quarta-feira, 11 de agosto de 2010

PSIU POÉTICO

Oi gente amiga, valeu pela participação lá no Poemão...
Desculpa a ausência...ando sem palavras, fazer o quê...rsrs
Um abraço na alma...beijo em todos...
POEMA REPETIDO..RS


No que ainda posso me ouvir

Bastaria um pingo de azul no intransponível
para que transbordasse o inesperado
no entanto, há um talvez quase insolúvel
ainda mais forte que o próprio entendimento
e que por tão conscientemente indefinido
enlouqueça no equilíbrio embriagado
há portanto um sujeito indeterminado
e verdades não suficientemente tácitas
represadas num quem sabe de suposições insaciáveis
onde o que talvez permanecesse indecifrável
não mais que de repente se decifre agora inatingível
porém, intransigente, no que ainda posso me ouvir
quase é não ou coisa muito parecida
que ao acaso, supostamente embevecida
hesite diante a miragem descabida
não que isso não seja um tanto de mim
que não seja eu mesmo, também...
um poema inacabado

Olha aí, quem se interessar e quiser participar...vai fundoooo

PSIU POÉTICO



O 24 Salâo Nacional de Poesia Psiu Poético de Montes Claros está com inscrições abertas até 31 de agosto. Podem se inscrever poetas, cineastas, artistas de todo Brasil e do exterior com o envio de um a três poemas, livros, filmes, cds ou propostas para performances com tema livre.
O Psiu Poético acontece de 4 a 12 de outubro e propõe este ano um diálogo com a Sétima Arte, trazendo como tema CINEPOESIA, enfatizando a ligação de Montes Claros
e região com o Cinema.
Destacando este tema, o cordenador do salão poeta Aroldo Pereira vai apresentar
o programa PSIU PESSOAS, a partir do próximo dia 13, às 7 e 13 da noite, sempre às sextas-feiras .
Irão ao ar na Rede Geraes, canal 2, TV Pública de Montes Claros, dez programas com entrevistas, projeções de micro-filmes e apresentações poéticas e musicais.
Estarão no primeiro programa a poeta e doutoranda em Literatura pela Universidade Federal de Juiz de Fora, que faz parte da primeira geração Psiu Poético, Marli Froes, a banda 4 de Copas, autora da música Ar do Norte, tema do Psiu Poético deste ano, e o garoto Fábio Fernandes de Souza, aluno da Escola Municipal Mestra Fininha, do bairro Ciro dos Anjos, uma das revelações do projeto Poesia Circular do Psiu Poético 2009.
E no próximo dia 12 será divulgada lista de 25 indicações dos 6 poetas homenageados do Psiu Poético 2010.
Inscrições e mais informações http://go2.wordpress.com/?id=725X1342&site=auroradecinema.wordpress.com&url=http%3A%2F%2Fwww.psiupoetico.com.br%2F&sref=http%3A%2F%2Fauroradecinema.wordpress.com%2F ou PSIUPOETICO@GMAIL.COM

36 comentários:

  1. Élcio, Élcio...

    Voce parece movido a 220 volts...rs

    Não para nunca! Sempre envolvido com mil e um atividades...

    Não mem admira sua falta de tempo...rs

    E o poema é lindo!!!!

    Acho que quase sempre me sinto um poema inacabado... Falta sempre a rima final..


    Beijos meus!

    ResponderExcluir
  2. Meu querido Élcio, você não corre nenhum risco de ser um poema inacabado. Sua gentileza, atenção com o próximo, interesse genuíno pelas histórias que lhe são contadas, denunciam a pessoa sensível e boa que você é. Mesmo se encontrando perdido nas palavras, essas nunca lhe faltarão. Basta que você se organize para que elas voltem a fluir, livres, de seus pensamentos. Enquanto isso, vou voltando aqui, e deixando o meu carinho. Um abraço, Andréa

    ResponderExcluir
  3. Um belo poema, e de maneira nenhuma inacabado.
    adorei

    beijinhos
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  4. Inacabados como somos
    Imprecisos como os sonhos
    as palavras nunca alcançam
    a imensidão da vida
    essa é tarefa para Deus
    Não para homens
    a nós resta a aproximação
    da poesia e da arte
    e a eterna lacuna
    do que intuímos e que nos escapa.
    Lindo poema amigo.
    beijos

    ResponderExcluir
  5. Pode repetir sempre

    pingos de azul no intransponível

    dá gosto de se ler!

