quarta-feira, 16 de setembro de 2009

O verde, o Sol e o abstrato concreto da Lua azul


O verde, o Sol e o abstrato concreto da Lua azul

Percorro as minhas distâncias
Com um simples fechar de olhos
E o mais instigante desse quase eterno instante
É que chego tão rápido ao meu destino
Que logo depois de voltar
Já estou querendo ir de novo...
Já o mais intrigante é que a cada ida
E a cada volta
Vou ficando com a pele cada vez mais verde
Qual será a solucionática
Para essas cores que me habitam
Assim tão fortes e emblemáticas?



Uma coisa é certa, deixa eu estudar um pouco, porque hoje tem prova e amanhã também...rsrs...um abraço na alma, um queijo e um beijo esverdeado meio que azulado para todo mundo...rsrs...valeuuuu...

Obrigado pessoal, pelas palavras de incentivo sempre...

31 comentários:

  1. Lindo isto, Élcio.
    Eu também volto de um ir e sempre vou nesse ficar...
    Talvez estejamos distantes de nós e quem sabe, estejamos vendo a vida pelo retrovisor. Quem sabe não seja disto que padecemos?!
    Eu não sei, verseiro amigo, não sei quase nada, mas sei que você sempre me pega nos des_tinos do meu destino, caminhando, indo ou vindo...
    .
    Terno abraço, amigo.
    Fica bem.

    ResponderExcluir
  2. Aceito o queijo, o abraço e o beijo. Nessa ordem. rsrsrs
    Bons estudos, moço! E boa prova!

    Adoro a lua. :)

    Beijão!

    ResponderExcluir
  3. Que lua heim?!!!!!
    Mas o queijo eu vou dispensar viu.
    Bjs querido.

    ResponderExcluir
  4. Sou fã dos cmentarios da Mai! Até pq, ela diz o que eu penso sem saber dizer! rs...
    Mas não importa a minha incompetencia, né? Importa aqui é dizer do qto gostei dos seus versos. Tenho uma gde identificação com a lua. Com o que ela representa no meu imaginário. Com o que há de insondável nela - apesar de seu solo já ter sido pisado!
    E adorei te imaginar esverdeando...rs...
    Beijo e bom estudo, garoto!

    ResponderExcluir
  5. Eu também percorro distâncias...ao fechar os olhos.
    É maravilhoso esse poder que Deus nos deu!
    Quanto ao verde que está tomando a sua pele... seria a ESPERANÇA?!
    Algo haver com a busca incessante de sonhos e sua realização?

    Poetas são assim... nos fazem voar na imaginação!rsrs

    Beijo carinhoso para você!

    ResponderExcluir
  6. ...aí eu me lembrei desta
    música recente:

    "tô vivendo no mundo do
    hospital.
    tomando remédio de psiquiatria
    mental.
    Aldol, Hoipnol, Bromazina...
    meu mádico não sabe como me
    tornar um cara normal..."
    rsssss

    um beijo indo
    e outro vindo...poeta!

    rss

    ResponderExcluir
  7. Oi Elcio, adoro a lua e o sol e achei muito legal a postagem e a imagem também.
    Boa sorte nas provas.
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Oi Élcio!
    Lua Azul, linda, ela existe dentro de cada um de nós a emanar os fluídos da beleza do eterno.
    Solucionática? gostei da palavra...rsrsrs.

    adorei teu comentário no meu blog, você é mesmo fantástico.

    um beijo e um queijo azulado meio esverdeado prá ti...rsrsrs

    bom estudo e felicidades na prova.
    Cleo

    ResponderExcluir
  9. Elcio,

    São por esses caminhos, entre essas indas e vindas que a gente vai se descobrindo cada vez de uma cor....

    Lindo texto.
    Linda lua...

    Boa prova meu querido....

    ResponderExcluir
  10. Emoção.Sentimentos.Vida.Amor. Fazem mudar a cor. Cria asas. Encurta distâncias (nem que seja a do pensamento). Talvez esse conjunto faça de você um belo marciano.

    abraços

    ResponderExcluir
  11. Élcio!

    A lua sempre fez parte de minha vida. Uma das primeiras palavras de Matheus, meu filho, foi ua - levantava o bracinho, apontando a luz redonda que via no céu imenso. Queria me mostrar a lua- aquela que já era da mamãe e passou a ser dele também...

    O poema é lindo, poeta querido!

    Beijo
    Obrigada pelo queijo...

    ResponderExcluir
  12. Há distâncias que não saem de dentro de nós!

    Bjos

    ResponderExcluir
  13. Oi Garoto,
    E a prova? quando eu ia pra escola era só pra comer merenda (aqueles copos azuis da Fundepar) e pegar piolho afff, veja no que deu "NADA" huahauhauha!

    Poeta :
    Percorro as minhas distâncias
    Com um simples fechar de olhos ...

    De tanto que vivo isto as vezes penso que este foi meu destino!


    Abraço garoto e ótima monografia para vc ( sorte que é "mono" imagina se fosse "Poli") afff estavamos tava no bico do corvo!



    Luciano Braz

    ResponderExcluir
  14. Boa noite, amigo Élcio!
    A "solucionática" é ver filmes antigos, pxb, assim vc só sonhará em pxb. Já "provaram" (até que me provem, eu não acredito!) que os vestígios dos nossos sonhos, que na verdade, são os nossos sonhos mesmo, o que deles realaboramos quando estamos prestes a despertar, nos vêm como flashs, cortes e tomadas rápidas do nosso hábito de ver filmes. Como resolver o problema da ida-azul e da volta-verde? Sonhe em pxb! E não se esqueça de que a vida é sonho e de que somos feitos da matéria dos sonhos! Sonhe muito e sempre!
    Obrigada, saudoso amigo, pela gentil visita, à qual retribuo, com o meu beijo de boa noite,
    Renata Maria

    ResponderExcluir
  15. Muito bom o seu blog, gostei muito do conteúdo...ótimos trabalhos encontrei por aqui!

