sábado, 1 de agosto de 2009

O lado insensato das incoerências



O lado insensato das incoerências

Existe uma insensatez achando graça de mim
Ela ri dos meus desejos e dos meus poemas
Ainda que estes sejam coisas sérias
Incoerências à parte
Até que ela tem um tanto de razão
Mesmo que lucidamente louca
A interferir nos meus ruídos
Por isso mesmo, algumas vezes distraído
Permito que ela me tente
A dissolver meus dissabores
Mágoas, dores e espinhos
E até mesmo aquelas coisas que nunca se vão
É que mesmo sem perceber
Despacho esses espasmos com sorrisos
E reidrato a pele seca com o viço
Dos fluídos que ora reencontro
Já que diante o significado das palavras
Fica o dito pelo não dito
Porque tudo em mim é concreto
Mas também solvente

35 comentários:

  1. E aqui querido amigo, nada se dissolve porque ela, a poesia, concretiza poeticamente. Abçs.

    ResponderExcluir
  2. Maravilhoso! Gostei demais...
    Um abraço e lindo domingo

    ResponderExcluir
  3. Li...reli...Me alimentei das palavras!

    Também por muitas vezes eu me sinto assim...
    Eu gosto muito dessa forma de escrita...que revela e ao mesmo tempo guarda algo no mais intimo de Si!

    Sabe as vezes eu me sinto "casulo" e fico fechadinha no meu mundo recarregando forças para renascer com asas mais fortes que me impulsionem ao vôo.

    Aqui as asas deram sinal de vida!rsrs

    Um abraço carinhoso para você Poeta!

    Tenha um belo domingo e uma ótima semana!

    ResponderExcluir
  4. Gostei do que li
    Um bom Domingo e...um beijo

    LAGO


    Lago largo lindo e límpido
    Olho a água e vejo os peixes
    Olho a água e vejo-a azul e transparente
    Ao longe...a ponte...

    Ponte lembrando a forma de uma mulher...
    Ponte serena e esplêndida...
    Com formas firmes e fortes...

    E ao olhar:
    ...A água...
    ...O lago...
    ...A ponte...

    Atravesso-a e consigo...
    Sentir-te e abraçar-te!...


    Lili Laranjo

    ResponderExcluir
  5. Eu também tenho uma insensatez que acha graça de mim... rs.
    Linda semana pra vc, querido!
    Beijão!

    ResponderExcluir
  6. Quanto mais viajo e convivo, com o novo, com familiares que reencontro e comigo mesma, mais e mais percebo a incoerência do ser humano.


    Conviver com a insensatez, com a incoerência, com as diferenças e principalmente com os iguais que refletem em mim tem sido um desafio.

    Ah, poeta, lá fico eu viajando no seu belíssimo poema.

    abraços

    ResponderExcluir
  7. E que se dissolvam todos os dissabores e que sorrias sempre meu querido amigo.
    Gostei muito!Beijos com muito carinho.

    ResponderExcluir
  8. Essa insensatez causou uma belíssima confissão. Caminhei pelos versos desse poema e neles encontrei tua sensibilidade e a pessoa linda que és: poeta e humano.

    Beijo

    ResponderExcluir
  9. Passei por aqui, amei o que li, e resolvi ficar...
    Parabens por seus escritos ...
    Andresa Araujo

    ResponderExcluir
  10. Muito feliz fiquei, em mal terminar de postar meu comentario e já receber o seu prestigio.

    Tenho certeza que serás um grande profissional em RH. Pois para esta linda função, é necessario alma e coração e dedicação. E tenho certeza que isso não lhe falta.

    Um grande abraço a meu novo amigo...

    Andresa Araujo

    ResponderExcluir
  11. Lindo, é sempre um prazer lêr você mesmo que seja insensato e... incoerente o que fica pervalece.

    ResponderExcluir
  12. Bom dia Elcio,
    Gostaria de agradecer sua visita,de forma alguma considero uma invasão de privacidade, já que a escolha de expor meus textos e pensamentos foram minhas.. rsrs
    Fique a vontade para voltar ao meu mundo sempre que desejar e dessa forma me agraciar com suas palavras tão claras e divertidas. Obrigada pela visita!
    Desejo a você uma exelente semana que ela venha repleta de boas vibrações!
    Ha... adorei seu blog e sempre que possível passerei para ver seu espaço... Tudo muito lindo por aqui!
    Um grande beijo

    ResponderExcluir
  13. Olá Elcio!

    Passando para colocar a leitura em dia. Que beleza de poema! Parabéns! Vc tem muita sensibilidade.

    Te desejo uma linda semana.

    Abraço,
    Patrícia Lara

    ResponderExcluir
  14. Que lindo!
    Acho que em mim também tudo é concreto, mas também é solvente.
    Belos versos... e o que dizer das incoerências. Sou a incoerência em pessoa! E às vezes me odeio por isso!

