terça-feira, 10 de novembro de 2009

Opções remanescentes de um outubro quase transparente

http://www.youtube.com/watch?v=xwyZKQqoEvc

Olá pessoal, o TCC está pronto, porém ainda falta defendê-lo. Isso sem falar das provas, outros trabalhos ainda pendentes, portanto, saio de fininho e quando tudo terminar, com certeza volto com mais calma.
A quem votou e ajudou divulgando o poema “Coisa de Pele”, o nosso obrigado, valeu mesmo...Eu, Cacinho e o Edu, agradecemos...de coração e alma...
A quem ainda passa por aqui apesar da minha ausência, o meu obrigado pela amizade e compreensão...
Saudade de interagir com a galera, mas o dever me chama.
Em dezembro estou de volta...fim da correria.
Um abraço na alma de todos, um beijo e um queijo...valeu...

Elcio Tuiribepi


Opções remanescentes de um outubro quase transparente

Acredito que eu não seja outro, senão eu mesmo sem querer
Feito o dia ao despedir-se da noite com a certeza que me leva
Assim clarividente, sem almejar recordar do suposto futuro
E talvez seja por isso que eu entenda já não compreendendo
As inquietudes adornadas que enfeitam meus silêncios
É que acredito que seja humano todo esse inevitável parecer
Tão humano que considera qualquer coisa que também o seja
De alguma forma mais humana que a própria existência humana
Tanto que às vezes sublima e se vê sem ao menos perceber
Ou se percebe, o faz sem querer, devido a sua compreensão inalterada
Ainda bem que a verdade que ora me confunde e atormenta os olhos
Também faz transbordar em minha alma uma correnteza
Que inunda em pensamentos desconexos a minha outra sede
Portanto, nunca deixo de amanhecer água e de súbito
Um quase todo que ainda me inocenta das fontes cristalinas que se foram
Porque apesar de tudo, em meu leito correm vagas transparências
Que ainda me levam como folha ao encontro do mar
Por isso não me prendo e nem me iludo com o inesperado
Pois ele na verdade era o mais esperado de todos
Prefiro então lembrar do agora e desse transitório
Que de tão permanente, não se desfaz
Sendo assim, absorvo conclusivo, a realidade ilusória dessa paisagem poética
Pois não existe a possibilidade de encontrar respostas convincentes
A não ser em mim mesmo, ainda agora neste breve instante
Já que acordar para a realidade, só não o faz, quem assim não deseja
Portanto, que a clareza continue pétala por pétala a me descer dos olhos
Clareando em mim a mais intrínseca concepção
Sobre as mais relativas nuances da vida
Isso sem contar com o replantio anônimo dos grãos
Que se encontravam perdidos nos desvãos submersos de ontem e de hoje
Por isso me rendo aos sinais vermelhos de outubro
Pois de fato, setembro me arrebanhou anseios insensatos
Fez renascer primaveras e tudo o mais que havia a sua volta
Mas agora chegou a hora de recolher as flores, suavizar as tempestades
E acalmar as ventanias que me rondam
Sendo assim, só me resta mergulhar para dentro de mim
Rebuscando nas palavras o ponto mais sensato de todos os pontos
E assim fazer adormecer algumas de minhas mais reticentes reticências
É que de tanto me indagar sobre as minhas próprias interrogações
Acabei ficando sem argumentos sustentáveis
Perante esta insólita e eventual desarmonia organizada
Pois todo este quase ainda é muito, muito pouco
Para que eu compreenda o sabor do inatingível
Portanto, que a primavera continue flor
Florescendo, cativando e encantando
Os olhos, o coração e a alma
De toda a nossa gente

26 comentários:

  1. Remanescências de um belo outubro...

    "...Por isso me rendo aos sinais vermelhos de outubro
    Pois de fato, setembro me arrebanhou anseios insensatos
    Fez renascer primaveras e tudo o mais que havia a sua volta
    Mas agora chegou a hora de recolher as flores, suavizar as tempestades..."

    Élcio que encanto essas palavras...

    Voce é poesia pura, moço!

    Saudades danada de voce... Mas como é por um motivo justo, te perdôo pela ausência...rs

    Como estou no início da minha Pós, sei o que me aguarda...rs

    Beijos e carinhos... e desejos imensos de que dê tudo ceretinho para voce...

    ResponderExcluir
  2. Élcio, talvez eu tenha um ideia do que venha a comentar depois.

    Cada linha sua, se passa por minhas linhas de sentimentos, hora eu lia você, hora me via, e comecei a ter um entendimento do seu texto poético, que não sabia se lia a mim...voltarei.

    Vou com um aperto no peito.
    beijos poéticos.

    ResponderExcluir
  3. Bom dia querido poeta! Como sempre seu texto me tocou profundamente, sua sensibilidade sempre comove. Bjs.

    ResponderExcluir
  4. Olá Élcio!

    Com certeza estaremos aguardando seu retorno. No momento, seu descanso é essencial.

    Um grande abraço

    ResponderExcluir
  5. Ta vendo, tudo se resolve, TCC pronto, tempo vem em que a poesia se desmanchará por aqui como água corrente.

    Abraço

    ResponderExcluir
  6. Querido Poeta...
    "Quando um sonho é grande demais, é preferível morrer com ele a deixar que ele morra sozinho.”

