sábado, 28 de maio de 2011

Olá pessoal...

Bom...como todos sabem tenho apenas retribuído os comentários dos amigos, o que agradeço de coração pela presença e principalmente pelas palavras de carinho e incentivo.

No momento os projetos aos quais estavamos dando andamento começaram a tomar vida e hoje mais um colégio com várias turmas confirmou interesse nas oficinas e palestras.


O caminho estava traçado, mas as possibilidades são tantas que até para os Pais de alunos está pintando trabalho. Tenho o sonho de um dia poder trabalhar apenas com esse segmento, pois apesar de não reclamar da vida, não sou exatamente feliz no campo profissional, trabalho porque é preciso, é necessário, mas não é um trabalho que mexe com minha emoção...que me faz feliz, portanto estou dando um tempo para me dedicar aos projetos:
 "O Despertar da Poesia" que foi criado para crianças e adolescentes, este é o que mais me alegra...rs... "O Despertar para o Futuro"que é voltado para jovens que estão ingressando na faculdade ou a procura de seu primeiro emprego. Este oferece dicas de entrevistas, motivação, teste vocacional, noção sobre os mercados saturados, relação escola, empresa e estudante...etc
Palestras Motivacionais para Pais e Alunos...enfim...o leque de possibilidades vai aumentando e temos que nos adaptar a demanda que se Deus quiser há de aumentar cada vez mais...rs

Agradeço de coração a amiga Mari pela parceria nos projetos assumindo a parte pedagógica. Obrigado Cacinho pelo montagem do Portfólio e pela força na criação do logotipo que ainda não está totalmente pronto, mas tá saindo...rs...Obrigado ao parceiro e amigo Tinoco por todo o seu otimismo...enfim...to empolgado e realmente precisando de tempo, MAS UMA HORA EU TO DE VOLTA...RS

Para não cair na tentação vou fechar os coments...rsrs...porque senão dá aquela coceirinha nos dedos...rsrs..e aí já viu né...rs

"PESCAR A VIDA
É DAR ALIMENTO AOS SONHOS"


ELCIO TUIRIBEPI


BOA PESCARIA PARA TODOS NÓS...QUALQUER HORA TO VOLTANDO PARA MATAR A SAUDADE...RSRS

VALEU GENTE...BEIJO NO CORAÇÃO E NA ALMA...SE CUIDEM TODOS...

MUITA PAZ, AMOR,FORÇA, HARMONIA E  SAÚDE...SEMPRE

VALEUUUUUUUU!!!!! OBRIGADO A TODOS PELAS SEMPRE PALAVRAS DE INCENTIVO...







domingo, 22 de maio de 2011

Versejando no teu pomar


Olá pessoal...

Então...profecia errada...ainda bem...rs...cá estamos e nada de dilúvios...tempestades ou qualquer coisa do genêro, se bem que a natureza anda meio que revoltada com a gente né...não é para menos...temos judiado dela, mas vamos que vamos porque a vida segue...

Obrigado a todos os amigos que passaram por aqui e deixaram uma palavra de carinho, incentivo e amizade
Foi um sábado repleto de muitos sorrisos valentes, de muita alegria e boa música...um niver pra guardar do lado esquerdo do peito

Continuo sem grana, porque ninguém depositou nadica de nada na minha conta...PUTZ...pessoal pão duro hein!! srs
Em compensação depositaram em minh'alma os bons fluídos da amizade...e isso não tem preço...valeu Mari pela festança, valeu gente pela presença...

Bom domingão pra todos nós...com muita saúde, paz, equilibrio e amor no coração...to de ressaca ainda...rsrs....VALEUUUUU!!! Vamos que vamos...

Abaixo, mais uma parceria com o mano Edu...valeu Edu...beijo no coração...




Versejando no teu pomar

Fruta menina, fruta boa, fruta pão
Suculenta, refrescante e saborosa
Açaí, damasco, amarula e mamão
Uva verde, feito verso, feito prosa

Saboreio o sumo dos teus beijos
E todo o amor que tens no coração
Vem me encantar os olhos d’alma
Compartilhar sua voz nesta canção

Tens o sabor das puras avelãs
Tens o frescor das seletas maçãs
Tens a essência forte das romãs
E a natureza cristalina das manhãs

Fruta mulher, fruta boa, fruta pão
Tão nutritiva, se abundante afrodisia
Caqui, manga-rosa, morango e melão
Doce pêssego da mais doce poesia

Realegro a tristeza dos teus olhos
E semeio urgências na tua aflição
Agasalho-te com minhas ternuras
E com genturas te irrigo o coração

Elcio Tuiribepi
Edu Toribe

quarta-feira, 18 de maio de 2011

DESPEDIDA...

