sábado, 10 de outubro de 2009

A borboleta azul e seu casulo


A borboleta azul e seu casulo

Estava te observando
entre um vão e outro
nas entrelinhas das flores
no suor das mãos e das folhas
nas batidas do coração
e onde havia um espaço
dentro do escasso que me cabia
pois era para ter florido ontem
a parte que ainda teima e rima
diante a chegada da primavera
porque na verdade
ela era quem mais te procurava
entre uma fenda e um outro espaço
em meio as bromélias e os jasmins
e até mesmo dentro daquela seiva azul
que me umedecia os olhos
por causa das lembranças
mas por onde anda a borboleta?
perguntou curiosa a primavera...
está ali, naquele casulo
onde reabastece em silêncio
o combustível de suas asas
respondi bem baixinho...
não querendo incomodar as abelhas
e muito menos as vespas
até que de repente ela me perguntou...
e você, por onde andava?
aqui mesmo no meu jardim
atrás do escasso que já nem me ouvia
já que era para ter sido entregue ontem
essa saudade de hoje
essa querência de agora
mas, tudo tem sua hora, não é mesmo?
portanto declaro: de agora em diante
todo vivido instante
será mais constante
para que logo termine
a intransigente espera

E viva o meu TCC...tá saindo...tá saindo...parece até uma borboleta saindo do casulo...uma hora ele voa...rsrs
Um abraço na alma, um beijo e um queijo...

42 comentários:

  1. Te entendo perfeitamente!
    Ando ausente por que estava fechando minha dissertação, agora estou esperando os ajustes.
    Realmente ela está prestes a se transformar em uma linda borboleta!
    Beijos Tempestuosos e boa sorte!

    ResponderExcluir
  2. Tudo tem o tempo, a hora, o momento certo pra acontecer...


    Rsss...gosto de abraço, de beijo e de queijo...então desejo o mesmo a vc! Bom fds!

    ResponderExcluir
  3. Bonito seu pensamento, vai florir seu TCC.
    beijo

    ResponderExcluir
  4. Elcio,

    Ao ler a sua poesia, lembrei-me de Saint-Exupéry, que dizia: "É preciso que eu suporte duas ou três larvas se quiser conhecer as borboletas". Parabéns e um grande abraço!

    Angela

    ResponderExcluir
  5. Élcio!

    "mas por onde anda a borboleta?
    perguntou curiosa a primavera...
    está ali, naquele casulo
    onde reabastece em silêncio
    o combustível de suas asas
    respondi bem baixinho..."

    O diálogo ficou perfeito em seu poema... Parabéns, outra vez tão lindo. Convido-lhe para passar no ensaios. Beijo

    ResponderExcluir
  6. Há sempre uma espera, é o tempo não tem sentido mesmo e pra que? É o cíclo. Linda poesia! Abração e bom fim de semana com sol e borboletas.

    ResponderExcluir
  7. Olá Grande Poeta!
    Um ano de blog é para mim algo que não tem palavras...
    Eu sempre gostei de escrever, mas havia me acostumado ao meu casulinho...rsrs... E ao postar sempre selecionava poesias que eu gostava... aos poucos a claridade foi entrando e fui percebendo que as asas pareciam despertar de um sono profundo. Com coragem e incentivo fui deixando que abrissem. E não é que hoje eu fico admirada de ver que não é preciso ter medo de voar?
    Mesmo que as vezes tentem me machucar!
    Você sempre foi um grande incentivo para mim... Pois sempre o admirei muito!
    E peço a Deus que traga para a sua vida TUDO o que você proporciona na vida dos que te cercam.

    Obrigada por seu carinho e amizade!
    Obrigada por seu incentivo!
    Obrigada por TUDO!

    Um beijo com todo o meu carinho e admiração!

    OBS: Desculpa se não escrevi com a devida concordância...A emoção falou mais alto.rsrs

    ResponderExcluir
  8. Elcio,

    as coisas acontecem a seu tempo... e a própria espera já é poesia.

    A poesia é linda... desejo sucesso ao TCC!

    Boa semana.

    ResponderExcluir
  9. Oi Élcio,

    Parabéns pelo seu lindo espaço. Li o poema no perfil e achei bárbaro, você escreve muito bem. Vou aparecer mais vezes para inspirar a alma.

    Abraço,

    Claudia

    ResponderExcluir
  10. Sempre maravilhoso, Élcio!
    Acho que andas a sair do casulo...Lol
    Tudo tem o seu tempo sim. Beijos com muito carinho e um xi-coração bem grandeeeee!

