sábado, 9 de outubro de 2010

Valeu Edu, por semear e compartilhar palavras e melodias neste meu período de seca...
Um abração na alma de todos...bom feriadão...
Um beijo e um sopro na alma...
Valeuuuuuuuuuuuu...




Leitura de um poema quase adulto

Fecha os olhos
E bem de mansinho
Deita sob um pé de sorriso
Estica o braço dos sonhos
E colhe sem pressa
A fruta já madura
Acolhe, aqueça-a nas mãos
Depois furta um pedaço
E absorve em deleite
A seiva da alma
Essa que mais lembra
Um beijo inocente e lascivo
A sorrir e brincar em sua face
Então, deguste-a
E alimente-se
Do néctar e da polpa
Mas nunca se esqueça
Guarde as sementes
Nos arredores da alma
Depois as plante
Uma a uma, outra vez
Dentro de mim
Para que sempre renasçam
Pés de ternura e carinho
No pomar da vida
Depois com cuidado
Permita que o meu sereno
Regue sua pele
Assim devagarzinho
Como se fosse
Pequenas gotas de Sol
Aí então lace o vento
Monta em seu dorso
E cavalga com ele
Em busca da vida
Pois tua alma é plena
É fogo, folha molhada
Terra, raiz e fruto
Intenso rastro de luz
Que profícua e fecunda
Deixa aflorar em seus olhos
O terno e eterno brilho
Da tua própria imensidão

Elcio Tuiribepi
Edu Toribe

32 comentários:

  1. Élcio, quando voltas de uma seca, e junto com Edu, inundas minha alma de poesia, meus olhos de orvalhos.

    Queria eu ter uma seca de palavras e ideias e ressurgir brotando tanta poesia, em cada frase, em cada trecho, no todo.

    E quando eu leio um poema querendo que fosse para mim, ele fica mais lindo...rsrs

    Metida essa tua leitora, não é mesmo? rsrs

    beijo na alma, nessa alma poética que nunca seca, apenas descansa e floresce belezas.

    ResponderExcluir
  2. Que lindos versos amigo Elcio. Como siempre, todo un lujo leerte de nuevo.
    Un fuerte abrazo!!!

    ResponderExcluir
  3. Verseiro!
    o que dizer?
    se desse pé de versos,consegues
    transforma-lo em fotossíntese.
    PQLM,Pleno!Doce,como um entardecer de primavera...
    Boas energias sempre..
    beijos pra você
    Mari

    ResponderExcluir
  4. Assim tb semeia ternuras em nossos corações. Abçs.

    ResponderExcluir
  5. Deu vontade de ter algo mais na vida...

    E trate de se cuidar menino Elcio =P

    Fique com Deus, menino.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  6. Adoro poesia e as que por aqui eu vi são lindas! parabéns!

    ResponderExcluir
  7. Que bom te ler e te ver por aqui!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  8. Elcio! Esse braço dos sonhos que prova a fruta, doce, tirada do pé, e que depois semeia a mesma ternura dentro do outro, é de uma delicadeza ímpar... Saudade de você por aqui! Um abraço, Deia

    ResponderExcluir
  9. que lindo texto... uma parceria rica !

    palavras delicadas que nos levam ao amor...

    arrasou, aliás, como sempre !

    beijão

    ResponderExcluir
  10. Hinei ma tov umanaim
    Shevet achim gam yachad

    [Quão bom e agradável é
    Que irmãos vivam em comunhão]


    http://www.youtube.com/watch?v=iq_qT6lvYpk

    Ótimo domingo pra você.
    Deus seja contigo.

    ResponderExcluir
  11. Quanta delicadeza!
    Quero pés de carinho e ternura brotando, sempre, dentro de mim. A vida é uma partilha - qto mais generosa sou com meus sentimentos, mais recebo em abundância eles de volta...

    Bela parceria!
    Bjos.

    ResponderExcluir
  12. Meu querido amigo Elcio,

    Que a seca dê, logo, lugar à abundância de águas, de ventos, de semeaduras e de boas colheitas, porque você faz uma falta tremenda.

