quarta-feira, 28 de setembro de 2011

PEÇO PERDÃO A ESQUERDA




Peço Perdão a Esquerda...

Se alguém imaginou que esse texto é sobre política, desista de ler agora.
Quero mesmo é pedir perdão ao meu lado esquerdo, tão esquecido por mim.
É verdade, parei para pensar e me perguntei: Pra que serve meu lado esquerdo?
Quase nada eu pensei. Aí voltei no tempo e descobri que a culpa é exclusivamente minha.
Eu sempre o usei apenas como apoio, como bengala e nunca dei chances dele crescer, de se auto-conhecer e enfrentar desafios. Sempre o protegi com o lado direito e hoje quase não me perdôo por isso...(menos gente...é só para dar um pouco mais de dramaticidade ao texto...rs)
Ainda bem que descobri o grupo de estudos Gurdjieff que nos proporcionava novos desafios.
E na primeira semana foi me dado a tarefa de escovar os dentes com a mão esquerda. 
Automaticamente em meu subconsciente veio a negação.
E pensei: 
"Caramba! Não vou conseguir"
"Vou acabar ferindo a gengiva" e sorri comentando com o colega ao lado.
"Hum! não vai ficar bem escovado"...e outras coisas do tipo.
Mas resolvi ir em frente, em busca desse meu lado esquecido...e fui...
Orgulhoso de meu desafio, no primeiro dia procurei não só escovar os dentes, mas também abrir gavetas, pentear o cabelo, abrir a geladeira, carregar objetos, usar o controle remoto e até mesmo segurar o talher, tudo com a mão esquerda. E foi com o talher que resolvi calçar as sandálias da humildade e cumprir apenas o desafio de escovar os dentes. E foi uma experiência impressionante.
A dificuldade que a mão direita teve em ajeitar o tubo de creme dental enquanto eu segurava a escova com a mão esquerda para simplesmente colocar o creme, antecipou o que viria mais a frente.
A dificuldade de executar os movimentos da escovação por incrível que pareça fez minha mão direita tomar vida própria querendo assumir a tarefa. Ela se mexia, meu corpo se contorcia meio que estabanado e com os movimentos desajeitados. Foi uma verdadeira luta, mas valeu a pena, por isso estou aqui, pedindo perdão, não só a minha mão, mas a todo meu lado esquerdo. 


FAÇAM, EXPERIMENTEM, E DEPOIS ME CONTEM AQUI, COMO FOI A EXPERIÊNCIA...RS...

UM ABRAÇO NA ALMA DE TODOS... 

11 comentários:

  1. Rs...Que bonitinho, tu!

    Já brinquei disso com meus sobrinhos : um deles é destro como eu e o outro é canhoto, então fizemos um dia inteiro de desafios desse tipo, foi bem divertido.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Élcio, pratiquei durante um bom tempo a escrita com a mão esquerda, mas desisti. Agora, você usa sim o seu lado esquerdo, afinal esse delicioso texto nasceu aonde? Do lado eaquerdo, e se vc pensar para saber se é esse mesmo, vc pensará com o lado esquerdo. Testa aí para vc ver... Rssssss. Abçs.

    ResponderExcluir
  3. Desenvolver o lado esquerdo do cérebro é desenvolver outras sensibilidades e aptidões.

    Já tentei. Assim como já tentei fazer as coisas de olhos fechados.

    ResponderExcluir
  4. descobri, tenho que comentar pelo firefox.

    beijos no lado esquerdo do seu coração.

    ResponderExcluir
  5. Show de bola!
    Abraço urso pandas...Beijão
    Mari

    ResponderExcluir
  6. Você me divertiu com esse post!!
    Tenho um tio que tornou-se ambidestro de tanto usar seu lado esquerdo. Isso é muito bom para o cérebro, mas, enquanto não se domina, rende umas boas gargalhadas.
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  7. Elcio
    Voce foi maravilhoso, pois se eu fizer esta atividade vou ficar inteiramente aleijada.
    Um abraço da amiga Monica

    ResponderExcluir
  8. Elcio! O lado esquerdo... nem imaginas quantas vezes pensei nisto. Meu lado esquerdo é lerdo, a estas alturas pouco consigo realizar com ele. Meu marido escreve com a mão direita ( na escola obrigaram- o a escrever com a mão "bonita"....)e todo o resto exerce com a esquerda. Eu acho curioso isto.

    Interessante post, querido.
    Ah, adorei a roupa nova, ficou muito especial.
    Abraço

    ResponderExcluir
  9. Valeu Mari...abraço na alma...boa sexta, bom fim de semana...
    Bjo

    ResponderExcluir
  10. Certo... não vou mentir... parei para pensar agora nas incontáveis coisas que deixo de fazer com a mão esquerda e me toquei... Você está certíssimo! Não tenho força na mão esquerda, simplesmente porque a abandonei... Ela pode não ter sofrido, se machucado ou torcido como a direita... Mas certamente deve ser ressentir de tanto abandono... Farei a experiência... de tentar reaprender algumas coisas com a esquerda... Só me pergunto se uma mão tão frágil e sem força conseguirá alguma proeza... rs.
    Excelente idéia!

    Abraços (Des)conexos!

    ResponderExcluir
  11. Meu querido Elcio,
    Aos 8 anos de idade, fraturei minha mão direita e a tive engessada por 6 meses... que desespero!
    Foi então, neste determinado momento, que percebi a importância do meu lado esquerdo... foi exatamente naquele momento que percebi que meu lado esquerdo estava ali não somente para equilibrar o meu corpo, senão para servir-me também... e dele fiz uso!
    Hoje sou ambidestra e tudo o que faço com a direita, também posso fazer com a esquerda e isso, cá prá nós, é uma mão na roda... hahahahaha...
    Adorei o teu texto!
    Beijos, flores e muitos sorrisos!

    ResponderExcluir

Semeando