    ResponderExcluir
  11. Dar tempo ao tempo, as coisas só se resolvem com o tempo!
    E o resultado brotará mais pensamentos iguais a estes!
    Um beijo,
    Judite

    ResponderExcluir
  12. Por isso tudo tem seu tempinho exato, para depois abrir as asas e o esplendor dominar.

    garnde beijo prá vc!

    ResponderExcluir
  13. Oh, Admirável e Fabuloso Poeta Amigo:
    A sua sensibilidade é imensa. Conjuga tudo na harmonia e perfeição. Talento.
    "...atrás do escasso que já nem me ouvia
    já que era para ter sido entregue ontem
    essa saudade de hoje
    essa querência de agora
    mas, tudo tem sua hora, não é mesmo?
    portanto declaro: de agora em diante
    todo vivido instante
    será mais constante
    para que logo termine
    a intransigente espera..."

    Pura e simplesmente, DIVINAL!
    Os meus sinceros parabéns. Gostei muito.
    Abraço amigo perante o gigantismo de si e do que escreve genialmente.
    Sempre a admirá-lo.


    pena

    Bem-Haja, pela sua simpatia.
    MUITO OBRIGADO, fantástico amigo sincero!

    ResponderExcluir
  14. Quem dera... eu simples bisbilhoteira de blogs conseguisse escrever tão belas palavras rimadas em um ritmo tão singelo e flutuante!
    Adorei seu blog... voltarei logo logo.
    Beijocas da RÔ

    ResponderExcluir
  15. São tantas observações, tantos olhares, o tempo preciso e precioso,para eclodir o casulo, para a borboleta criar asas e voar.

    Mas por vezes é preciso irmos mais além, nas asas, na beleza, nas entrelinhas, e quebrar alguns casulos, porque o medo, o receio, as inseguranças fazem alguns casulos atrofiarem.

    beijos

    ResponderExcluir
  16. Oi! que bom ler seu comentário lá no blog, tava com saudades deles...;)
    Cheiro de Primavera por aqui heim! quanta inspiração esta estação do Ano te trouxe, mais do que você já tem...rs(empresta um pouco pra mim? please!rs)

    Lindo o Poema, como todos que escreve.Bom saber que logo seu TCC sai do Casulo e cria asas para o sucesso, não é atoa que tudo isso nos dá dor de cabeça né? mas depois, fica aquele alívio de dever cumprido.
    .............
    Sobre o post do meu blog hj do Greenpeace, é realmente lamentável o que ocorre, diversas indústrias não só em outros países, mas também aqui no Brasil, estão tirando vidas,terminando com a fauna e flora, e infelizmente somos minoria para conseguir parar tudo isso, mas eu ainda acredito em uma possível conscientização, quero e preciso acreditar!

    Não some heim!

    Bjo pra ti

    ResponderExcluir
  17. Élcio,

    Tenho um fascínio especial para com as borboletas. Isso é antigo. Gosto das imagens e vez ou outra estou sempre desenhando borboletas. É algo mágico o que se passa com elas. Um beleza imensurável e de duração tão curta...
    Se passarmos todo o tempo desejando as borboletas e
    reclamando porque elas não se aproximam da gente,
    embora vivam no jardim do nosso vizinho, elas realmente não virão.
    Mas, se nos dedicarmos a cuidar do nosso jardim,
    a transformar o nosso espaço (a nossa vida) um ambiente agradável,
    perfumado e bonito, será inevitável,
    as borboletas virão até nós.
    É uma dádiva!

    Um grande abraço e uma ótima semana!

    ResponderExcluir
  18. Elcio querido,
    teu poema é divino!
    Gosto demais da forma que escreves.
    Fiquei muito feliz com tuas doces palavras em cantinho, obrigada querido!
    Ternos beijos para ti e que teu feriado seja regado de muita paz e harmonia...

    ResponderExcluir
  19. Penso que nesse belissimo poema, somos essa borboleta, procuramos o amor, estamos sempre atras dele, pousando daqui e dali, tentando encontrar nos jardins da vida nossa paz, e nossa razão pra seuguir voos mais audaciosos...parabens, forte abraço amigo, otimo feriado e otima semana pra ti...fique na paz da poesia sempre.

    ResponderExcluir
  20. Carpe Diem... só assim se vive o instante!