    Muito bonito o seu blog, esteticamente encantador.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Élcio. Tenho uma impressão de que suas inquietações se assemelham tanto às minhas! Curiosa essa constatação.
    Mas, seu estilo é bem peculiar. E essa "insensatez" que dissolve seus dissabores é o que o torna sensível às incongruências da existência, tanto externa como interna.
    O concreto é a praticidade que nos amarra ao cotidiano e nos impede de "voar" muito, a ponto de nos perdermos...não?
    Mas, há que se ter a capacidade do "solvente", para viver na leveza e na poesia. "Hay que endurecerce pero sin percer la ternura jamás"...Não é?
    Beijos.
    Dora

    ResponderExcluir
  16. Show de bola como sempre né!!!
    Tui memanda por email os dados do "brog"...
    agora a internet da sala tá legal e posso mexer com calma
    bjs

    ResponderExcluir
  17. Puxa....
    hoje ,nessa segunda sou muito do que leio nesse título e nesses seus versos:
    ""O lado insensato das incoerências

    Existe uma insensatez achando graça de mim""

    Bom demais!
    Saudade...eu estava sem meu pc...
    Bjins entre sonhos e delírios

    ResponderExcluir
  18. Obrigado por participar com o blog..vc é bem vindo sempre.
    Abraços

    ResponderExcluir
  19. Eu me sinto desse jeito, igualzinho, porém nunca soube dizer como você com poesia e sabedoria de mestre. É tão insensato o coração... Abraço amigo

    ResponderExcluir
  20. Tem promoção nova no blog com sorteio de template junto com banner e selo para o mesmo blog td personalizado..Quer ganhar um..participe..mas rapidinho o sorteio é amanha..
    Abraços

    ResponderExcluir
  21. Olá...
    Obrigada pelo carinho e suas visitas, fico muito feliz!... Estou lhe acompanhando também!!! Um grande abraço e um lindo dia!!!!

    ResponderExcluir
  22. Olá...
    Obrigada pelo carinho e suas visitas, fico muito feliz!... Estou lhe acompanhando também!!! Um grande abraço e um lindo dia!!!!

    ResponderExcluir
  23. Minha hora de retribuir os teus elogios sinceros.
    Esse teu poema é grande. E posso dizer isso por que a insensatez as vezes me cerca tão de perto que é quase como uma mãe que protege sua criança de colo.
    As vezes a insensatez grita comigo. De vez em quando eu respondo. E quando fico mudo... então eu correspondo!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  24. Também acho que existe um tanto de razão nas incoerências...


    Beijos de fim de tarde!

    ResponderExcluir
  25. Adorei, combinou tanto comigo... tanta insensatez dentro de mim, você nem pode imaginar.
    AMEI!
    Beijo grande!

    ResponderExcluir
  26. Ser insensato e incoerente às vezes é tão bom!!! Concreto e solvente, louco e santo, mas sendo. Sentimentos vivos sempre.
    Beijos Elcio, no coração e abraços na alma. Um bom finalzinho de semana prá ti.
    Cleo

    ResponderExcluir
  27. Nossa li cada linha me deliciando com as palavrs que vc aqui compoe maravilhosamente...um poema com alma...com mundo..com sentimentos...

    Parabens

    Ademerson Novais de Andrade

    ResponderExcluir
  28. elcio seu poema é muito bom e mais ainda esta imagem parabéns!

    ResponderExcluir
  29. ELCIO TUIRIBEPI

    Existe uma insensatez achando graça de mim
    Ela ri dos meus desejos e dos meus poemas...

    POESIA PURA LEIO NESTE ESPAÇO LITERÁRIO, MEUS CUMPRIMENTOS,
    COM ADMIRAÇÃO,
    EFIGENIA COUTINHO
    ESCRITORA

    ResponderExcluir
  30. Élcio,
    Seus versos são verdades absolutas. Os nossos sentimentos são tão concretos, mas ao mesmo tempo voláteis. Sinto tudo isso... E às vezes me chateio porque muitos não compreendem essa minha insensatez. Fazer o quê, né?
    São as incoerências...

    Grande abraço e bom final de semana!

    ResponderExcluir
  31. Élcio, gostei demais dessa insesatez incoeerente..


    é assim que nos sentimos tantas vezes...

    E voce aqui, coloca isso em forma de poema, de uma sensibilidade linda...


    Beiijos e carinhos!

    ResponderExcluir
  32. Olá vim fazer uma visita aqui no seu blog,porque através de pesquisa
    Que tenho feito visitando blogs e deixando comentário é a maior ferramenta que vc tem de retorno para deixar seu blog popular as minhas maiores visitas foram de publicação de comentários pense nisso abraços Antonio espero sua visita pra eu retornar e fazer da internet e dos blogs um lugar de lazer e amizade e podermos lucrar com ele porque o retorno sempre vem. Assista a TV Globo Rio De Janeiro ao Vivo caso parar o canal atualize o blog.

    http://noticiasjornaistv.blogspot.com/

    http://curiosidadesdoplantaterra.blogs.sapo.pt/


    Antonio Abraços

    Tradução Google

    ResponderExcluir

Semeando