segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Indagações


Indagações


Não sei porque me permiti

Ter essa fome maior que o alimento

Ter essa sede maior que o suprimento

Ter esse cheio maior que o próprio vão

Não sei porque me permiti

Ter mais flores na alma do que a própria primavera

Ter este azul tão mais azul que o azul da imensidão

E a brisa ainda mais forte que o próprio vento

Isso sem falar dessa total entrega

Que por ser maior que a encomenda

Desde sempre, nunca me coube



Março de 2009...estava guardado, resolvi mexer um pouquinho nele e postar...


Um abraço na alma pessoal...e uma ótima semana para todo mundo....

24 comentários:

  1. Pois é Poeta... tenho essas mesmas indagações no mais íntimo da minha alma!
    Creio que nós que possuimos uma sensibilidade tão aflorada vivemos em constante indagações... pois tudo nos toca e nos sensibiliza!

    Deixo um abraço em sua alma Poeta!

    ResponderExcluir
  2. Oi Elcio sumimos mesmo rsrsrs, deu problemas e fechei os Blogs e agora estou com esses dois, vi o filme do Brad Pitt o Benjamin Button adorei muito emocionante.
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Olá Elcio...
    Realmente foi uma grande volta ao passado essa história que eu postei com o que vc viveu anos atras, na vida nada é coincidência acredito tudo ser providência...as vezes uma simples história nos remete ao passado, para buscarmos ele no futuro e assim agirmos diferentes... Não é complicado ser mais humano, falta tempo e paciência para os homens, compreenderem seus irmãos... "Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu seu único Filho para que todo aquele que nele crê, não pereça, mas tenha a vida eterna." (João 3:16)
    Uma semana abençoada a vc!!!

    ResponderExcluir
  4. Elcio, que venha mais poemas assim..
    Que abra seu baú, e traga a tona o que deixaste guardadinho...

    Porque nos permitimos tudo!

    Porque ese permitir não tem limites, justamente porque a alma não tem limites...

    Nosso querer é infinito... assim como o sentir...


    Semana encantada para voce...


    Beijos!



    PS: Um trio encantador... Voce e seus irmãos...

    Paixão total...rs

    ResponderExcluir
  5. A grandeza dos sentimentos não cabem na alma.
    Belos versos.
    Abs

    ResponderExcluir
  6. tuas palavras são a imensidão aqui neste espaço,quase falta espaço! falta de inspiração também é inspiração!

    ResponderExcluir
  7. Olá, Elcio...viajei nas suas indagações, que são minhas e tbm de muitos humanos, porém ..."ter mais flores na alma que na primavera",me emocionou. Grande abraço!

    ResponderExcluir
  8. Olá Élcio. Ao passo que tento levar meus caminhos para longe das matilhas, continuo amadurecendo a idéia dos versos sobre o meu pai. Está em processo de gestação. Espero que, diferente dos humanos, não leve nove meses. rsrsrsr

    Já tuas indagações são atraentes:
    - Não sei porque me permiti ter mais flores na alma do que a própria primavera... E a brisa ainda mais forte que o próprio vento...

    O poeta encontrou frases perfeitas e quando isso acontece o sentimento de alegria se multiplica. Parabéns.

    Continuo por aqui me entregando às minhas INDAGAÇÕES, mas sem falar muito delas e nem de minhas entrega embora eu também não caiba dentro delas.

    Uma boa semana amigo!

    ResponderExcluir
  9. Elcio, que coisa mais linda e que bom que você se permitiu a isso e nos presenteou com tamanha sensibilidade. Bravo!!!
    Beijos na alma, carinhos no coração.
    Cleo

    ResponderExcluir
  10. Elcio,
    Um Haikai,

    Não sei o nome, idade, nada.
    ...passou...
    Seu sorriso me faz sorrir.

    Boas energias
    bjs
    Mari

    ResponderExcluir
  11. Talvez porque ser morno, neutro ou mais ou menos, não combine contigo. Então tu és intenso e imenso em tua simplicidade e beleza por simples ser.

    Beijos,amigo.
    Te gosto assim, desmesurado como és e puro coração.

    ResponderExcluir
  12. Que bom que achou ele é perfeito..
    O selo que vc ganhou na promoção do blog esta la na penultima postagem
    Abraço

    ResponderExcluir
  13. Se a alma é grande sempre cabe e nunca é demais. Poesia simples do fundo da alma, então um abraço nela.

    ResponderExcluir
  14. Élcio!

    "Ter mais flores na alma do que a própria primavera. Ter este azul mais azul que o azul da imensidão."

    Isto é você! Um pessoa sensível que busca constantemente. Que se renova que de forma veemente. Ah. que lindos versos... Sempre!

    Um carinho

    ResponderExcluir
  15. Eu também me pergunto, Amigo Elcio, o por quê de certos exageros no meu Ser; confesso, até hoje não consegui responder...

    Até rimou!

    Beijos mil e Boa Semana para Você também!!!

    ResponderExcluir
  16. Amigo Elcio, todos (o al menos yo), nos hacemos preguntas que quedan sin contestar. Eres pura sensibilidad, tus palabras son el sentimiento en estado puro. Un placer leerte. mil besitos!!!

    ResponderExcluir
  17. Lindo...lindo demais tudo o que escreveu...

    É...você é mesmo especial!

    Meus parabéns!

    beijos em seu coração!

    Biazinha

    ResponderExcluir
  18. Passo a lhe seguir!

    Que delícia...

    beijos mil...

    Bia

    ResponderExcluir
  19. Gostei das poesias,fiquei um tempão por aqui,gostei muito e resolvi ficar.
    Gostei de ver o apoio que você tem dos seus irmãos.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  20. Élcio,
    Quem, em algum momento da vida não se abarrotou de indagações? ...
    Se, na mesma proporção das indagações tivéssemos respostas, a vida seria menos sofrível. Mas também correríamos o risco de cair na mesmice. Então, que venham as perguntas!!!
    Versos verdadeiros...

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  21. Ainda bem que remexeste no báu e nos presenteaste com esta belíssima indagação, quantas vezes nos indagamos sobre sentimentos da alma a que o nosso raciocínio não responde
    beijos

    ResponderExcluir

Semeando