    Bjos

    ResponderExcluir
  6. Porque eram inaceitáveis todos aqueles desejos reprimidos. Por isso, iam direto para o inconsciente. Mas em sonho e até mesmo em devaneios, conscientizava-se deles...

    "há um talvez quase insolúvel
    ainda mais forte que o próprio entendimento"

    Se não fosse um poema inacabado, não seria lindo assim!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Elcio, vc jamais será um poema inacabado...Vc será sempre uma poesia iniciada...em movimento...marcante...atemporal! Bjs.

    ResponderExcluir
  8. Verseiro,
    Forte essa frase poema inacabada,
    Você é realmente um verseiro,pois o inacabado,não tem prazo de validade,sempre haverá um verso a ser escrito,sempre dando sequência a poesia iniciada..
    Beijos na alma poética
    Mari

    ResponderExcluir
  9. Élcio, às vezes é assim mesmo, as palavras resolvem escapulir, ou quem saber tomar um outro ar para voltar.
    Um beijo

    ResponderExcluir
  10. Legal essa informação viu...

    abraços
    de luz e paz


    Hugo

    ResponderExcluir
  11. Obrigada pelas dicas... lendo seu texto, uma frase me cai como uma luva, "hesite diante a miragem descabida...", eu, não hesitei e estou pagando um alto preço, mas, uma coisa é certa, aprendi, que miragens foram feitas apenas para nos confundir, querido, grande beijo em seu coração!

    Rosana!

    ResponderExcluir
  12. Meu amigo,

    Quero tempo e não tenho..rs... mas vou aparecer lá no espaço.

    Um abraço e Deus esteja contigo.

    ResponderExcluir
  13. Padiiiiiiiiiimmmmmmmmmmmmmm!!!!
    (escutou o grito? escutou?)

    Vim aqui pra te deixar um beijo.

    Muuuuuuuuuuaaaaaaaaaahhhhhhhhhhhh!
    (sentiu o beijo? sentiu? ahn?)

    rsrsrs


    Me fui-me

    ResponderExcluir
  14. Elcio,
    Vim para parabeniza-lo pela bela iniciativa com o POEMÃO - ESPAÇO ABERTO, ficou maravilhoso...
    Cada um escreveu um pouco? Depois quando tiver um tempo me conte com foi ou me passe o link para eu entender como foi a dinâmica, pois achei que o resultado não poderia ser melhor!
    Bjs para todos!
    Fiquem com Deus!!!

    ResponderExcluir
  15. Ainda posso te ouvir em tantas poesias... Beijo

    ResponderExcluir
  16. Sumi, voltei e nem sei se venho pra ficar...também ando sem vontade de falar. Acho que estou desaprendendo essa troca de palavras com seres humanos....rs

    Ao mesmo tempo, uma paz imensa, como há muito tempo não sentia, vem habitar e inundar minha vida, meu coração....paradoxos!!!!
    Enfim, o que seria se todos sempre tivessem o que dizer?.......rs

    Um beijo grande!

    ResponderExcluir
  17. Eu que não escrevo poesia, levo esse trecho pra mim:

    "há um talvez quase insolúvel
    ainda mais forte que o próprio entendimento."


    Muito bom demais mesmo.

    Beijo, poeta.

    ResponderExcluir
  18. Querido amigo,

    os poemas são para ler e reler sempre que temos vontade não é?
    Nem sempre leio os outros comentários mas desta vez li e acho muito interessante como cada um naturalmente tem a sua perspectiva.
    Eu acho que nada está acabado nem tem ponto final.
    Tu és poesia sim e com muito para acrescentar....;D

    Gostei da informação sobre o Festival de poesia e vou entrar no link para me informar melhor.
    Beijinhos meu amigo.

    ResponderExcluir
  19. ... Vou ficar também em silêncio!

    Sentar ao seu lado... e deixar que você saiba que apesar de tudo o que possa acontecer, você sempre poderá contar comigo!

    Não há vazio, não há solidão... Há um querer bem que ultrapassa o tempo e o espaço!

    Um abraço carinhoso

    ResponderExcluir
  20. OLá meu amigo,

    Passando pra deixar meu abraço e dizer que desejo tudo de bom.


    Muita força, muita luz, muita energia positiva, paz e que tudo de bom te aconteça todos os dias.

    Fica meu sincero abraço e que Deus esteja sempre contigo.

    ResponderExcluir
  21. Olá, Élcio
    "Um pingo de azul" é tudo o que tenho colocado em minha vida... é a minha cor preferida e ela tá precisando de muita harmonia...
    Muito bonito seu post, como sempre.
    Abraços fraternais e excelente fim de semana junto aos seus queridos mais queridos.