    Abraço,

    Rafael Castellar
    http://descemaisuma.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Oi, Elcio!

    E como não incentivar um poeta "enluarado"?

    Lindas e suaves inspirações as suas como sempre!

    Beijos mil!!!

    ResponderExcluir
  17. Elcio! Muito obrigado pela sua visita. Já fiz uma leitura neste seu blogue e sinto algum humor na sua escrita. Tentarei passar por ele mais tarde e ler com mais atenção sua poesia. Abraço.

    ResponderExcluir
  18. E eu li o Eu, Folha. =)

    É a primeira vez que vejo essa imagem... "Percorro as minhas distâncias" (Elcio). Fiquei fora de órbita por um minuto porque a gente é crente que o mundo é imenso e ninguém fala de nós por dentro. Temos todas as distâncias, Elcio. Adorei.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  19. Acho bom que corras para os livros então!Lol
    Adoro-te querido amigo e vou repetir-me ao dizer que tudo o que escreves é lindo porque tu tens um coração lindo e és um homem muito talentoso também!
    Beijos cheios de carinho.

    ResponderExcluir
  20. Oi Élcio....percorro minhas distâncias também, e muitas vezes me perco nelas, à procura de algo que perdi em mim em um tempo incerto, que eu nem mesmo me lembro quando.
    ................
    Não vou sumir mais, rs...na verdade estou como você, na correria, tenho dado algumas palestras sobre Gestão Econômica e isso muitas vezes me toma dias, e dias...mas aos poucos vou administrando melhor meu tempo, mas fique ciente que sempre que posso to por aqui viu...

    Bjo e ótimo final de semana :)

    ResponderExcluir
  21. Élcio, me faz dar boas risadas, imaginando os pões afoitos...rsrs


    Querido, essa magia de ir e vir... e tornar a voltar... pensamentos que voam, em divagações sem fim...

    E uma lua prateada...azulada... nos deixa meio apaixonados...rs


    Adoreio e beijo e o queijo...rsrs

    Só falou a vinho...rs


    Beijos mil!

    ResponderExcluir
  22. Nesse vai e vem a gente nunca chega de verdade então vamos sempre, acho que é isso. Abraço

    ResponderExcluir
  23. Bom dia Elcio,

    você tem razão, agora que me apercebi de que ambos expressamos neste momento vivencias muito parecidas!

    Bom não é por acaso que me identifico tanto com suas expressões.

    Tenha um domingo abençoado meu amigo e continuemos percorrendo nossas distâncias, um dia chegamos no porto.

    Abraço e obrigado por sua amizade.
    Bons estudos.

    Luciano

    ResponderExcluir
  24. No ir e voltar
    aproveita para estudar.
    Abraço eh eh

    ResponderExcluir
  25. Elcio......Você tem a certeza que os excessos dos estudos nao estao fazendo efeito na sua cabeca......
    Voce..sempre que fecha os olhos viaja....olhe- isso é que deve ser kilometrar o cerebro.....e ainda por cima volta ao mesmo sitio......

    Sempre pensei que você era muito agarrado a sua Terra..isso confirma

    Quero dizer que está bom ...o seu trabalho......
    depois de 24 comentarios tentei ser diferente..pois de facto acontece o mesmo a mim quando fecho os olhos e viajo..sem limites
    ao encontro de algo que já vivi ou gostava de viver.....viajar no tempo é bom mas as vezes acaba mal
    acaba triste....nao sei se a Si acontece o mesmo..........

    obrigada pelo comentario......
    boa semana....resto de bom domingo
    Um abraco amigo... e até sempre
    Rui

    ResponderExcluir
  26. Meu bem, um unicio de semana lindo...

    beijosss

    ResponderExcluir
  27. Recorrer distancias... verde, el color de la esperanza.
    Bella tu entrada amigo Elcio.
    Me quedo con el abrazo y el beso. Del queso dejaré un poquito para el postre. A tu salud, amigo.
    Mil besitos!!!

    ResponderExcluir
  28. Genial Amigo Poeta:
    "...Já o mais intrigante é que a cada ida
    E a cada volta
    Vou ficando com a pele cada vez mais verde
    Qual será a solucionática
    Para essas cores que me habitam
    Assim tão fortes e emblemáticas?..."

    O Sol e a Lua azul parecem sorrir, tal o prodigioso sentir extraordinário e fabuloso.
    Parabéns sinceros.
    Um talento e génio poéticos admiráveis.
    Perfeito.
    Abraço de amizade com imenso respeito e estima pela sua gigante significação preciosa e pura.


    pena


    Fabuloso, Amigo Enorme!

    ResponderExcluir
  29. Aqui os textos têm vida e os sentimentos fluem, à flor da pele...
    Obrigada pela luz da lua...

    ResponderExcluir
  30. Muito bom Élcio...
    Vou repetir. Não pretendo esquecer:
    "Percorro as minhas distâncias
    com um simples fechar de olhos..."
    Isso é perfeito para mim, cara.
    Preciso atravessar o mundo, o oceano, o deserto... E com os olhos fechados os vôos ficam mais plausíveis.
    Abraço!

    ResponderExcluir

Semeando