    ResponderExcluir
  21. Lindo, lindo, mil vezes lindo!!! :o)
    Venho a deixar-te meus costumeiros beijos, flores e muitos sorrisos, desejando tambem que a semana que se inicia seja simplesmente perfeita! :o)

    ResponderExcluir
  22. Beautiful words and lovely post !! Thanks for sharing..Unseen Rajasthan

    ResponderExcluir
  23. Vir aqui amigo é ser surpreendido pelas beleza que há em seus poemas tão profundos. Dizer que amei é pouco diate da grandeza de tua obra. Aplausos. Abçs.

    ResponderExcluir
  24. Saudades de sentar a sombra desse verseiro...
    Como estão as coisas?
    Vi que o TCC vai sair, isso é ótimo!!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  25. Que delícia de poesia, Elcio!
    Leve, colorida, alegre... Adorei!
    Boa sorte com o TCC.

    Beijão e ótima semana!

    ResponderExcluir
  26. Todo llega su debido tiempo, al igual que todo acaba cuando llega el momento.
    Mi enhorabuena, amigo Elcio. Un bellísimo poema el que nos regalas hoy.
    Mil besitos!!!

    ResponderExcluir
  27. Uma bela semana pra ti amigo...abraços.

    ResponderExcluir
  28. Olá como está???
    Ter amigos é bom demais mesmo.. fico muito feliz por cada dia poder cultivar mais e mais amigos..
    Muito obrigada pela visita!!!
    Desejo a vc uma ótima semana!

    ResponderExcluir
  29. Lindo,Elcio! Gostei de conhecer teu blog.abraços,chica

    ResponderExcluir
  30. Nossa!!! Como destacar um verso ou dois para ilustrar a beleza que captei neste seu poema??? Deixo a verdade da sua poesia:
    "mas, tudo tem sua hora, não é mesmo?"
    Grande abraço, Elcio!

    ResponderExcluir
  31. _____________________________________


    Saber esperar é sinal de sabedoria!
    É claro que não podemos esperar de braços cruzados, mas, tudo virá ao seu tempo...

    Belo e reflexivo poema, Elcio!


    Beijos de luz e o meu carinho...

    __________________________________

    ResponderExcluir
  32. Um poema lindo de primavera.
    E parabéns pelo TCC.
    Beijos e queijos e um belo fim de semana.
    Cleo

    ResponderExcluir
  33. O ciclo dos jardins floridos, das flores, das estações, dos sentidos, enfim...o ciclo tão somente da vida!
    Bonito (muito)

    A foto podia ser do Tossan!, É linda!

    Beijo

    ResponderExcluir
  34. é a sublime comprovação de o simples sentido toma sua proporções grandiosas... são as terríveis e generosas etapas que nos enobrecem... abs.

    ResponderExcluir
  35. Borboletas... Inspiradoras!
    Esperar, esperar... o amor virá!


    Beijos!

    ResponderExcluir
  36. Olá Élcio,

    Muito obrigada pelos comentários no meu blog! Eu tenho sido uma amiga muito ausente deste teu maravilhoso espaço … Preciso mesmo de me organizar, em termos de trabalho, para poder passar por aqui e retribuir a tua gentileza …

    * Não conheço a música que referes … Vou pesquisar na Net! Agora fiquei curiosa …

    Um forte abraço! Tudo de bom para ti!
    Carla Alves

    ResponderExcluir
  37. Parabéns, Elcio!

    Pela inspiração e pelo trabalho de conclusão!

    Beijos mil!!!

    ResponderExcluir
  38. O abraço e o beijo estão dados, Elcio! Ele adorou seu comentário, disse que foi o que ele mais gostou. Quando ele puder, entra aqui pra te agredecer pessoalmente.
    Super beijo pra vc e ótima semana!

    ResponderExcluir
  39. Tui.. COISA DE PELE, TÁ concorrendo,,
    o link pra votação é este:
    http://www.fliporto.net/votacao2/#
    vai lá vota e divulga aqui no blog...
    vamos pedir voto...
    bjs

    ResponderExcluir
  40. Olá Elcio, passando por aqui para te agradecer pela visita e dizer que senti uma sastifação imensa quando li seu comentário. Só tenho a agradecer e dizer que te acho uma pessoa super bacana de uma alma maravilhosa.
    Ah, não posso deixar de comentar que achei o poema maravilhoso...fiquei surpreendido com a beleza dos teus poemas.
    Te desejo tudo de bom.

    Um abraço imenso em sua alma de poeta...

    ResponderExcluir

Semeando