sábado, 26 de março de 2011

A AGENDA ESTÁ CHEIA...RS

FALA PESSOAL, VEM AÍ O DIA PRIMEIRO DE ABRIL...
NÃO ESQUEÇAM...SEGUNDO ANO DE COMEMORAÇÃO DO “DIA INTERNACIONAL DO HOMEM” AQUI NA BLOGOSFERA...
NÃO É UMA BLOGAGEM COLETIVA, MAS QUEM QUISER PARTICIPAR FIQUE A VONTADE...
NÃO PRECISA FAZER NADA...SÓ POSTAR...RSRS


 Mudando totalmente de assunto
Doação de medula óssea
                            Um gesto de amor que pode salvar vidas!
               Uma bela iniciativa dos amigos Tatiana e Milton Kennedy

QUEM PUDER PARTICIPAR DESSA INTERAÇÃO E DAR UMA FORÇA PRA QUE MUITO MAIS VIDAS SEJAM SALVAS, FAÇAM DE CORAÇÃO , POIS COM CERTEZA ALGUÉM IRÁ SORRIR MAIS FELIZ...
,


Outra coisa pessoal...a blogagem coletiva: Por uma infância sem racismo, que descobri por acaso, vai até dia 28, como é um assunto super polêmico e sempre atual, resolvi participar.

Vamos lá...

Então...como disse na postagem passada tive treze mães de leite, muitas delas eram negras  e me chamam de filho até hoje quando as encontro na rua...é engraçado... rs... mas também gratificante essa troca de boas energias

Eu sempre escutava essas histórias de uma maneira muito carinhosa e muito agradecida por parte de meus pais, esse sentimento vingou dentro de mim, permaneceu e amadureceu com o decorrer do tempo.

Minha avó materna, não posso negar, era racista. Nasceu na Suíça e chegou ao Brasil por causa da primeira guerra mundial já com sete anos de idade.
Apesar de carinhosa e bastante coruja com os netos, tinha o gênio forte e em certa ocasião implicou com um amigo meu de infância, aliás, amigo até hoje...

Bem...minha avó o chamava de judeuzinho por causa do nome e também sobrenome de seu pai...o seu Abner Ecar ( já falecido) muito conhecido como seu Joãozinho sapateiro. 
Todos nós sabemos que o racismo existe, que o preconceito está aí, mas hoje em dia ele é mais velado e atinge não só aos negros, mas aos estereótipos.

Quando nossa primeira impressão sobre uma pessoa é orientada por um estereótipo, tendemos a deduzir coisas sobre a pessoa de maneira seletiva ou imprecisa, perpetuando, assim, nosso estereótipo inicial.

Quem já não ouviu frases do tipo: 
Ele é escurinho, mas é limpinho
Ela é pretinha, mas é arrumadinha.
Ele é negro, mas é honesto.

Frases assim até hoje ainda perduram e cabe a nós extinguirmos esse tipo de pensamento equivocado, muito usado por nossos avós e também pais.
Acredito que hoje o maior preconceito não está somente na cor ou na raça, hoje em dia não se pode ser também nem feio, nem gordo e muito menos pobre e se além disso ainda mora no morro ou na favela as portas se fecham com mais facilidade. 

Pois quando se é negro, porém, bem sucedido, a história muda de figura, já que é nesse ponto que o racismo se torna ainda mais velado.

Acredito também que só quando você vivencia isso dentro da sua família é que você se certifica realmente até onde vai o teu racismo.
Achei esse vídeo muito interessante, justamente por esse aspecto, por isso o compartilho com vocês.





Um abraço na alma...beijo no coração...desculpem a enorme postagem...
 
Muita paz, equilíbrio e harmonia para todos...

Meu querido branco

eis umas coisas que voce deve saber
quando eu nasci eu era negro
enquanto eu crescia eu era negro
quando tenho frio sou negro
quando tomo sol sou negro
quando tenho medo sou negro
quando fico doente sou negro
e, quando eu morrer, eu vou continuar sendo negro
você, querido branco
quando nasce é rosa
enquanto cresce você é branco
quando tem frio fica azul
quando toma sol você fica vermelho
quando tem medo voce fica amarelo
qaundo fica doente, voce fica verde
e quando morre voce fica cinza
e você tem a cara-de-pau de me chamar de "pessoa de cor"? ...

Sua Cor não diz nada, e sim suas atitudes!
                                  A raça é antes de tudo: HUMANA

19 comentários:

  1. Meu amigo,querido!
    Só a solidariedade espontânea,faz com que a nossa estadia nesse plano astral,seja leve!
    Um País só é livre,quando existe a inclusão,isso está longe de acontecer,pq tudo passa pela educação,inclusive os valores de cada um..
    Pertinente sua postagem..
    Boas energias,muitas dádivas!
    Mari

    ResponderExcluir
  2. Querido amigo, adorei tudo o que falou,quando na escola onde faço voluntariado as crianças se pegarem e chamarem de preto ao outro irei com toda a certeza ler este seu poema, para que entendam que somos todos HUMANOS .
    Obrigado por me informar do Espaço, é pena mas claro compreendo, e depois você escreve tão bem que mais vale dar tudo ao Verseiro, beijos e um santo Domingo

    ResponderExcluir
  3. Moro em uma cidade pequena com descendência alemã, eu sou "ploa" ou "brasileira" como eles dizem em seu dialeto...no início eu não gostava muito disso não,pois nasceram no Brasil,obviamente são brasileiros.Que história essa de ser alemães e eu brasileira...hehehe Minha mãe também tinha seu racismo aflorado até que minha irmã casou com negro e tenho lindos sobrinhos mulatos que invejo a pele deles...ótimo tema para ser abordado, pois somos muito cheios de dedos para falar em assuntos assim...Bjo e um ótimo domingo!