    ResponderExcluir
  22. Vc é inacabado pq permiti aos amigos lhe "construir", pois absorve tudo, e nunca chegará a completude, pois ainda terão muitos amigos querendo compartilhar contigo o desejo de te completar. Um gd abraço amigo Élcio.

    ResponderExcluir
  23. Olá, passei para conhecer seu blog,
    deparei-me com poemas lindos, que falam de realidade, de amor de situações que escrita por você se transformam em versos..
    Parabéns...sou sua mais recente seguidora, estarei a lêr suas escritas com muito carinho..
    Se possivel, visite meu blog, é simples mas elaborado com amor.
    Abraços carinhoso
    Preciosa Maria

    ResponderExcluir
  24. Qualquer elogio que eu pudesse fazer seria repetitivo,
    Portanto faço meus todos os elogios recebidos aqui por seus amigos e seguidores.
    Bjos achocolatados

    ResponderExcluir
  25. Oi Élcio... Estava lendo aqui esse poema... e lá pelas tantas fiquei pensando nessa verdade que é se comportar como um sujeito indeterminado, cheio de verdades não suficientemente tácitas...cercado de coisas represadas, insaciáveis e indecifráveis. Talvez eu tenha gostado muito de ler isso por que fiquei refletindo que essa descrição tem os traços do meu autoretrato. Abraço meu amigo!

    ResponderExcluir
  26. Amigo Elcio!
    Obrigado por suas palavras e pela bela iniciativa de criar e manter o ESPAÇO ABERTO. Boa sorte no sorteio.
    Abraço luso

    ResponderExcluir
  27. Vou ficar com "quase é não ou coisa muito parecida". Levo o recado no coração. Nada mais de "quase". A não ser que o que eu queira dizer seja um não.

    ;)

    ResponderExcluir
  28. Ola, Élcio
    Tem uma singela homenagem no meu Blog pra vc no sábado por ter participado da nossa BLOGAGEM COLETIVA ESPIRITUAL ECUMÊNICA.
    Muita paz e sernidade pra vc.
    Abraços fraTernos

    ResponderExcluir
  29. Oi Elcio
    Sem sua autorização levei um poeminha daqui lá pro meu flor de lis.
    Espero nao desagradá-lo .Li no seu outro blog ( o das sementes ... ) e nao resisti rsrs
    Obrigada ,penso que os poetas nao fazem idéia do quanto faz bem essas palavrinhas que vai enchendo o coração da gente. E achei que combinava com minhas tardes luminosas.
    deixo abraços

    ResponderExcluir
  30. Admirável e Estimado Amigo:
    Parabéns pela organização com sucesso do POEMÃO - ESPAÇO ABERTO.
    Tem capacidades imensas.
    Um poema admirável e fabuloso saído das suas preciosas mãos talentosas e sublimes.
    Abraço amigo de respeito gigantesco.
    Sempre a admirá-lo e ao que confecciona com beleza e encanto.

    pena

    É perfeito quando se entrega a uma causa ou circunstância.
    Bem-Haja, fantástico amigo.
    Adorei.

    ResponderExcluir
  31. Elcio
    Muito belo!
    Mas eu não sei fazer poesia, só faço rascunhos de minha vida.
    Sucesso para voce
    com carinho MOnica

    ResponderExcluir
  32. Acho que somos sempre uma obra inacabada e vamos nos construindo a cada novo dia, a cada novo fato, a cada nova dor, a cada nova alegria. Entretando como poeta, vc está bem resolvido... afinal vc tem um verseiro, um pé de versos... acho que é por isso que vc posta essas coisas tão bem feitas, com uma dinâmica invejável, um jogo de palavras instigante, um humor subliminar e sutil e
    "onde o que talvez permanecesse indecifrável
    não mais que de repente se decifre agora inatingível"
    Tava com saudades.
    Um fds todinho pra vc descansar...(oi??)
    Beijos.

    ResponderExcluir
  33. Élcio, eu estive aqui no dia que você postou, eu li, e fiquei refletindo, entre a beleza poética, e do jogo das palavras, e o inquietante sentimento que me causou.

    Como pulsa o teu poema. Como tem vida. Como tem gritos dentro dele.

    Que os in - deem liberdade ao ser.

    beijo

    ResponderExcluir
  34. Elcio
    Estou agaurdando mais novidades
    Com carinho MOnica

    ResponderExcluir
  35. Esse pessoal de Minas não pára...
    Beijo, Élcio!!!

    ResponderExcluir

Semeando