OLÁ PESSOAL...

É COM MUITO PESAR NO CORAÇÃO QUE ADIANTO PARA HOJE, A MINHA ÚLTIMA POSTAGEM NO BLOG, JURO QUE NÃO QUERIA FAZER ISSO, MAS DIANTE DO QUE LI, NÃO PODERIA ADIAR ESTA MINHA INEVITÁVEL DECISÃO.

ESPERO QUE TODOS OS AMIGOS ENTENDAM E FAÇAM O MESMO.

POIS NÃO TEMOS SAÍDA...

SALVE-SE QUEM PUDER...CADA UM POR SI...FUIII...RSRS...





BRINCADEIRA GALERA...

MAS OLHA SÓ QUE SACANAGEM ESSA NOTÍCIA, DIA 21...LOGO NO DIA DO MEU ANIVERSÁRIO...QUE CAI NO MESMO DIA DO NIVER DA MINHA AMIGA, LIENE,  DO BLOG MOMENTOS...RSRS

AHHH...PUTAQUILAMERDA...POBRE É PHODA COM PH MAIÚSCULO, NÃO PODE NEM COMEMORAR O NIVER...RSRS...

AHHH...FELIZ ANIVERSÁRIO ADIANTADO LIENE...RS


Fim do Mundo:

Fonte: Gospel Primel

Fiéis deixam seus empregos para aguardar o arrebatamento.

De acordo com a profecia de Harold Camping, o fundador da Family Radio, faltam apenas dois dias para o fim do mundo. De acordo com ele no dia 21 de maio de 2011, por volta das 6 horas na Orla do Pacífico, haverá um grande terremoto em cada fuso horário, como nunca houve na história da Terra e depois de 153 dias o universo será destruído para sempre.

Os seguidores da Family Radio estão usando esses últimos dias para alertar as pessoas sobre o dia do juízo final e também para gastar tudo o que juntaram e até mesmo alguns já largaram seus empregos esperando pelo fim.

Os verdadeiros crentes em Cristo serão arrebatados. Os demais experimentarão mais horror que o das histórias de terror. O pior de tudo isso é que não haverá mais salvação nesse momento”.

A Family Radio vem divulgando o final do mundo baseado nos estudos de Camping, 89 anos, que já havia previsto o final do mundo para 6 de setembro de 1994. Os novos estudos do líder dizem que no dia 21 de maio completam-se exatos 7.000 anos após o dilúvio.


O casal Adrienne Martinez e Joel também largou tudo para esperar pelo arrebatamento.“Organizamos nosso orçamento, estamos gastando nossas economias. Depois do dia 21 não precisaremos mais de dinheiro”, explica Adrienne.

 “Temos certeza que vai acontecer. Não há plano B”, explica o líder.
Mas há quem tema acordar no dia seguinte, pois significará que foi deixado para trás e que irá para o inferno. “Se eu acordar aqui dia 22 é porque não fui salvo e vou para o inferno. Não quero ir para lá”,

Se alguém mais acreditar nisso...por favor, transfira toda a quantia que tiver em sua conta para minha conta corrente...

 Ag: 171 C/C 171171- 1

Desde já agradeço...

UM ABRAÇO APERTADO NA ALMA...MUITA PAZ E SAÚDE...


Como a grana tá curta, ofereço a todos que passam por aqui este selo amigo...obrigado pela presença e pela amizade..valeu galera...

VIDA LONGA PARA TODOS NÓS...







sábado, 14 de maio de 2011

BLOGAGEM COLETIVA FASES DA VIDA - TERCEIRA FASE - ADOLESCÊNCIA




Olá pessoal, na fase anterior (Infância )comentei sobre minha ultima briga com meu irmão...e é verdade, foi realmente a ultima, daquele momento em diante um milagre aconteceu, passamos a conviver em uma quase plena harmonia...rsrs
Brincadeira...na verdade cada um foi seguindo seu caminho, fazendo novos amigos, abrindo os horizontes e se interessando por outras coisas...