    ResponderExcluir
  4. Já fiz a divulgação em meu blog, tb vou participar dessa brincadeira Elcio.

    Bom domingo!

    beijooo.

    ResponderExcluir
  5. Saudações Elcio,
    seu blog é muito bacana, com oportunas postagens!
    Um lugar bem sereno. Curti bastante!

    Cara, vim agradecer sua visita e adesão a campanha de doação de medula (idealizada pela Tatiana). Valeu mesmo!

    Também fico grato pelos elogios a meus toscos desenhos. Puxa, ser comparado ao Maurício de Souza é uma honra!

    Vi o blog de seu amigo (http://animadodesenho.blogspot.com), o rapaz é fera!

    Grande abraço, saúde e muita paz!

    ResponderExcluir
  6. O racismo e o preconceito é pagina triste na história do homem e sempre é oportuno falar sobre isso.
    Com tantos peitos generosos na vida a alma tem que ser grande não é amigo?
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Ainda acho que o maior preconceito que existe é o econômico. O pobre nunca tem vez, seja ele branco, negro, judeu...


    Bjos

    ResponderExcluir
  8. Uma boa semana para vc Élcio.

    Obrigado pela sua companhia.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  9. Oi,Élcio!

    Boa camanha a da doação. Já sou cadastrada. E quanto a agenda cheia, agora faço parte deste time. rsrs

    E quanto ao racismo, existe mesmo, e o pior é velado. É o maior preconceito ainda é o da classe social. Feito você disse, um negro rico, bem sucedido, faz com que muitos olhem com outros olhos.

    abraço, boa semana.

    ResponderExcluir
  10. Elcio
    Dia primeiro de abril vou tentar escrever sobre o dia do homem tá?
    E quanto a raças e suas discriminaçoes.
    Tem coisas piores se voce for ignorante num assunto, é discrimindas, se dar muitosa fora, é discriminada também. Se for baixa,, magra , gorda ou de sarda.
    O importante é exer sua auto estima pra cima!
    com carinho Monica

    ResponderExcluir
  11. Oi, Élcio! O preconceito é algo muito triste e, infelizmente, existe no mundo todo. Não somos valorizados pela pessoa que somos. Os valores são medidos pelo que temos e pela cor de nossa pele. Ah, que coisa, não é? Beijo

    ResponderExcluir
  12. Quero te dizer três coisas:
    1) A primeira blogagem coletiva que participei na vida foi a do Dia Internacional do Homem do ano passado sob a tua influência. rsrsrsrs
    2) Também me sensibilizei com a campanha da Tatiana e publiquei algo a respeito um pouquinho diferente do que ela propôs, mas do meu jeito.
    3) E essa de blog longo eu, como leitor de coisas inteligentes, nem esquento.
    Um super abraço , amigo!!!

    ResponderExcluir
  13. Ah! Esqueci! Preconceito é algo tão lamentável que eu só tenho um preconceito... não tolero preconceituosos!

    ResponderExcluir
  14. E outra coisa cara. Esse aí é o Zeca Baleiro? Que música...!!!???...!!!!... A letra é demais...

    ResponderExcluir
  15. Olá, Élcio
    Esive froa por 7 dias na roça e passando pra ver as novidades... me deparo com um rico post sobre o tema racismo...
    Gostei do poema que afixou...
    Somos raça humana e isso é o que importa...
    Ainda lá no campo estivemos falando de uma "prima preta" (assim é chamada) e foi a minha mais amiga na adolescência... como sinto falta dela!!!
    Se foi pra longe e sem acesso estamos... vamos continuar procurando para reintegrá-la ao nosso grupo ( se afastou desde que os meus tios se foram)...
    Bjs de paz e excelente semana.

    ResponderExcluir
  16. Boa noite, Elcio!
    Tudo bem?

    Vim te deixar um beijo e avisar que estamos de volta!

    http://www.youtube.com/watch?v=kxE2WXm5QoY

    Um beijo carinhoso.
    Deus seja contigo.


    Yehi Or!
    http://hajalluz.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  17. Pena que só cheguei por aqui hoje...
    Gostei muito da sua postagem! Racismo é realmente um tema muito polêmico e que deve ser discutido com seriedade e respeito. Sou contra racismo (e qualquer tipo de preconceito).
    Parabéns pela iniciativa!
    Beijos...

    ResponderExcluir
  18. Amigoooo,

    Já fiz minha postagem...rs passa lá e dá o seu visto.
    Feliz dia internacional do homem.

    Beijo na alma.

    ResponderExcluir

Semeando