    Meu beijo e abraço carinhoso

    ResponderExcluir
  7. Com tantas incertesas e interrogações, é melhor a gente curtir a primavera e seus encantos.
    Boa sorte no cumprimento de seus deveres.
    beijos

    ResponderExcluir
  8. É que você faz uma falta danada, homem.
    Eu tô doidinha que defendas essa monografia e que voltemos às nossas trocas tãoboas.

    A foto é Noronha, né?

    Abraços e sucesso na defesa.

    ResponderExcluir
  9. Querido Elcio... los que te apreciamos, siempre estaremos aquí.
    Suerte con tus tareas y ánimo.
    Como siempre, un placer leerte amigo mío.
    Mil besitos!!!

    ResponderExcluir
  10. Te desejo fôlego para cumprir todas essas tarefas, sucesso da apresentação do TCC, muita sorte com os outros trabalho e provas. E que, no final, você esteja inteiro e renovado. E satisfeito por mais essa conquista.

    Beijo, querido amigo!

    ResponderExcluir
  11. Querido Elcio, que placer leerte.
    Posees el don de la palabra amigo mío.
    Realmente bello.
    Mil besitos!!!

    ResponderExcluir
  12. Querido Élcio,
    que venham muitos Setembros porque adorei! ;D
    Quanto às votações não só votei como fiz votar porque não me canso de dizer que o vosso trabalho é fantástico!
    Vou esperar o tempo que fôr necessário e só desejo que tudo corra como pretendes porque tu mereces.
    Um beijo grande desta amiga que te admira muito.

    ResponderExcluir
  13. Elcio!
    Hoje é dia de BlogGincana e cito você na minha postagem de hoje, da minha participação na brincadeira!
    Veja em 3ª BlogGincana.
    Espero que goste, pois adorei falar de você!
    Bjs

    ResponderExcluir
  14. Que legal que a Nade citou voce na bloggincana fiquei muito feliz,defender o TCC você o fará com a mesma maestria com que constrói seus versos.Estou com saudades amigo
    Boas energias e boa sorte
    Mari

    ResponderExcluir
  15. Navegando pela grande rede sem rumo com a intenção de divulgar o meu blog, cheguei até você e gostei do que vi, tanto que pretendo voltar mais vezes.
    No momento estou impedida de fazer leituras muito extensas, pois a claridade da tela do computador está prejudicando um pouco a minha visão, devo tomar cuidado. Em breve resolverei esse problema. Bem, já que estou aqui aproveito para convidar a conhecer FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... em http://www.silnunesprof.blogspot.com
    Eu como professora e pesquisadora acredito num mundo melhor através do exercício da leitura, da reflexão e enquanto eu existir, vou lutar para que os meus ideiais não se percam. Pois o maior bem que podemos deixar para os nossos filhos é o afeto e uma boa educação. Isso faz com que ela acredite na própria capacidade, seja feliz e tenha um preparo melhor para lidar com as dificuldades da vida. Nós professores temos a faca e o queijo na mão, temos conteúdo para isso. Dá trabalho sim, mas nada paga a sensação do dever cumprido, faz bem para a alma. VAMOS TODOS JUNTOS PELA EDUCAÇÃO NA LUTA POR UM MUNDO MELHOR ! SIM, NÓS PODEMOS.
    Se gostar da minha proposta, siga-me.
    Peço que ao responder deixar sempre o link do blog, pois às vezes a mensagem entram com o link desabilitado ou como anônimo. Por causa disso fico sem ter como responder as pessoas.Os meus comentários também entram via e-mail, pois nem sempre a minha conexão me permite abrir as páginas: moro dentro de um pedacinho da Mata Atlântica, creio que mais alto que as antenas, com isso a minha dificuldade de sinal do 3G. Espero que entenda quando não puder responder. Os únicos sons que escuto aqui é o dos pássaros, grilos, micos., caipora, saci pererê, a pisadeira, matintapereira ... e outras personagens que vivem pela mata.
    Por hoje fico por aqui, Espero nos tornarmos bons amigos.
    Que a PAZ e o BEM te acompanhem sempre.
    Saudações Florestais !

    ResponderExcluir
  16. Bons trabalhos e que venham as férias!!!

    Beijos mil, Elcio!!!

    ResponderExcluir
  17. Meu nobre ... parabéns pelo esforço e conquistas.
    Que a defesa de sua tese seja de muita adrenalina, e sucesso rsrs.

    Abração e otima semana .

    ResponderExcluir
  18. Vai dar tudo certo meu caro amigo. A parte mais difícil já foi. Eu lembro que anos atrás quando passei por essa experiência o comlicado foi colocar no papel seguindo todas aquelas regras. Depois ao passar pela banca a fala ajudou. Contigo isso vai acontecer também. depois só me confirma se não tenho razão!
    Forte abraço!!!!

    ResponderExcluir
  19. Boa sorte
    Defenda seu TCC com unhas, dentes e a poesia qe lhe é tão peculiar!!!
    E até dezembro, com boas novas...
    Bjs

    ResponderExcluir
  20. Ei,
    saudades,mas por justa causa.
    Sei que quando oltar, estará
    inteiro.
    Te aguardo la...
    Bjins entre sonhos e delírios

    ResponderExcluir
  21. Homem de Deus dá notícias de como foi tudo no TCC.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  22. Oi Élcio!

    Estou voltando aos pouquinhos, sem grandes pretensões como antes, apenas para ficar perto dos amigos que fiz na blogosfera..

    Abraço fraterno,

    ESTER

    ResponderExcluir
  23. Oi AMigo
    sds de vc
    desejo que esteja bem!:)

    bjo

    :)

    ResponderExcluir

Semeando