quinta-feira, 6 de outubro de 2011

TRÍADE

Olá pessoal...só na correria, mas não resisti a esta imagem da folha, logo lembrei do poema "Eu,folha"...sei que já o postei trocentas e noventa e oito vezes...rs...mas quando chegar a de número mil eu paro...rs...brincadeiras a parte, na verdade to meio que sem tempo para escrever , assim com calma, sem pressa, do jeito que eu gosto, deixando as palavras virem normalmente, por isso o repeteco dessa vez veio numa tríade dos meus EUS...

Um abraço na alma...beijo no coração de todos...feliz todo dia pra todo mundo...




 EU, FOLHA

ÀS VEZES QUERO SER FOLHA

PRA SER LEVADO PELO VENTO

SEM DESTINO, COLHENDO PAISAGENS

NUM BALANÇO SUAVE E SERENO

ATÉ POUSAR NUM RIO

E SEGUIR SEM PRESSA

AO ENCONTRO DO MAR




EU, ÁGUA


QUERIA SER ÁGUA

PRA SER FONTE DE VIDA

QUERIA ESCOAR PELAS PEDRAS

SER O MURMURINHO DAS CASCATAS

QUERIA SER RESERVATÓRIO

PRA MATAR A SEDE DO MUNDO

QUERIA ESTAR NAS MÃOS DE QUEM TEM SEDE

E OFERECER-ME EM GOLES DE TERNURA

PRA DEPOIS ESCAPAR POR ENTRE OS DEDOS

E CAIR COMO GOTA NAS ENTRANHAS DA TERRA.





EU, VENTO


QUERIA SER VENTO

PRA PODER SAIR POR AÍ

COLHENDO PRIMAVERAS

E O MURMURAR VINDO DAS FOLHAS

PRA DESCOBRIR EM MIM CALMARIAS E VENDAVAIS

FEITAS DE SAUDADE E NOSTALGIA

COMO AS CHUVAS QUENTES DE VERÃO

AÍ ENTÃO SER ESTIAGEM

PRA RENASCER DEPOIS NAS TEMPESTADES.

11 comentários:

  1. mas o que importa é o movimento com as palavras, essa relação que nos move, esse querer mais vida, sempre mais.

    abraço

    ResponderExcluir
  2. Bom quando sentimos esta "Tríade de eus"..
    onde a alma em harmonia respira a essência clorofilada,deslizando em águas tranquilas...
    Um abraço panda bem apertado!
    Muá
    Mari

    ResponderExcluir
  3. vc é mútiplo como poeta, por isso toda possibilidade na escrita, feita por vc, faz o teu eu belo. Abçs.

    ResponderExcluir
  4. Eu quero ser um pouco de folha, de agua e de vento... e, por favor, coloque mais 1000 vezes, porque é delicioso de se ler!

    ResponderExcluir
  5. E sendo assim parte tão íntima da natureza, seia nada mais que SER o que a Vida espera de cada um de nós...
    Lindo, amigo!
    Beijos, flores e muitos sorrisos!

    ResponderExcluir
  6. Folha solta no vento, apenas sendo.

    Que lindo, Elcio!

    Beijo.

    ResponderExcluir
  7. E és brisa que toca com carinho a alma dos amigos, és água que nos inunda de emoção, és folha que nos faz árvore...és respeito, és atenção, és toque de poesia....és...és..és...que os teus "eus" se multipliquem em poesia, em ternura, em mãos que se estendem além do coração.

    beijo em cada "eu" da tua alma.

    ResponderExcluir
  8. Estou ficando cada vez mais fã desse lindo espaço, peço licença, para copiar esse lindíssimo poema, parabéns por tão bom gosto. Abraço
    Cida Oliveira

    ResponderExcluir
  9. Oi Mari...acho que é isso mesmo...uma alma em harmonia, em equilibrio...em sintonia com ela mesmo e com tudo que se move a sua volta...fácil? Não...ao contrário...mas este é o detalhe que nos redime diante as nossas dificuldades, as nossas fraquezas...
    Um abraço na alma...e para reforçar...perseverança...sempre...sempre...
    Um abraço na alma
    beijo

    ResponderExcluir
  10. Elcio,
    Meu comentário sobre esse seu poema resume-se em três palavras:
    Emocionante,
    Fascinante,
    Interessante.

    Concita
    http://poesiadomeujeito.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. LINDO SEU POEMA... não sei expressar meus sentimento mas adoro ler e me identifiquei muito com este... Parabéns!!!

    momentsofmylife-ap.com

    ResponderExcluir

Semeando