    Um beijo na alma, meu grande amigo!

    Deus é contigo.

    ResponderExcluir
  13. Que isso, Élcio?

    Quer acabar comigo, inuna de tanta ternura? rs

    Querido, quando colocas o coração a alarga, e solta as palavras assim, ao vento, haja coração!

    Belíssimo!


    Beijos meus!

    ResponderExcluir
  14. Não dá pra comentar. Só sentir. É é lindo... Bjs querido.

    ResponderExcluir
  15. ola. estive por aqui. apareça por la. abraços.

    ResponderExcluir
  16. Deu tão certo esta parceria. Pode continuar que eu leio e levo pra casa.
    com carinho MOnica

    ResponderExcluir
  17. Que bonito! A poesia tem por seu papel principal unir duas almas. A alma de quem a escreve a alma de quem a lê. Quando ela é escrita assim, em conjunto, é muito melhor. Porque muito mais almas podem se juntar. :)

    Um beijo na sua alma, também, Elcio e bom feriadão, também!

    ResponderExcluir
  18. Voltei!
    não resisti tanta poesia..
    beijos no coração
    Boas energias,sempre

    ResponderExcluir
  19. Quem dera Meu Amigo Poeta, se todos os períodos de seca fossem assim... o Nordeste seria uma imenso oceano!

    Sempre a admirar o seu belo dom!

    Um beijo carinhoso

    ResponderExcluir
  20. Beijo na alma, meu amigo.

    Saudade da sua alegria...


    Abraços!

    ResponderExcluir
  21. Deve ser bom ficarmos eternamente quase adultos...

    Eternamente crianças sabemos que sim!

    Abraço,
    António

    ResponderExcluir
  22. Oi,Élcio
    Com muita correria, há 15 dias fora, viajando pra cá e pra lá, chego cheia de saudade dos amigos... Como está vc, amigo? Tomara que muito bem!
    Estive a semear pés de ternura e carinho... faz muito bem ao coração...
    Abraços fraternais com meu carinho.

    ResponderExcluir
  23. Olá, Élcio!

    Que saudade de vc, meu amigo!

    Vim te ver e li essa riqueza de letra aqui...que quase me tirou o fôlego!! Mas é linda demais essa
    "Leitura de um poema quase adulto".

    Parabéns, você é sempre fera.
    Um abração fraterno!!

    ResponderExcluir
  24. sim,
    parabéns tb ao parceiro Edu...

    ResponderExcluir
  25. talvez você se divirta em http://papopoetico.blogspot.com/
    A poesia é necessária
    Tudo de bom

    ResponderExcluir
  26. Meu Deus, se isto é no período de seca... :))))
    Tu és FABULOSO e não cansarei nunca de o dizer.
    O poema é maravilhoso e a parceria perfeita.
    Sou tua fã não sei que numero... mas sou!
    Beijo com o carinho e amizade de sempre.

    ResponderExcluir
  27. Já fiz o sorteio. quer saber o resultado?
    Um abraço cheio de poesia
    com carinho MOnica

    ResponderExcluir
  28. Se eu passasse e não comentasse seria injusto, não é?
    Então registro a minha passagem!
    Feliz dia do Professor... já que você ensina tanto a tantos!
    Beijos

    ResponderExcluir
  29. Maravilhoso, coisa da tua própria imensidão poética e humana. Abraço

    ResponderExcluir
  30. Élcio, simplesmente lindo, uma imensidão poética e tantas imagens. Parabéns! Beijo

    ResponderExcluir
  31. saudades sem fim...
    vc sempre com pesias de rei.um bjo meu amigo querido.

    ResponderExcluir
  32. Um lindo poema, tão doce, tão imenso dentro dessas palavras tão belas. Que gostosa a leitura.
    " Para que sempre renasçam
    Pés de ternura e carinho
    No pomar da vida..."
    Coisa de criança? Não me parece...
    Talvez da criança que não deve morrer jamais dentro de cada um de nós.
    Parabéns pra vc e pro seu parceiro, outro ET... rs
    Beijokas.

    ResponderExcluir

Semeando