ESPORTES

Nesta época eu me interessava muito por esportes, gostava de volei, futebol, handebol...enfim...praticava tudo que podia. Tínhamos um time de vôlei e um outro de futebol de salão que saia pelas cidades vizinhas disputando jogos. Detalhe...a quadra era improvisada no quintal de uma de nossas professoras...a Dona Aparecida...pessoa do bem, gostava da gente por demais, só pediu que não cortássemos a arvore que havia no meio do quintal, de vez em quando socávamos a cara  no tronco da árvore...rs...na época do ginásio o colégio nem quadra tinha...rs


 POESIA, MÚSICA E ARTESANATO

A poesia começou a aflorar...aos 14 anos fiz minha primeira poesia, um dia depois que minha avó materna faleceu, mas não dei continuidade, o artesanato falava mais forte neste período da minha vida. Foi quando comecei a fazer entalhes em madeira...
Arte que me foi ensinada pelo meu irmão Cacinho.
A música já presente em minha vida, se fazia ainda mais constante, já que meu outro irmão...o Edu...parceiro hoje de poemas e canções, participava intensamente dos Festivais Estudantis. Tempo bom...bom demais...

 JORNAL

Eu e alguns amigos fundamos no colégio o Jornal “ O Furúnculo”, nome escolhido por se tratar de uma doença de pele que muito incomoda, nossa intenção era mesmo incomodar...coisas da idade...

Conseguimos publicar três edições até sermos boicotados pela coordenação do colégio.

Na primeira edição fomos todos de terno e gravata e o jornal foi distribuído gratuitamente...foi um sucesso...rs

Na segunda edição, logo na segunda página havia um conto do meu irmão Edu, por isso nos vestimos com roupas do exército, já que o texto narrava a luta dos guerrilheiros contra as forças invasoras dos EUA em El Salvador...eu fui escolhido por livre e espontânea pressão para representar um dos guerrilheiros. Putaquilamerdaaaaaa....rsrs

Combinamos que eu entraria correndo pelos corredores do colégio, enquanto meus amigos...os  “soldados” viriam correndo atrás de mim...com armas em punho, isso foi feito até o momento em que me empolguei, pulei a janela de uma das salas e dei de cara com um professor...eu estava com a roupa rasgada e uma faixa na cabeça como se eu estivesse ferido...resumindo...quando olhei pela janela, meus ex amigos...rs...riram e não vieram atrás de mim...fiquei na berlinda...foi um micão...rs...eles foram uns filhos das......mãe deles...rs

Antes de terminarmos a terceira edição, nos acusaram de sumir com mais de cem diários da sala dos professores, isso após o diretor, que no fundo gostava muito da gente, ter pedido ajuda aos integrantes do Jornal para descobrir quem havia feito este despropósito...no fundo ele sabia que éramos os responsáveis e prometeu não haver represálias, pois afirmou não querer saber nada sobre os autores do furto...super gente boa o Diretor...falecido...amante das artes e das coisas lúdicas.
Entregamos os cem diários dois meses depois. Fomos ao seu apartamento, tocamos a campainha e deixamos um pacote com um bilhete feito com recortes de revista em sua porta escrito assim:
CÃO - COMANDO DE AÇÃO ORGANIZADA...rrss...quase fomos expulsos, mesmo sem provas...por pura implicância da Dona Amélia, uma das coordenadoras, nunca mais esqueci o nome dela...rs


RÁDIO FUNDO DE QUINTAL

Boicotados e impedidos de continuar com “O Furúnculo” inventamos uma Rádio fundo de quintal que nos empolgava. Numa das programações da Rádio eu dava voz ao “Vidente Cuia Libre” e morria de rir sempre que improvisava uma consulta ao vivo, eu opinava sobre qualquer problema: casos amorosos, dividas, encostos...rsrs...e tudo era registrado naqueles gravadores antigos, tinha sonoplastia e tudo o mais, falávamos sobre esporte, música, namoro, política e outras notícias da época.

