sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Sobre as coisas simples...


Tenho duas vovós que gosto muito e uma delas tem passsado por situações muito complicadas, a gente sofre junto e isso acaba mexendo com o emocional da gente.

Todo o amor , carinho e ainda todo o desdobramento das coisas práticas são feitos para que se amenizem as  dores, os incomodos, mas não é tarefa fácil, isso tudo suga o amor que a gente tem até as ultimas gotinhas, por isso em certos momentos a gente pensa que vai fraquejar, porque na verdade cansa, esgota fisica e emocionalmente ver uma pessoa, que a gente ama muito, sofrer, mas logo em seguida, brota uma força lá de dentro da gente e nos abastece novamnte com muito mais amor, mas muito mesmo, pra que a gente continue na estrada e não nos falte esse combustivel.

Hoje tenho me alegrado com pequenos gestos dela, aqueles pequeninos que agora a gente vê como enormes: um simples gesto de dar um tchau, um beijinho assim murchinho, quase sem barulho...um leve encostar de lábios na minha bochecha...rs...mas isso me faz alegre, fico envaidecido...rs...ou um esboço de um sorriso, ou então aquela mexida com a sobrancelha que é usada para expressar felicidade, tristeza, desdém...rs...espanto, duvida....rsrs...porque ele serve para tudo na verdade...estes tornaram-se gigantes e de grande valor pra gente...

A vida nas suas complicações e desvarios mostra-nos caminhos cheios de pedras e obstáculos...Mas também nos concede pontapés constantes para que possamos aprender a andar para a frente nas dificuldades...to por aqui tentando crescer com tudo isso, tentando amenizar a dor e ainda brincando com ela de dar continência, porque um pequeno gesto acende sempre uma labareda de esperança, seja ela qual for, não peço nada....só queria mesmo ter o poder de amenizar o sofrimento...mas a gente não tem né...ficamos tolidos, impotentes diante a dor... diante o sofrimento. Mas o sorriso continua valente...rsrs



Achei essa imagem tão bonita, tão tocante que de alguma maneira ela me disse muito e fiz o contrário do que costumo fazer, procurei um poema que se encaixasse no significado da imagem e o nosso Quintana me ajudou, gostei por demais e por isso compartilho com vocês, esse lindo poema...

Haverá,
ainda,
no mundo
coisas tão simples
e tão puras
como a água
bebida na
concha
das mãos?

(Mário Quintana)

Um abraço e um beijo na alma de todos...bom carnaval gente, juízo...não exagera hein...rs...valeuuu...tamo na lutia...rs

16 comentários:

  1. Querido Élcio, a dor qdo é na gente não dói tanto qdo é em alguém que amamos, pois a ligação é animíca, e qdo dói na alma, ah, amigo, tem que ter muita fé para não desabar. Força e Luz. Ançs.

    ResponderExcluir
  2. É sofrido, doído, angustiante o momento que você e sua família estão vivendo, é aprendizado com muita dor, é um teste das forças e serenidade de todos. O importante é que vocês estão unidos, estão juntos, dando força uns aos outros. Um dia de cada vez, para não assustar.
    Observando o simples e dando valor.
    Um bebendo do amor do outro, pelo olhar, pelo gesto, pelo carinho, pela atenção, pelo cuidado...

    Um forte abraço para vocês, força.

    ResponderExcluir
  3. è muito triste ver as pessoas amadas doentes. Tenho passado por isso, mas com o maridão.Muito chato isso! Lindo poema, boa sorte! abração,ótimo descanso! chica

    ResponderExcluir
  4. Querido amigo Elcio!

    Ler os seu pedaços de alma e olhar a fotografia, é acompanhar de mais perto mesmo estando longe, essa dor de ver sofrer. Depois, o que antes nos parecia simples, normal, são passos gigantes, são cartas enormes que lemos nos olhos que nos olham perguntadores ou de carinho. E a gente sofre. E a gente sorri, chorando por dentro! E eu admiro essa força de gritar alegria como que para exorcisar a tristeza! Grande coração esse, amigo! Te admiro. A sua forma de estar na vida é uma enorme lição de amor!
    Aqui está um abraço enorme, dizendo que não se deixe abater. Esses olhos precisam do sorriso dos seus!
    Tudo vai dar certo!
    Fraterno e terno abraço

    ResponderExcluir
  5. Ah...você sabe.. que nesse momento,substituo todas as palavras,por um abraço urso panda apertadooooooooooooo
    É só uma chuva de verão...
    Abraçooooooooooooooooona alma solidária!
    Bjooo
    Mari

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade Mari...

