar um trecho e declamar antes de dormir...

    Amei.

    Beijo carinhoso,

    Solange Maia

    http://eucaliptosnajanela.blogspot.com

    ResponderExcluir
  26. Oi, Elcio!

    E há quem diga que o Amor não existe...
    A foto e acima de tudo o carinho tão presente entre os dois prova bem o contrário.

    Beijos mil!!!

    PS:Menino, peço desculpas e vou abusar de sua boa vontade. Deixei uma pergunta no Alfarrábio e gostaria - se possível - ler sua resposta lá.
    Desde já Agradeço.

    ResponderExcluir

Semeando