  
PRIMEIRA NAMORADA

Minha primeira namorada mais séria, era um ano mais madura do que eu..rs...adorava fumar e tinha um estoque enorme de chicletes em sua bolsa. Logo depois que terminamos, descobri que ela estava apaixonada pelo filho do prof. de Educação Física...rapaz bonitão e bastante cobiçado pelas meninas...era mais velho e já fazia faculdade, mas de vez em quando acompanhava seu pai ao colégio. Estava explicada a coceira que inexplicavelmente apareceu na minha testa...rsrs


AMIZADES

Escutar Milton Nascimento, Chico Buarque, Secos e Molhados, Ednardo, Egberto Gismont, Pink Floyd, Supertramp, Kraftwerk e outros era um de nossos principais programas...
Rolava a primeira cervejinha...um incenso, enquanto que alguns usavam drogas.
Certa vez aprontamos com um amigo que era simpatizante da mardita
Fomos para Ipiabas, um distrito aqui de Barra, roça mesmo...muito açude, muita cachoeira...muito verde...enfim


Ficávamos na casa de um amigo, casa que ainda estava em construção
Até que um dia, este amigo foi tomar banho (não vou colocar o nome dele porque o mesmo ainda faz parte do nosso rol de amigos) e enrolamos num papelote não a erva da maconha, mas sim as ervas do inofensivo chá “Mate Leão”...não é que nosso amigo começou a ver coisas e delirou...vai vendo ai...rsrs


MORTE

Numa dessas nossas idas a Ipiabas, quase morremos afogados, um dos nossos amigos que só sabia nadar cachorrinho cismou de entrar no açude contra a nossa vontade
Combinou de ir nadando e se apoiar no ombro de meu outro amigo...detalhe...só eu e Marcid sabíamos nadar...Ivan só sabia nadar para o fundo...ia sempre afundando...rsrs...e Wagner era campeão olímpico de nado cachorrinho...rs
Resultado: Wagner não apenas apoiou-se nos ombros do Marcid, mas agarrou-o pelo pescoço até que os dois afundaram. Nadei até eles, afundei e empurrei o Wagner pela bunda, pois ele era gordinho e temi que fizesse o mesmo comigo. Sorte que o Ivan rapidamente arrumou um bambu e conseguiu puxá-lo, pois o Marcid  havia bebido muita água e não conseguiu mais ajudar...fomos em silêncio pelo caminho e chegando na casa, escutamos a música Imã do Ednardo...deitamos na grama e ninguém falava nada...foi impressionante...essa música ficou para sempre marcada em nossas vidas, sempre que nos reunimos lembramos desse episódio...


 Ahhh..tantas coisas para lembrar, que acho melhor parar..o texto ficou enorme...rsrs

Valeu Rosélia...mais uma vez agradeço a oportunidade de voltar no tempo e relembrar tantos momentos inesquecíveis...obrigado

Um abraço na alma de todos

Beijo


                                                                                                                                                    
                                                                                                                                                       








quarta-feira, 11 de maio de 2011

NOTA DE FALECIMENTO

Juro que gostaria de estar postando aqui um novo poema ou qualquer outro tipo de texto, mas a vontade de escrever sobre isso foi maior, e assim o fiz...

NOTA DE FALECIMENTO

A primeira vez que ouvi falar sobre coração grande foi em meu trabalho. Um cliente disse a minha colega: Eu estou melhor, mas passei por um susto...e completou: Descobri que tenho CORAÇÃO GRANDE.
Aquela resposta me intrigou e daquele momento em diante comecei a escrever um texto, ou crônica sobre este assunto, sei lá, mas por falta de tempo, fui deixando a idéia de lado.

No entanto, anteontem, um amigo de nossa família faleceu. O menino Brown, ele tinha CORAÇÃO GRANDE e também um GRANDE CORAÇÂO.
Eu não era amigo íntimo de Brown, assim carne e osso, osso e pele...não...não era...
Ele tinha apenas 26 anos, mas eu admirava o Brownzinho, como carinhosamente era chamado por seus amigos e meus sobrinhos.


 Eu gostava de ver e ler o sorriso dele, admirava seu sorriso valente, seu sorriso carismático e repleto de esperança. É que no sorriso dele vinha escrito: EU AMO A VIDA, EU AMO MEUS AMIGOS, EU AMO MINHA FAMÍLIA, EU AMO VIVER...POR ISSO LUTO E SORRIO, POR ISSO SOU FELIZ APESAR DOS MEUS PROBLEMAS.
Brown pesava 192 Kg, mas parecia leve como uma pluma, tinha um sei lá que concedia a ele, não a invisibilidade dos seus problemas, mas a superação e a convivência com os mesmos, como se estes não existissem...mas...ninguém é de ferro...