      Tudo passa...de uma forma ou de outra a vida não para e nós temos que nos adaptar as situações que ela nos impõe, assim vamos crescendo, aprendendo com ela a cada dia...obrigado pela força...e pelo abraço...
      Um abraço na alma...bom feriado...
      Bjo

      Excluir
  6. Meu querido amigo

    Perante a sensibilidade e a doçura deste texto...fiquei sem palavras.
    Deixo apenas um abraço
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  7. Elcio,

    Na imagem que ilustra o seu texto, sobre as coisas simples... eu vejo o símbolo da solidariedade e do amor. O amor na etapa adulta da vida, que muito pode com sua força, seu vigor e o amor na idade mais avançada da vida,rugas e veias salientes, representando os embates da vida, que ao amor venceu. O amor nas almas nobres como a sua é assim, possante e vencedor.

    Palavras da Bíblia:

    "O amor é paciente,
    o amor é prestativo;
    não é invejoso, não se ostenta.
    não se incha de orgulho.
    Nada faz de inconveniente,
    não procura seu prórpio interesse,
    não se irrita, não guarda rancor.
    Não se alegra com a injustiça,
    mas se regogiza com a verdade.
    Tudo desculpa, tudo crê,
    tudo espera. Tudo suporta."

    (1°Cor 13, 4-7)

    ResponderExcluir
  8. Elcio,

    Retificando o texto acima, com pequeno erro de digitação, mas o suficiente para alterar a mensagem:

    [...] representando os embates da vida, que o amor venceu.

    Afinal, nada pode vencer o amor!

    ResponderExcluir
  9. Força é o que eu lhe desejo meu amigo, para todos nós, caindo e levantando...

    Creio que já conhece esse vídeo, mas recomendo-lhe assim mesmo:
    http://www.youtube.com/watch?v=vtBvHsgR5go

    Sobre a imagem e poema, combinação perfeita, também entendo que é na simplicidade que tiramos as melhores lições nessa nossa louca vida!

    Abraços renovados!

    PS.: Agradeço novamente pelo vídeo dos soldados, ficou ótimo por lá...

    ResponderExcluir
  10. OI VIM PASSAR PARA LHE APRESENTAR MEU MAIS NOVO BLOG, E PRESTIGIAR O SEU COM MINHA VISITA, TE DESEJO UM BOM FERIADO....GRANDE ABRAÇO..DO BRUNO

    ResponderExcluir
  11. Mas é lógico que chorei!! Egositicamente lembrei de mim um tempo atrás. Mas daí é olhar esses gestos como grandes conquistas e sentir o momento, passar-lhe tranquilidade e guardar tudo no coração. Beijus,

    ResponderExcluir
  12. Não só o poema de Quintana, mas as suas simples e tocantes palavras também sensibilizaram meu coração, um pouco mexido também por conta de um problema parecido com uma pessoinha querida na família. Amei vir e me identificar. Palavras é isso, conta gotas de um remédio chamado emoção. Beijos amado.

    ResponderExcluir
  13. Lindo, lindo!

    Saudações!

    Passando para uma visitinha!

    Carla Fernanda

    ResponderExcluir
  14. Olá, Élcio

    "Ah, o Amor! Pequena gota
    que cai da flor,
    orvalho da noite
    estrelada..."

    Obrigada por aderir à nossa Blogagem Coletiva Amor em Pedaços
    Seja muito bem vindo!!!
    Bjs de paz e alegria

    ResponderExcluir
  15. Que lindo esse texto, não podemos fazer nada para acabar com o sofrimento das pessoas, principalmente as que amamos, que estamos ali acompanhando.E essa imagem é tudo que somos quando bebê e quando já estamos chegando no fim da vida....
    Paz e bem

    ResponderExcluir

Semeando