Tempos atrás teve uma trombose nas pernas, fato que o fez perder uma boa oportunidade de emprego, pois teve que ficar internado alguns dias para fazer exames e se tratar.
No início de março devido a sua insuficiência respiratória iniciou um rígido tratamento, foi obrigado a fazer dieta e seguiu a risca as recomendações do médico, mas, seu estado de saúde tinha se agravado de tal maneira que novamente foi internado, dessa vez direto para a UTI. Diagnóstico: Insuficiência cardíaca e renal, hipertensão e na UTI por ficar apenas deitado, ainda ganhou um edema pulmonar, desses que leva o paciente literalmente a se afogar mesmo estando fora d’água.

Brown faleceu na segunda à tardinha, logo depois da visita, mas antes de partir pediu com dificuldade a sua mãe:

Mãe...dê um abraço em todos os meus amigos...essas foram suas últimas palavras...putz...caracole...

Tenho certeza de que no horário da visita ele sugou qualquer tristeza ou desânimo das pessoas que se entristeceram por vê-lo naquele estado e guardou em seu coração.
Digo isso porque ao morrer seu coração inchou além do normal, era mesmo a hora dele partir...E assim ele partiu, com um sorriso em seu semblante...é verdade...todos diziam a mesma coisa no velório...que havia um sorriso inexplicável em seus lábios.
Inexplicável? Já nem sei...só sei que parecia estar sorrindo pra gente...fui conferir e lá estava o Brown, juro, parecia que queria sorrir, abrir os braços e se despedir de todos de forma carinhosa.

Era uma figura especial, tinha carisma, tinha uma bondade em seu rosto, em suas atitudes..
Conforme relato dos amigos mais chegados, Brown era incapaz de matar uma formiga, apesar do seu tamanho. Até nas baladas quando rolava alguma briga ele apenas usava de sua circunferência privilegiada e afastava os mais folgados com uma banda bem dada, mal sabiam eles que Brown era de paz...de muita paz e só o fazia para proteger os amigos...

Foi duro ver aquela meninada com seus vinte e poucos anos ali no velório, sem arredar o pé, cada um com uma história bonita e engraçada para contar sobre o amigo, mas também foi emocionante ver e sentir o tamanho das amizades que ele semeou em sua curta caminhada

Quando fazíamos xurras na casa da minha mãe, ele gostava de pedir música nas rodinhas de violão, mas não conseguia cantá-la toda...ai a galera pegava no pé dele e gritava:
Porra Brown, agora você vai ter que cantar essa porra todinha, anda, não enrola não...(desculpem o palavreado, mas era assim mesmo...isso era carinho e dos grandes) e todos riam junto com ele...
Ele gostava e batucava com as mãos na própria perna...era uma farra boa...era um deboche amoroso...desses que vem do coração, desses que não ofendem, pelo contrário...era um deboche cheio de respeito, de amizade, de muito carinho e o Brown sabia disso, tanto sabia que botava mais pilha pedindo outras músicas e ria até lhe faltar o ar...putaquilamerda, difícil escrever e não emocionar com essas lembranças todas na cabeça...


Esta foto foi tirada no finalzinho de 2009...num xurras em minha casa...PUTAQUILAMERDA...descansa em paz Brown...um pedacinho do teu sorriso valente está aqui comigo...valeu mulequeeeee...descansa em paz

Um abraço na alma de todos...sorriso valente

Beijo no coração

sábado, 7 de maio de 2011

MÃES...NÃO ABANDONEM SEUS BEBÊS...

Valeu Mari pela parceria...e valeu Veloso pelo empréstimo forçado da Lady Garça...no final da postagem, chegamos à conclusão de que muitas das vezes os animais parecem ser mais humanos do que alguns “humanos”

Dedicamos esta postagem a todas as mães que embalaram e ainda embalam seus bebês, a todas as mães que se fazem presentes.
Dedicamos também a todas as mães não biológicas e até mesmo àquelas que os abandonam, porque algumas talvez o façam verdadeiramente por amor...